Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    The Resident: Primeiras impressões sobre a nova série médica da Fox
    Por Barbara Demerov — 2 de jul. de 2018 às 09:15
    facebook Tweet

    Assistimos aos dois primeiros episódios do novo projeto de Emily VanCamp (Revenge) e Bruce Greenwood (Jogo Perigoso).

    Drama, casos e pacientes complicados, uma dose de romance aqui e ali e mais um pouco de drama: apelando no quesito emoção, é assim que séries médicas vêm acertando cada vez mais o alvo e conquistando um público amplo. Chicago Med, The Good Doctor e, é claro, Grey's Anatomy, são alguns dos destaques. E agora mais uma série deve entrar para este time: The Resident.

    A produção, que estreou nos EUA no início deste ano, chegará ao Brasil pela FOX neste mês de julho com a proposta de ser um bom entretenimento e trazer questionamentos sobre a negligência na medicina americana - que está em 3º lugar nas causas de morte no sistema hospitalar, perdendo apenas para doenças cardiovasculares e o câncer. O AdoroCinema conferiu os dois primeiros episódios da série e conta suas primeiras impressões.

    Com quatorze episódios de uma hora cada, a primeira temporada acompanha a intensa rotina da equipe médica do Chastain Memorial Hospital e os dramas internos de seus personagens - assim como os interesses de alguns membros da equipe que prejudicam funcionários e até mesmo pacientes. A atenção no personagem Devon Pravesh (Manish Dayal) - e sua perspectiva um tanto quanto ingênua do que espera de seu trabalho recém-iniciado como residente - ajuda a vermos a luta diária de médicos que querem se manter íntegros e dar o seu melhor, como é o caso de Nicolette Nevin (Emily VanCamp, de Revenge) e do impulsivo Dr. Conrad Hawkins (Matt Czuchry, de The Good Wife), que, não tão surpreendentemente, possui características bem similares às do famoso Dr. House.

    Divulgação / FOX

    Além de Czuchry e VanCamp, Melina Kanakaredes (CSI: NY) e Bruce Greenwood (Jogo Perigoso) completam o elenco principal como os renomados médicos Lane Hunter e Randolph Bell. Fica claro logo de início que ambos não prezam pela ética de trabalho, pois buscam outros meios de conseguirem prestígio e dinheiro. Caso tais comportamentos e suas consequências não tivessem bastante foco na série (que por sua vez bebe da fonte de produções médicas já finalizadas como House e ER), a probabilidade dela não impactar seria muito possível.

    The Resident sabe que não há como ser 100% original e busca misturar elementos que há muito tempo são familiares ao público de séries médicas: casos com pacientes que possuem força suficiente para emocionar, os bastidores da área, as regras, disputas e desilusões. No entanto, algo que dá para ser destacado como um diferencial em apenas dois episódios é que a rotina hospitalar é, na verdade, um pano de fundo para o verdadeiro drama: a deturpação da imagem do que é ser um médico. Diferenciando bem os bons profissionais daqueles que não pensam no bem-estar coletivo, a série traz um elenco muito entrosado e com certeza fará os espectadores tomarem seus lados rapidamente.

    The Resident estreia em 04 de julho na FOX, com episódios duplos toda quarta-feira. A série já foi renovada para a segunda temporada.
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top