Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Crítica: After - Depois da Verdade
    Por FilmStarts* (tradução) — 15 de set. de 2020 às 13:00
    facebook Tweet

    Sequência de After, filme entrega mais cenas quentes e qualidade acima do antecessor.

    Com o lançamento e sucesso de After - Depois da Verdade em cinemas internacionais e com data de estreia adiada no Brasil, estamos publicando a crítica de Tobis Meyer, do FilmStarts, site alemão parceiro do AdoroCinema. Após o lançamento do filme no Brasil, atualizaremos nosso conteúdo com uma nova crítica do nosso time.

    A surpresa foi grande quando After, a adaptação cinematográfica do best-seller com o mesmo nome e que não é nada pobre em termos de cenas de sexo explícito, recebeu a classificação indicativa “0+ anos” pelo FSK (orgão regulamentador da Alemanha) antes de seu lançamento no cinema em 2019. Mas quando você assiste o drama romântico adolescente, você rapidamente percebe que o FSK tinha realmente feito tudo certo com esta classificação aparentemente absurda: o que acontece entre o bad boy Hardin e Tessa no filme é tão sujo quanto uma missa de domingo.

    Embora a primeira parte, apesar da castidade, tenha se mostrado um verdadeiro sucesso cinematográfico, principalmente nos países europeus, especialmente na Alemanha com mais de um milhão de cinéfilos, a sequência agora deve mudar algumas coisas: a autora do livro Anna Todd tinha uma garantia contratual prévia de que as cenas de sexo em After - Depois da Verdade deveriam ser mais reveladoras - ela também escreveu o roteiro, depois de deixar essa tarefa para outros no filme anterior. E de fato: o sexo é mais selvagem do que no primeiro filme, razão pela qual After - Depois da Verdade agora recebeu a aprovação "a partir de 12 anos" na Alemanha. O fato de que a segunda parte não é apenas mais sexy, mas também um melhor filme, é principalmente devido à energia extra que tem em comparação com seu anterior, um tanto enfadonho. E ele também é mais espirituoso.

    Tessa (Josephine Langford) se sente traída e magoada após os eventos de After. Enquanto Hardin (Hero Fiennes Tiffin) volta aos seus velhos e ruins hábitos, a jovem estudante tem a oportunidade perfeita para se distrair quando consegue o estágio dos seus sonhos na Vance Publishing Company. E fica ainda melhor: em seu novo emprego, ela conhece Trevor (Dylan Sprouse), um colega tão atraente e inteligente quanto Hardin, mas que também tem a vantagem significativa de ser responsável.

    Então, há um final feliz em perspectiva? Infelizmente não, porque Tessa simplesmente não consegue tirar o ex da cabeça. Ele é o amor da vida dela, e "o desgraçado do Trevor" (como Hardin o chama) simplesmente não consegue acompanhá-lo, apesar de todas as vantagens óbvias. Portanto, a relação tóxica liga-desliga está entrando em uma próxima rodada ...

    O cenário como um intensificador de humor

    No início de After - Depois da Verdade, que agora Roger Kumble assume a direção, Hardin se agacha com um olhar sombrio em um carro surrado em um ferro-velho, onde aparentemente passou a noite inteira. Na série “After”, olhares simples não são suficientes para expressar as emoções - em vez disso, toda a cena, incluindo a agressiva música de fundo, é sempre explicitada para o público. Isso certamente não é sutil, mas pelo menos é feito de forma consistente: quando Hardin é atormentado por um pesadelo sobre acontecimentos terríveis de sua infância no final do filme, a tempestade perfeita ferve na frente da janela como se ordenada.

    Em termos narrativos, After - Depois da Verdade permanece fiel ao seu antecessor: o vai e vem constante entre Tessa e Hardin continua - e quando você pensa que os dois finalmente se encontraram, não demora muito para que um mal-entendido separe os dois amantes novamente. É por isso que o filme afunda visivelmente próximo do fim dos seus 106 minutos - até então, o drama romântico, às vezes, é até divertido, apesar do tempo ocioso da narrativa.

    Ironicamente, o tão severo Hardin causa risos, por exemplo, quando ele vai para a hot yoga com Tessa como parte de um presente de dia perfeito, onde suas muitas tatuagens parecem destoar do ambiente - ou quando ele apenas fica sentado atordoado, enquanto sua mãe (Louise Lombard), que veio da Inglaterra, e Tessa olham as fotos da infância do pequeno rebelde, até que o adulto Hardin finalmente se despede do quarto e diz que quer pular do penhasco.

    After - Depois da Verdade é no geral mais solto do que seu antecessor, o que, claro, também inclui as cenas de sexo entre Hardin e Tessa. Se você ainda sentia falta de sexo do filme anterior, desta vez ele está no hotel, no chuveiro e até no escritório - com o trabalho do diretor Roger Kumble tentando manter o equilíbrio certo. As cenas nunca parecem voyeurísticas, mas transmitem as mensagens essenciais que caíram por baixo da mesa na primeira parte: aqui estão dois protagonistas que realmente se querem - e Tessa agora está pronta para deixar claro para o dominante Hardin o que está acontecendo com ela.

    Conclusão: os fãs dos livros que ficaram desapontados com a primeira parte deveriam dar a After - Depois da Verdade uma chance - a sequência é muito diferente e bem melhor.

    50 Tons, After e outras fanfics que viraram filmes

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top