Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    The End of the F***ing World: Criador justifica o ambíguo final de temporada
    Por Laysa Zanetti — 7 de fev. de 2018 às 15:40
    facebook Tweet

    O que estará no futuro?

    The End of the F***ing World pegou o público de súbito e arrebatou uma multidão quando estreou na Netflix em janeiro. Adaptada das Graphic Novels homônimas de Charles Forseman, a série idealizada por Jonathan Entwistle traz a história de amadurecimento de James (Alex Lawther) e Alyssa (Jessica Barden), e deixa um final extremamente ambíguo a respeito da dupla. Em uma entrevista concedida ao Collider, Entwistle revelou que a cena final é bem semelhante à original da HQ, mas há — sim — uma certa liberdade criativa deixada justamente para não encerrar as possibilidades da temporada:

    "Para aqueles que já leram os gibis, eles terminam de forma bem definitiva. E de fato há um prólogo que nunca chegamos a filmar ou a escrever, que termina com a ambiguidade se é que isso faz sentido. Acho que para nós, queríamos a oportunidade de poder continuar a história, porque quando estávamos escrevendo — começamos a escrever a série há quatro anos e a Netflix não existia da mesma forma que existe hoje. Então quando estávamos organizando o arco e nos atendo muito próximos aos quadrinhos, fez sentido terminar daquela forma."

    O prólogo ao qual o showrunner se refere mostra Alyssa sentada sozinha em seu quarto após o tiroteio na praia, usando um prego para gravar o nome de "James" no próprio braço. O ato deixa bem claro que o garoto de fato teve um final trágico, mas justamente a ausência desta parte deixa as possibilidades abertas para a adaptação.

    "No fim das contas, nós achamos que aquela era uma forma legal de deixar as coisas abertas", seguiu Entwistle. "O que é realmente interessante para mim é saber que li comentários incríveis das pessoas se perguntando o que aconteceu com Alyssa. Este é o ponto chave para mim, ela estar tao no centro da história. Mesmo que de alguma forma a trama tenha se iniciado com James, a história é muito sobre Alyssa e como ela vai desvendando os segredos. Essa série é sobre Alyssa tentando encontrar o pai, basicamente. E eu acho que a história dela fica mais aberta no final. O mais ambíguo mesmo é o que acontece com Alyssa."

    Apesar de a série não ter uma ordem oficial de segunda temporada, o criador já vem pensando sobre uma possível continuação.

    "Acho que é uma conversa interessante, e é uma conversa que estamos tendo a longo prazo desde que a série decolou. E eu recebo literalmente milhares de mensagens por dia nas redes sociais perguntando sobre uma segunda temporada."

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top