Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Estudo indica que fazer maratona de séries aumenta o risco de morte precoce
    Por Laysa Zanetti — 7 de jan. de 2017 às 08:54
    facebook Tweet

    Eita!

    Ver séries mata. Você provavelmente já leu alguma coisa parecida em algum lugar, com tantos estudos sendo feitos nos últimos anos para estudar os hábitos de consumo de televisão ao redor do mundo. O termo "binge watching" se popularizou para explicar a ideia de alguém que passa longas horas do dia assistindo aos episódios de uma série, mas também podemos chamar isso simplesmente de "maratona". E segundo os estudiosos da Universidade de Osaka, no Japão, quanto mais horas se dedica à prática, maiores as chances de se desenvolver embolia pulmonar.

    O estudo aponta que uma pessoa que passa cinco ou mais horas por dia vendo televisão, seja na TV, no celular, tablet ou variados, tem o dobro de chances de morrer de embolia do que uma pessoa que vê duas horas e meia, por exemplo. Recomenda-se que a cada hora a pessoa faça algum tipo de exercício para relaxar e tensionar os músculos.

    Recentemente, um estudo da Universidade do Texas apontou que o hábito de consumo de séries em maratona pode ter uma relação com a depressão em jovens adultos, que passam muitas horas por dia vendo televisão para "escaparem dos sentimentos negativos".

    Por fim, um estudo da associação americana do coração afirma que também há risco de doenças cardiovasculares para quem fica mais de três horas diárias em frente ao televisor, e recomenda praticar exercícios e fazer intervalos.

    Com tantos riscos de morte para quem vê séries de TV, o melhor é tentar colocar a grade em dia o mais rápido possível...


    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    • Agnelo Oliveira
      Ainda estás viva Srta Green?
    Mostrar comentários
    Back to Top