Meu AdoroCinema
Westworld S01E06: Quem é o adversário?
Por Laysa Zanetti — 07/11/2016 às 10:32
facebook Tweet G+Google

Sexto episódio da temporada se distancia da narrativa fictícia do parque a fim de começar a entregar respostas; leia a análise.

“She looks like the real thing (Ela parece ser algo real)
She tastes like the real thing (Ela tem um gosto de algo real)
My fake plastic love (Meu falso amor de plástico)”

(Radiohead – Fake Plastic Trees)

Para uma série que vem levantando novas teorias a cada minuto e trazendo de volta o especulativo fã de Lost que habita em muitos de nós, Westworld poderia facilmente cair na armadilha de apresentar mistérios demais e se esquecer de resolvê-los. Felizmente, respostas é justamente o que o sexto episódio – em tempo – adiciona à trama.

HBO/Divulgação
O despertar de Maeve
A abertura ao som de “Fake Plastic Trees”, do Radiohead, no piano enquanto Maeve repete o início de seu ciclo é apenas o primeiro indício de que Thandie Newton roubaria o episódio. Existe uma conexão muito forte e ao mesmo tempo singela entre a letra da música e a ilusão de vida que os anfitriões conduzem – ilusão esta que, ao longo do episódio, é destruída completamente para Maeve, durante a bela sequência em que ela caminha pelos corredores da Delos, junto a Felix (Leonard Nam), e observa impotente todos os outros iguais a ela, “de plástico”, sendo moldados: da morte de volta à vida. À serventia do sonho de terceiros.

O fato de o episódio ser basicamente centrado na sede do parque favorece o aprofundamento em alguns arcos narrativos, embora deixe de lado Dolores (Evan Rachel Wood) e William (Jimmi Simpson) para que isso seja possível. As investigações de Bernard (Jeffrey Wright) e Elsie (Shannon Woodward) a respeito do caso de espionagem industrial ajudam ainda no esclarecimento de um segundo mistério: a natureza do “garoto”, que agora confirmamos ser uma versão jovem de Ford (Anthony Hopkins). E, apesar de uma ou outra resolução fácil – quão óbvio era o fato de que alguma coisa aconteceria a Elsie, sozinha em um local escuro e repleto de esconderijos? – as explicações oferecidas corroboram algumas suspeitas, mas levantam outras indagações.

Que o garoto era uma versão jovem do criador do parque já era uma teoria muito forte, mas o fato de toda a sua família também existir como ‘Fantasma’ foi uma curiosa surpresa. Neste ponto, o episódio esclarece a menção do Homem de Preto (Ed Harris), no episódio anterior, sobre como os anfitriões eram "bonitos" antes de serem transformados em versões mais ''humanizadas'', mas também revela um forte apego de Ford ao próprio passado, por reviver – talvez – a infância através das versões robotizadas de sua família. E fica a questão: se há uma versão de Robert... será que outros anfitriões também não sejam versões de pessoas reais? Será que há também uma versão de Arnold?

A "segunda face" do pequeno Robert mostra como eram os anfitriões da primeira geração, explicando a fala do Homem de Preto a Teddy no episódio anterior

Um dos pontos fortes de Westworld durante o piloto era observar a construção das narrativas na justaposição entre ficção e realidade, tecendo uma forte analogia entre as histórias fictícias e sua mera existência para satisfazer, ou gerar, desejos em quem as assiste (ou vive). Tudo isso perdeu espaço nos episódios seguintes para o aprofundamento da história de Dolores, William e Logan (Ben Barnes), o Homem de Preto e a busca pelo labirinto. Voltar agora aos "dramas de bastidores" tem uma função clara de tirar o espectador daquela imersão nos acontecimentos do parque, causando até um certo choque de realidade. É como se a série tivesse permitido ao público que mergulhasse nos ciclos narrativos durante quatro episódios, para retirá-lo abruptamente, deixando um lembrete: "Tudo isso é só ficção."

HBO/Divulgação
As escavações de Bernard desvendam segredos na trama
Dessa forma, quem acaba ganhando mais importância é Theresa (Sidse Babett Knudsen). Membro do corpo administrativo da Delos (os "Homens do Dinheiro", segundo Ford), ela é identificada como parte da espionagem industrial que utiliza os androides da primeira geração para retirar informações do parque, e segundo os dados coletados por Elsie, estaria trabalhando junto a... Arnold?

Não será exatamente algo inesperado se o co-criador do parque estiver vivo (a suspeita corre solta em fóruns por aí), e em questão de praticidade, é importante destacar que a introdução de um aparente "novo mistério" no episódio cinco com o comunicador no braço do anfitrião desgarrado não se tratava exatamente de um novo mistério – 'apenas' a pista para a resolução de um que já existia. Afinal de contas, dada a importância de Arnold e o quanto ele é mencionado, e o fato de Dolores, o pequeno Robert (Oliver Bell) e os demais anfitriões mais antigos ouvirem sua voz constantemente, seria realmente improvável que ele estivesse por trás das espionagens a fim de terminar o que não conseguiu há cerca de 35 anos?

Tendo passado da metade da temporada, seria apenas o certo começar a entregar respostas e nomear as pessoas por trás dos eventos que estão alterando as rotinas do parque. Assim, embora as reais intenções do Dr. Ford se mantenham uma incognita, o episódio esclarece que há muitas nuances entre o que ele deixa transparecer e o que ele realmente está planejando. "O Adversário", no fim das contas, é Ford, Wyatt, Arnold, Theresa ou Teddy (James Marsden)?  

Cantinho da Especulação

Já que o episódio se manteve distante de Dolores e William, e mostrou poucas coisas do Homem de Preto e Teddy, há poucas especulações novas a respeito das duas linhas temporais. Uma evidência , embora simples, que apareceu no episódio é o logotipo antigo, que surge quando Bernard vai até um nível restrito da administração e faz login em um computador com o sistema mais velho. Neste momento, aparece brevemente o logo antigo na página de acesso, deixando a entender que é realmente possível que estejamos vendo duas histórias se desenvolvendo em épocas diferentes.

Reddit/Reprodução
"Arnold", na foto exibida no episódio 3 x o pai de Robert Ford
Enquanto a identidade de Arnold se mantém um mistério, há uma evidência de que ainda não tenhamos visto quem ele é de fato. Quando Bernard encontra a família Ford, ele acha que o pai é Arnold – sendo a pessoa que ele viu na foto ao lado de Robert no episódio 3. Colocadas lado a lado, nota-se que de fato a pessoa na foto era o pai de Ford (veja ao lado). Será que a série está deliberadamente escondendo quem é Arnold, na possibilidade de ele ser alguém que já tenha aparecido? Ou ter o mesmo rosto de alguém já conhecido?

Curiosamente, há novamente a menção de Bernard já estar trabalhando no parque há muito tempo...

O que você achou do episódio?

facebook Tweet G+Google
Links relacionados
Pela web
Comentários
Mostrar comentários
Siga o AdoroCinema
Novas séries mais esperadas
Raio Negro
1
Raio Negro
Drama, Fantasia
Estreia
16 de janeiro de 2018 em CW
Todos os vídeos
Siren
2
Siren
Drama
Estreia
29 de março de 2018 em Freeform
Todos os vídeos
The Alienist
3
The Alienist
Drama, Histórico
Estreia
22 de janeiro de 2018 em TNT
Todos os vídeos
Rise
4
Rise
Drama
Estreia
13 de março de 2018 em NBC
Novas séries mais esperadas
Últimas notícias de séries
As 20 melhores séries de 2017 segundo o AdoroCinema
NOTÍCIAS - Visto na web
sábado, 16 de dezembro de 2017
As 20 melhores séries de 2017 segundo o AdoroCinema
Netflix enviou mensagem para checar se estava tudo bem com usuário que passou uma semana vendo séries
NOTÍCIAS - Visto na web
sexta-feira, 15 de dezembro de 2017
Netflix enviou mensagem para checar se estava tudo bem com usuário que passou uma semana vendo séries
Love: Terceira temporada será a última
NOTÍCIAS - Produção
sexta-feira, 15 de dezembro de 2017
Love: Terceira temporada será a última
Titans: Saiu a primeira foto dos heróis Rapina e Columba na série dos Jovens Titãs
NOTÍCIAS - Visto na web
sexta-feira, 15 de dezembro de 2017
Titans: Saiu a primeira foto dos heróis Rapina e Columba na série dos Jovens Titãs
NBC desenvolve novo remake da comédia britânica The IT Crowd
NOTÍCIAS - Produção
sexta-feira, 15 de dezembro de 2017
NBC desenvolve novo remake da comédia britânica The IT Crowd
Will Smith recria abertura de Um Maluco no Pedaço com Ellen DeGeneres
NOTÍCIAS - Personalidades
sexta-feira, 15 de dezembro de 2017
Will Smith recria abertura de Um Maluco no Pedaço com Ellen DeGeneres
Notícias de séries
Top séries
The Walking Dead
1
Direção: Larry Teng, Bill Gierhart, Larysa Kondracki
Elenco: Andrew Lincoln, Steven Yeun, Steven Yeun
Drama, Terror
Vikings
2
Direção: Ciaran Donnelly, Johan Renck, Daniel Grou
Elenco: Katheryn Winnick, Travis Fimmel, Clive Standen
Aventura, Drama
Dark
3
Direção: Baran bo Odar
Elenco: Louis Hofmann, Oliver Masucci, Stephan Kampwirth
Drama, Suspense
Grey's Anatomy
4
Direção: Michael Pressman, Ron Underwood, Tony Goldwyn
Elenco: Ellen Pompeo, Ellen Pompeo, Ellen Pompeo
Drama, Médico
Séries mais consultadas
Back to Top