Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Game of Thrones terá grande aumento de orçamento em sua oitava e última temporada
    Por Rodrigo Torres — 26 de set. de 2017 às 22:44
    facebook Tweet

    A previsão é de US$15 milhões por episódio — quantia que poderá subir devido à longa duração dos capítulos.

    Em uma longa matéria sobre a alta no custo das séries provocada pelo Peak TV (termo que designa esse momento de produção e concorrência efervescentes na televisão), a Variety revelou o orçamento da oitava temporada de Game of Thrones: US$15 milhões por episódio, muito acima dos US$10 milhões gastos pela Netflix nas multimilionárias The Crown e The Get Down. Com isso, a HBO terá investido suntuosos US$90 milhões no ano derradeiro de seu maior blockbuster. E esse número pode subir..!

    A Vanity Fair confirma os números, porém observando que a oitava temporada deverá ter episódios com tamanho de longa-metragem. Segundo a designer de som Paula Fairfield, a expectativa é que cada capítulo seja até mais longo que o recordista da série até o momento: seu último season finale, "The Dragon and the Wolf", com 81 minutos. Como o orçamento das séries é baseado em sua duração (cuja média costuma ter menos de 60 minutos), são grandes as chances de a oitava temporada de Game of Thrones quebrar a barreira dos US$100 milhões.

    Fantasma

    Para efeito de comparação, a HBO investiu US$6 milhões por capítulo no segundo ano da série de fantasia, com aumentos progressivos para US$8 milhões e, nas últimas duas temporadas, US$10 milhões — devido a episódios mais intensos e elaborados, como "Hardhome" e "Battle of the Bastards". Nesse sentido, vale lembrar que o diretor dos capítulos citados, Miguel Sapochnik, foi confirmado para comandar, provavelmente, metade da última temporada. E lembrar suas declarações sobre o impacto criativo das limitações de orçamento no produto final de Game of Thrones.

    "O Fantasma estava lá em abundância originalmente", disse Sapochnik quando perguntado sobre a absurda ausência do lobo gigante de Jon (Kit Harington) durante a Batalha dos Bastardos. "Mas ele é um personagem que custa tempo e dinheiro incrivelmente altos para ser criado. Enfim, tivemos que escolher entre [o gigante] Wun-Wun e o lobo, aí o cão caiu por terra", explicou o cineasta.

    Viserion

    Na oitava temporada, no entanto, a garantia é de que a HBO dará aos showrunners David Benioff e D.B. Weiss (anunciados como diretores do episódio final de Game of Thrones) as melhores condições para realizar a série. E isso inclui não somente o retorno do Fantasma e de Nymeria, como muitas cenas com zumbis, grandes batalhas que terão as engenhosas cenas com Dothrakis montados em cavalos e mais sequências com dragões, incluindo um esperado confronto entre Drogon e seu irmão Viserion.

    Paula Fairfield conta que os filhos de Daenerys (Emilia Clarke) apareceram mais vezes na sétima temporada que em todas as anteriores combinadas, e isso foi muito custoso. A engenheira de som garante que na oitava essa proporção será ainda maior. Assim, só podemos esperar da HBO a confirmação oficial desse orçamento ou o anúncio de um investimento ainda maior para os longos episódios da temporada final de Game of Thrones.

     

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top