Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Monster Hunter: Novo filme com Milla Jovovich é acusado de racismo e retirado dos cinemas chineses
    Por Bruno Botelho dos Santos — 10 de dez. de 2020 às 10:06
    facebook Tweet

    O diretor Paul W.S. Anderson pediu desculpas e disse que a piada racista será cortada de todas as versões

    Monster Hunter, o novo filme com Milla Jovovich que adapta os games de mesmo nome, foi acusado de conter uma piada racista, que gerou bastante, a ponto de levar a produção a ser retirada dos cinemas da China.

    Lançado no dia 4 de dezembro nos cinemas chineses, na cena polêmica o soldado interpretado pelo ator Jin Au-Yeung conversa com um outro soldado e diz: "Olhe os meus joelhos", o outro pergunta “Que joelhos são esses?”, então Jin responde “Chi-nese”. Que é um trocadilho com a sonoridade nese e a palavra em inglês knees, que significa joelhos.

    Algumas pessoas relacionaram a cena com uma canção racista da época da Segunda Guerra Mundial, com um versinho rimando as palavras: “Chinese, Japanese, dirty knees” (chineses, japoneses, joelhos sujos).

    Com isso, o filme de ação e aventura foi retirado dos cinemas chineses no sábado (5 de dezembro), depois que os cineastas e internautas se ofenderam com o diálogo, encarado como calúnia racial.

    Cena será cortada de todas as versões do filme

    Após o ocorrido, a piada racista de Monster Hunter será cortada de todas as versões do filme.

    Em comunicado ao Deadline, o diretor Paul W.S. Anderson pediu desculpas e disse que está “arrasado” por qualquer coisa no filme “ter causado uma ofensa não intencional”. “Nunca foi nossa intenção enviar uma mensagem de discriminação ou desrespeito a ninguém. Pelo contrário – no fundo, nosso filme é sobre união”, afirmou Anderson.

    Também se desculpando, o rapper/ator sino-americano Jin Au-Yeung (também conhecido como MC Jin) lamentou o ocorrido em seu Instagram: “Senti necessidade de abordar esta situação porque o que está em jogo não é minha carreira, mas algo ainda mais caro ao meu coração – minhas raízes. Passei os últimos 20 anos usando minha plataforma para abraçar e ser uma voz positiva para minha comunidade. Tenho e sempre terei orgulho de minha herança”. Veja a publicação:

    Ver essa foto no Instagram

    Uma publicação compartilhada por MC Jin (@iammcjin)

    A produtora do filme Constantin Film afirmou que "não houve absolutamente nenhuma intenção de discriminar, insultar ou ofender qualquer pessoa de herança chinesa" em um comunicado à Bloomberg afirmando que ouviram as críticas e removeram a cena.

    Porém, a produtora não confirmou se o filme será relançado na China após a retirada do diálogo. Vale lembrar que a China é o segundo maior mercado de cinema no mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos.

    Monster Hunter estreia nos Estados Unidos dia 25 de dezembro de 2020 e está previsto para estrear no Brasil em 14 de janeiro de 2021. Inclusive, o filme ganhou painel na CCXP Worlds.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Rey B.
      misericordia santa babaquisse
    • Guilherme Anjos
      mimimi -.-'Essa indústria ta cada vez pior, tudo é racismo.
    Mostrar comentários
    Back to Top