Meu AdoroCinema
Samantha!: Nova comédia brasileira da Netflix atinge os alvos certos por caminhos tortos (Crítica da 1ª temporada)
Por Bruno Carmelo — 02/07/2018 às 09:50
facebook Tweet G+Google

Emanuelle Araújo e a busca pela fama à brasileira.

Nota: 3/5

A Netflix não estava brincando quando disse que Samantha! seria uma comédia "tipicamente brasileira". Ao invés de reproduzir modelos sociais norte-americanos, o projeto trabalha com ícones bem conhecidos do imaginário nacional: a ex-estrela mirim desesperada para reconquistar a fama, o jogador de futebol fracassado e envolvido em problemas com a justiça, a blogueira adolescente superficial, o apresentador de TV mulherengo, o empresário sem escrúpulos...

Além de constituírem um prato cheio para a comédia, estes coloridos personagens servem para criticar as raízes do comportamento que muitos brasileiros consideram ao mesmo tempo a nossa maior força e a nossa maior fraqueza: o "jeitinho", a malandragem, a pequena corrupção do dia a dia. O vício pela fama, o uso excessivo das redes sociais, a relação promíscua da mídia com a política são temas importantes, que merecem ser parodiados. Prepare-se para piadas inteligentes com Roberto Carlos, Susana VieiraFábio Jr. e outros nomes que não vamos contar para não estragar a surpresa.

O elenco é excelente: Emanuelle Araújo tem recursos de sobra para interpretar a personagem principal, oscilando entre a ternura, a malícia e o egocentrismo. Paulo Tiefenthaler, Daniel FurlanGilda NomacceRodrigo Pandolfo constituem reforços de peso à primeira temporada. Lorena Comparato, em especial, rouba a cena sempre que aparece: a atriz consegue extrair o máximo humor de sua personagem blogueira sem ridicularizá-la, demonstrando um trato afiadíssimo nos diálogos.

O resultado, infelizmente, é comprometido por escolhas de roteiro e de direção. Os episódios possuem uma estrutura muito semelhante, e portanto repetitiva: Samantha consegue uma nova oportunidade de fama, desperdiça-a por desespero, e no final surge um salvador de lugar algum, oferecendo uma nova oportunidade, e assim por diante.

Paralelamente, alguns personagens centrais precisariam de maior desenvolvimento. Os filhos do casal Samantha-Dodói (Douglas Silva) não possuem conflitos próprios, limitando-se a orbitar em torno da mãe. Os atores mirins possuem diálogos escritos demais, tendo dificuldade de torná-los naturais em cena. Mesmo Dodói carece de desenvolvimento em sua trajetória de jogador-que-não-joga: o roteiro encontra dificuldade em ocupar de modo verossímil qualquer outro personagem além da protagonista.

O trabalho de enquadramentos e montagem é estático, fragmentado demais - algo que até poderia ser interessante caso utilizado de modo crítico. Luís Pinheiro, um dos diretores, desenvolveu uma linguagem fluida e ambiciosa em Mulheres Alteradas, mas este caminho não se reproduz na série: com seus simples planos de conjunto, Samantha! reproduz cacoetes da televisão, transparecendo a clausura excessiva dos personagens confinados em cenários com aparência de estúdio.

Se a intenção é abordar a fama e os símbolos sociais, seria essencial que Samantha andasse pelas ruas, que fosse conhecida pelas pessoas fora de sua casa, que a blogueira interagisse com outros jovens, que Dodói tivesse uma relação com o mundo que o cerca. Este universo imagético é hermético, teatral demais. O projeto ganharia muito em humor e profundidade caso permitisse algo mais próximo do acaso, do naturalismo contrastado ao exagero dos figurinos e do desespero da cantora-atriz-apresentadora.

Mesmo assim, a série demonstra potencial, além de um importante senso de crônica, conseguindo captar tanto as características mais marcantes dos anos 1980 quanto aquelas dos anos 2010. O gancho para a segunda temporada é perigoso, mas extremamente promissor, caso os criadores consigam retirar os seus personagens-tipos de cenários fechados e diálogos fechados, permitindo que ganhem o mundo.

facebook Tweet G+Google
Links relacionados
Pela web
Comentários
Mostrar comentários
Siga o AdoroCinema
Novas séries mais esperadas
Legacies
1
Legacies
Drama, Fantasia
Estreia
25 de outubro de 2018 em CW
Castle Rock
2
Castle Rock
Drama, Terror
Estreia
25 de julho de 2018 em Hulu
Todos os vídeos
Os Inocentes
3
Os Inocentes
Drama, Fantasia
Estreia
24 de agosto de 2018 em Netflix
Todos os vídeos
Jack Ryan
4
Jack Ryan
Espionagem, Suspense
Estreia
31 de agosto de 2018 em Amazon
Todos os vídeos
Novas séries mais esperadas
Últimas notícias de séries
Comic-Con 2018: Vikings ganha teaser brutal e data de estreia para a segunda parte da 5ª temporada
NOTÍCIAS - Festivais e premiações
sexta-feira, 20 de julho de 2018
Comic-Con 2018: Vikings ganha teaser brutal e data de estreia para a segunda parte da 5ª temporada
Comic-Con 2018: Kunal Nayyar diz que gostaria de spin-off de The Big Bang Theory focado em Raj
NOTÍCIAS - Festivais e premiações
sexta-feira, 20 de julho de 2018
Comic-Con 2018: Kunal Nayyar diz que gostaria de spin-off de The Big Bang Theory focado em Raj
Comic-Con 2018: Young Justice - Outsiders ganha trailer da terceira temporada
NOTÍCIAS - Festivais e premiações
sexta-feira, 20 de julho de 2018
Comic-Con 2018: Young Justice - Outsiders ganha trailer da terceira temporada
Guerra dos Mundos vai virar série de TV
NOTÍCIAS - Produção
sexta-feira, 20 de julho de 2018
Guerra dos Mundos vai virar série de TV
Comic-Con 2018: Fear the Walking Dead ganha trailer intenso da temporada 4B
NOTÍCIAS - Festivais e premiações
sexta-feira, 20 de julho de 2018
Comic-Con 2018: Fear the Walking Dead ganha trailer intenso da temporada 4B
Comic-Con 2018: Crossover do 'Arrowverse' ganha vídeo promocional anunciando a chegada de Batwoman
NOTÍCIAS - Festivais e premiações
sexta-feira, 20 de julho de 2018
Comic-Con 2018: Crossover do 'Arrowverse' ganha vídeo promocional anunciando a chegada de Batwoman
Notícias de séries
Back to Top