Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Três Verões e outros filmes com mulheres fortes do cinema nacional
    Por Amanda Brandão (Publieditorial) — 16 de set. de 2020 às 10:00
    facebook Tweet

    Com Regina Casé, Três Verões estreia no Telecine no dia 16 de setembro.

    “Mulheres fortes” é quase um pleonasmo, ainda mais em se tratando da nossa sociedade atual. E no cinema nacional encontramos diversas representações dessas grandes figuras que retratam as mulheres brasileiras. Independentemente de qualquer circunstância, essas personagens acabam inspirando e trazendo pontos de vista sobre o papel, história e lugar da mulher na sociedade. Seja pela perseverança de Eurídice e Guida em A Vida Invisível, seja pela autenticidade de Dona Hermínia, o cinema nacional é repleto dessas figuras importantes para o audiovisual.

    A nova estrela a representar a mulher no cinema brasileiro é Regina Casé em Três Verões. O filme que conta a história de Madalena estreia no Telecine no próximo dia 16 e, por isso, o AdoroCinema separou 5 mulheres fortes do cinema nacional.

    Três Verões: Regina Casé interpreta uma nova doméstica

    Madalena (Regina Casé) é funcionária na mansão de um rico casal que recebe amigos e família todo o verão, entre o Natal e Ano Novo. Três Verões é dirigido por Sandra Kogut, e se passa literalmente durante três verões, retratando a última semana dos anos 2015, 2016 e 2017. Por meio da história de Madalena, o público acompanha o desmantelamento de uma família em função dos dramas políticos que abalaram o país.

    Central do Brasil: Fernanda Montenegro encantou o país com Dora

    A força de Fernanda Montenegro está em Dora, a protagonista de Central do Brasil. A personagem trabalha escrevendo cartas para analfabetos na Central do Brasil. Após uma de suas clientes ser atropelada, ela acolhe seu filho, Josué (Vinicius de Oliveira), que fica perdido na estação. Os dois partem em direção ao interior do Nordeste, a fim de encontrar o pai do menino. 

    De Pernas Pro Ar: Alice é a liberdade da mulher brasileira

    Alice, vivida por Ingrid Guimarães, é mãe de família, empreendedora, dona de si e empoderada. Dona do Sex Delícia, sex shop que lança produtos inovadores, a história da personagem começa em De Pernas Pro Ar, quando ela vê que precisar aprender que dá para conciliar o trabalho com o prazer, por meio da ajuda de Marcela (Maria Paula).

    A Vida Invisível: A união entre irmãs

    Guida (Julia Stockler) e Eurídice (Carol Duarte) são irmãs e mulheres fortes à frente de seu tempo. A Vida Invisível é ambientado na década de 1950 e conta a história de Eurídice, uma jovem talentosa, mas muito introvertida, e de sua irmã mais velha, Guida, seu total oposto. Elas vivem em um rígido sistema patriarcal, até que Guida decide fugir de casa com o namorado, enquanto Eurídice luta para se transformar em uma musicista e aturar um casamento sem amor.

    Que Horas Ela Volta?: Val e a desigualdade de um Brasil dividido

    Val, a pernambucana e forte personagem vivida por Regina Casé é a protagonista de Que Horas Ela Volta?. Toda a sua garra arranca lágrimas de quem assiste ao filme, que gira em torno da babá de Fabinho (Michel Joelsas) em uma casa em São Paulo. Quando a filha de Val, Jéssica (Camila Márdila), vai para a capital prestar vestibular, ela fica hospedada na casa dos patrões. Porém, seu comportamento quebra certos padrões e a situação fica complicada

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top