Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Como Enola Holmes se compara a outros filmes de Sherlock Holmes?
    Por Barbara Demerov — 25 de set. de 2020 às 19:01
    facebook Tweet

    Produção estrelada por Millie Bobby Brown já está disponível na Netflix.

    O filme Enola Holmes já chegou à Netflix e possui Millie Bobby Brown no papel da irmã caçula de ninguém menos que Sherlock Holmes (aqui, interpretado por Henry Cavill). 

    A produção dirigida por Harry Bradbeer é mais uma adaptação centrada no universo do investigador mais conhecido da literatura clássica, mas é a primeira a apresentar uma irmã do famoso investigador inglês.

    E, até chegarmos ao protagonismo feminino dentro deste cenário, há muita história para contar! Desde a publicação do primeiro livro de Sir Arthur Conan Doyle, Um Estudo em Vermelho, em 1887, o personagem Sherlock foi crescendo aos olhos do público mais ávido por histórias misteriosas.

    Enola Holmes: Henry Cavill conta por que seu Sherlock é diferente dos de Robert Downey Jr. e Benedict Cumberbatch (Entrevista)

    Com o passar das décadas, mesmo após a morte do escritor, a fama de Sherlock Holmes só cresceu com diversas peças de teatro e publicações. A partir da criação de novas mídias, não tardou para que as histórias do personagem (até então conhecidas apenas através da leitura) fossem adaptadas para a televisão e cinema também.

    DIVERSOS INTÉRPRETES E VERSÕES DE SHERLOCK HOLMES

    Dentre alguns atores que já interpretaram Holmes, estão Sir Ian McKellen, Christopher Lee, Peter CushingMichael Caine e Rupert Everett. McKellen chamou a atenção por interpretar uma versão de Holmes em idade já avançada, com 93 anos, no filme Mr. Holmes. Porém, talvez a interpretação mais conhecida do icônico personagem seja a de Robert Downey Jr., que estrelou dois filmes dirigidos por Guy Ritchie, responsáveis por darem um toque moderno à história.

    Apesar do cenário de Sherlock HolmesSherlock Holmes - Jogo de Sombras se passar em uma Londres do século 19, a abordagem dos filmes se mostrou bem moderna e inusitada, trazendo um respiro mais informal para uma história tão tradicional e respeitada. O resultado foi satisfatório especialmente pela escolha do elenco e pelo modo de contar os eventos - com o ritmo frenético e montagem ágil.

    Além de Downey Jr., Jude Law integrou o elenco de ambos os filmes como Dr. Watson, fiel escudeiro do investigador. Os atores foram elogiados por público e crítica - especialmente o intérprete de Sherlock, que, apesar de dar uma parcela cômica, não deixou o lado excêntrico de lado, característica essa tão importante na composição do personagem.

    Já na televisão, a BBC trouxe Sherlock Holmes para os dias atuais em uma minissérie aclamada mundialmente pela crítica e público. Sherlock foi indicada a diversos Emmy e venceu o BAFTA de Melhor Série Dramática em 2011. A performance de Benedict Cumberbatch no papel do investigador foi muito elogiada durante as quatro temporadas, que contam com três episódios de aproximadamente 1h30 cada.

    COMPARANDO ESSAS PRODUÇÕES COM ENOLA HOLMES

    Como já falamos, as duas produções de Guy Ritchie ditaram um novo rumo ao universo do personagem; e Enola Holmes certamente bebeu um pouco da mesma fonte inspiracional. O filme protagonizado pela jovem de 16 anos também possui uma montagem dinâmica e o ritmo do filme quase sempre se apoia na ação - seja em perseguições no trem ou na cidade e na resolução de mistérios.

    Além disso, ele conta com a narração da própria personagem e com a quebra da quarta parede, fazendo com que Enola conte diretamente ao público como é sua vida. Com isso, o espectador compreende melhor sua personalidade e pode até mesmo prever algumas de suas escolhas.

    Até mesmo as performances de Bobby Brown e Downey Jr. são similares. Graças ao carisma de ambos os atores, suas presenças em tela possuem grande destaque. 

    Leia a crítica de Enola Holmes aqui.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top