Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    7 filmes e séries para entender as eleições americanas
    Por Paola Piola — 4 de nov. de 2020 às 12:33
    facebook Tweet

    Separamos documentários e outras produções para quem quiser entrar no clima da disputa entre Joe Biden e Donald Trump.

    As eleições americanas estão pegando fogo enquanto os votos da disputa entre Joe Biden e Donald Trump são contabilizados. O processo pode durar dias ainda e o sistema eleitoral americano pode causar confusão em quem não está tão familiarizado ou está acostumado com a simplicidade do sistema automatizado do Brasil. Nos Estados Unidos, o candidato com mais votos populares não necessariamente é o próximo presidente eleito.  Por isso, separamos uma lista de filmes e séries para quem quiser aproveitar o momento e entender um pouco mais da história política americana:

    Opinião: Cinema e política se misturam?

    Explicando: O Poder do Voto

    Começando de uma forma mais didática, a série Explicando da Netflix dedica seus episódios a destrinchar algum assunto de relevância do momento, seja o CoronaVírus, a diferença salarial entre homens e mulheres, sexo, e dedicou toda uma missérie de 3 episódios sobre o voto e a democracia americana.

    Privacidade Hackeada

    Também na Netflix, o documentário Privacidade Hackeada explora os escândalos do Facebook em 2018, quando a empresa Cambridge Analytica coletou dados sem permissão de mais de 87 milhões de usuários. A relação com as eleições é como esses dados foram usados para influenciar as eleições americanas de 2016 e o resultado do Brexit na Inglaterra. Com depoimentos de Brittany Kaiser, ex-diretora de desenvolvimento de negócios da Cambridge Analytica e que participou do processo de contratação da empresa para as campanhas de Trump e do Brexit, além de ter sido, anteriormente, membro na campanha presidencial de Barack Obama. 

    O Dilema das Redes: Facebook se defende das críticas abordadas no documentário

    Todos os Homens do Presidente

    O filme Todos os Homens do Presidente é uma indicação clássica nas aulas de jornalismo. Baseado em uma história real, aqui temos uma dupla de jornalistas que investiga o escândalo de Watergate nos anos 70, após a invasão ao prédio de mesmo nome e sede do Partido Democrata, descobrindo uma rede de lavagem de dinheiro e espionagem que culminou na renúncia do presidente Richard Nixon, reeleito em 1972, e envolvido no caso. O filme intercala imagens históricas com dramatização com os atores Dustin HoffmanRobert Redford nos papéis principais. 

    House of Cards

    Mais dramatizada, a série foi prejudicada na temporada final por Kevin Spacey e seu histórico de assédios, que culminaram no afastamento do ator do papel de Frank Underwood, um congressista americano ambicioso e todas as suas manipulações e acordos para chegar até a presidência americana, derrubando toda e qualquer pessoa que atrapalhar seu caminho. Em House of Cards - dirigida por David Fincher - é possível vermos os bastidores de Washington DC, os acordos em troca de apoio de político, corrupção e que ninguém é mocinho quando se trata de poder, e acabamos nos tornando cúmplices de Frank em suas constantes quebras da 4ª parede.

    House of Cards: Crítica da sexta (e última) temporada

    Obama: O Último Ano

    Para quem sente saudades do carisma de Barack Obama, o documentário O Último Ano, da Netflix, acompanha o ex-presidente americano e sua equipe de política externa viajando por 21 países enquanto prepara o último ano de mandato. 

    Trump: Um Sonho Americano

    Como um empresário e ex-apresentador de reality show virou o presidente da "maior democracia do mundo" contrariando todas as pesquisas e expectativas? O doc Trump: Um Sonho Americano, também na Netflix, mostra em quatro episódios a trajetória do atual presidente, acompanhando seus negócios, vida pessoal e envolvimento com a política.

    Hollywood repercute eleição de Donald Trump nos Estados Unidos

    537 Votos

    Disponível na HBO Go, o documentário 537 Votos conta a história da eleição americana de 2000, quando George W. Bush, venceu Al Gore por uma margem bem apertada, conquistando o Estado da Flórida por apenas 537 votos. O filme apresenta os problemas sobre a tecnologia de votos no país e também a divisão dos colégios eleitorais por estado, permitindo que alguns tenham mais peso nas decisões sobre o próximo presidente.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top