Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Oscar 2021: Filmes que queremos muito ver na premiação
    Por Katiúscia Vianna — 7 de dez. de 2020 às 15:06
    facebook Tweet

    De Bacurau a Mank, passando pelo sucesso de Spike Lee, Da 5 Bloods, já existem vários candidatos fortes para o prêmio da Academia.

    Dessa vez, a temporada de premiações vai demorar um pouco mais, já que a pandemia do Coronavírus culminou no adiamento do Oscar 2021 para abril. Porém, dezembro não traz apenas o clima de natal, como também já virou tradição começar a debater quais filmes podem disputar a estatueta.

    Enquanto ainda está cedo para previsões (e nem todos os possíveis concorrentes estrearam), o que podemos fazer é torcer por alguns filmes que já vimos e merecem um lugar especial no Oscar 2021:

    Bacurau

    Bacurau pode ser um filme de 2019, e nem foi nosso representante no último Oscar, porém só chegou este ano ao circuito norte-americano, se tornando elegível para a próxima edição da premiação. Existe um grupo de críticos internacionais que faz campanha pela presença de Bacurau em diversas categorias — inclusive, uma possível indicação de Sonia Braga (que chegou a entrar na lista de melhores atores do século XXI do New York Times).

    Bacurau: 5 perguntas que o filme deixa sem resposta

    Mank

    Elogiadíssimo pela crítica do AdoroCinemaMank é o novo queridinho da imprensa especializada. E não é pra menos... O filme de David Fincher é um retrato incrível sobre os tempos antigos de Hollywood, ao mesmo tempo que é um trabalho intimista do adorado cineasta. É possível que seja um dos longas mais indicados da noite, merecendo atenção desde categorias técnicas (como a fotografia preta e branca); passando pelas performances de Gary Oldman e Amanda Seyfried, até mesmo entrar na disputa de melhor filme. 

    One Night in Miami

    Tecnicamente, One Night in Miami ainda não estreou no Brasil, mas o AdoroCinema teve a chance de conferir o aguardado projeto durante o Festival de Toronto 2020. Para começar, o quarteto protagonista entrega performances sensacionais — com Kingsley Ben-Adir interpretando Malcolm X, por exemplo. O que também se destaca é a direção impecável da musa Regina King, atriz oscarizada que faz sua estreia em tal função. Aliás, fica aqui nossa torcida por mais mulheres na categoria de direção... Afinal, candidatas não faltam, como Chloe Zhao (Nomadland) e Sofia Coppola (On the Rocks).

    Destacamento Blood: Netflix analisa história do filme e revela imagens inéditas em vídeo dos bastidores

    Destacamento Blood

    Falou em Spike Lee, falou em filme bom, não é mesmo? O cineasta é um dos nossos favoritos e fez mais um trabalho incrível com Destacamento Blood — um dos possíveis candidatos da Netflix, junto com MankOs 7 de Chicago e muitos outros. Com um roteiro marcante que reconsidera a história norte-americana por um novo olhar, também vale a pena destacar as performances de seu elenco, principalmente por Delroy Lindo e pelo saudoso Chadwick Boseman (que ainda pode concorrer com outro projeto da plataforma, A Voz Suprema do Blues, ao lado de Viola Davis).

    Babenco

    Obviamente, também fica aqui registrada nossa torcida pelo representante oficial do Brasil no Oscar 2021: Babenco, Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou. Premiado em Veneza, o documentário dirigido por Bárbara Paz subverte as expectativas do gênero para fazer um retrato singular sobre os últimos momentos de seu marido, o cineasta Héctor Babenco, falecido em 2016. Vale lembrar que o próprio já foi indicado ao Oscar em 1986, por seu trabalho no comando de O Beijo da Mulher Aranha, então é respeitado pelos membros da Academia.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top