Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    The Handmaid's Tale inspira protesto pela legalização do aborto na Argentina
    Por Katiúscia Vianna — 28 de jul. de 2018 às 08:18
    facebook Tweet

    A ação política contou com o apoio da autora Margaret Atwood.

    Desde sua estreia, The Handmaid's Tale se tornou símbolo para diversas ações políticas ao redor do mundo. O mais recente exemplo aconteceu na Argentina! Na última quarta-feira (25/07), várias mulheres usaram o famoso figurino vermelho e branco típico das aias, na adaptação do livro de Margaret Atwood, durante um protesto a favor da legalização do aborto no país.

    As mulheres caminharam de cabeça baixa, até chegar ao prédio do Congresso nacional. Debaixo da chuva, foi lida uma carta de apoio da própria Margaret Atwood: "Ninguém gosta de aborto, mesmo seguro e legal. Nenhuma mulher escolheria isso para passar tempos agradáveis num sábado a noite. Mas ninguém gosta de mulheres sangrando até a morte, no chão do banheiro, por abortos ilegais. O que fazer?" No início do ano, a autora já havia comentado a causa em seu Twitter, após a vice-presidente da Argentina, Gabriela Michetti, dizer que é contra a proposta. "Não ignore as milhares mortes causadas por abortos ilegais todo ano. Dê o direito de escolha para as mulheres argentinas!"

    A Câmara dos Deputados da Argentina aprovou uma lei que legaliza o aborto até a 14ª semana de gravidez, mas o projeto ainda precisa ser votado pelo Senado, em 8 de agosto. O presidente Mauricio Macri declarou que se opõe a ideia, mas não usará seu poder de veto.

    Já renovada para a terceira temporada, The Handmaid's Tale recebeu 20 indicações ao Emmy 2018, que acontece no dia 17 de setembro. No Brasil, a série é exibida pela Paramount Channel.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Justiceiro
      Como o mundo consegue ver algo errado em matar crianças?... só o feminismo salva... meu corpo minhas regras...
    • Jonathan K.
      uma serie revolucionaria.
    • Um dois
      A série que mais me fez pensar na vida. Meus pensamentos são outros depois de assistir ela.
    • João Spinelli
      ui ui ui ele é pró vida mas comemora quando a mãe que vai abortar morre juntovai a mãe e o bebe junto, chora mais retardado
    • Jc V.
      Mas vc tá ligado que a criança tbm acaba morrendo do mesmo jeito né?? E o médico (que cometeu duplo homicídio) acaba livre. Ainda acha isso lindo?
    • Bruno
      #Legalizejá
    • Otavio Ferreira Flores
      as mulheres que vão para matar em clinicas ilegais acabam sangrando e morrendo,isso soa ate poético isso e lindo.
    • Jc V.
      Aborto talvez seja o maior tabu envolvendo sexualidade. Mas uma coisa é certa: Legal ou não, é um problemão de saúde pública e merece ser discutido de forma madura e democrática.Criminalizar o aborto não parece ser solução. Não faz sentido punir uma mulher que, por desespero, já passou pelo trauma e estresse de um procedimento tão invasivo. Mas o médico que faz isso deve ser punido sim.Uma coisa é certa, argumentos baseados na religião ou em um direito a vida abstratos devem simplesmente ser ignorados. E outra, a maioria das pessoas culpam as mulheres de não querer se responsabilizar pelo filho, mas as pesquisas apontam que a maioria das mulheres que procuram abortar fazem isso justamente pq os PAIS é que não querem se responsabilizar (nenhuma criança nasce sem a ação de duas pessoas né?), sendo as vezes até coagidas pelos homens à abortar. Não se trata de culpabilizar a mulher, as pessoas tratam como se uma mãe fosse só um útero ambulante e se esqueçem que essas mulheres (geralmente pobres) tem uma vida muito muito mais sofrida que a nossa da classe média... Daí é fácil querer julgar.Como contraponto, se as mulheres pregam que os homens devem se responsabilizar pelas crianças tanto quanto elas, o pai também deve ter direito de voto nessa decisão. Portanto, esse papo de meu útero, minhas regras é um radicalismo injusto. É preciso ser coerente, no mínimo.Enfim, é debate pra um ano todo. E debater é saudável.
    • Vidamell Vida R.
      hmm.....Promissor
    • Endo Torres
      Patético.
    Mostrar comentários
    Back to Top