Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    San Diego Comic-Con 2020: Versão virtual deixou saudades do Hall H (Opinião)
    Por Vitória Pratini — 28 de jul. de 2020 às 15:15
    facebook Tweet

    Evento virtual não superou expectativas mas foi um aprendizado.

    Kevin Winter/Getty Images

    Pela primeira vez em 51 anos, a San Diego Comic-Con — maior evento do gênero — aconteceu em uma versão online. Em decorrência da pandemia do coronavírus, o evento ocorreu virtualmente, de forma gratuita, e foi intitulado Comic-Con@Home. Só que, ao contrário da convenção presencial, em que centenas de pessoas vibram com a exibição de um novo trailer ou por estarem vendo de pertinho atores de seu filme ou série favoritos, a edição não promoveu tanta interação.

    Versão virtual da Comic-Con deu acesso a todos os fãs, mas não empolgou

    Os painéis consistiram de vídeos com a participação dos atores, cada um de suas casas. Só que, ao invés de serem ao vivo, com a participação dos fãs através de comentários (o substituto virtual das perguntas ao vivo no microfone), eram pré-gravados — provavelmente para evitar problemas técnicos, áudio e vídeos “truncados”, e otimizar tempo. Os vídeos não ofereceram interação entre realizadores e o público, e até as seções de comentários foram desativadas para os painéis do Comic-Con@Home no YouTube. A convenção de 2020 esteve muito longe da sensação de estar presente nos lotados Hall H e no Ballroom —os principais locais de painéis da convenção. Entrar nesses painéis no evento real é um mérito garantido a pessoas que enfrentam horas de filas, recompensa que não foi transportada para o virtual, restrita às devidas proporções, é claro.

    San Diego Comic-Con 2020: Tudo o que foi lançado na versão online do evento

    Por outro lado, a ideia foi bastante democrática, dando a chance para pessoas que nunca conseguiram se credenciar para o cobiçado evento, ou mesmo viajar para San Diego, na Califórnia, pudessem acompanhar a convenção. Sem contar que, os organizadores da convenção tiveram poucos meses para montar uma versão online e, dentro do possível, foi satisfatório. Até mesmo o tradicional baile Masquerade Ball, no qual os fãs mostram seus mais criativos cosplays, foi transportado para o Tumblr, na versão online. Pena que, desta forma, não dá para correr atrás daquele cosplay de Arlequina ou Thanos para garantir uma selfie criativa.

    Daniel Knighton/Getty Images
    Fãs se reuniram, de máscara, na frente do centro de convenções de San Diego em 2020, mesmo sem Comic-Con presencial.
    Grandes estúdios não participaram da Comic-Con

    O lineup não empolgou muito, e nem de perto o evento teve a mesma interação ou mesmo interesse do público ou dos grandes estúdios. Apesar de ter painéis badalados como da franquia The Walking Dead, do universo Star Trek e dois filmes de Keanu Reeves, a Comic-Con@Home esteve longe de ser o maior evento (virtual) de cultura pop do mundo — título muitas vezes associado a sua versão presencial. Grandes estúdios como Marvel, Warner e Paramount, por exemplo, pularam completamente a convenção. O que é compreensível, considerando que a pandemia do coronavírus interrompeu quase todas as produções de filmes e séries, impedindo que eles tivessem o que mostrar. Porém, os próprios painéis que de fato divulgaram algo novo, o fizeram antes da exibição online, ou dias depois.

    Elenco de The Walking Dead reunido no painel online.

    San Diego Comic-Con 2020: Com Keanu Reeves, painel de Constantine é marcado por nostalgia

    Participar dos painéis na San Diego Comic-Con, muitas vezes é sinônimo de ver algo inédito, como um trailer, um anúncio de data de estreia e poder fazer uma pergunta para os criadores ali presentes. Na Comic-Con@Home, isso não aconteceu. O único painel importante da Marvel no evento, por exemplo, foi para a série documental do Disney+ Marvel's 616. O vídeo apresentou dois clipes da produção — mas que já haviam sido lançados no YouTube no dia anterior. Da mesma forma, a nova data de lançamento de Bill & Ted: Encare a Música foi anunciada dois dias antes de seu painel no sábado.

    Já o enorme painel de Star Trek Universe gastou 20 minutos em uma leitura ao vivo com o elenco do final da 2ª temporada de Star Trek: Discovery, mas não encontrou tempo para anunciar notícias genuínas, como o fato de que a terceira temporada da série vai estrear em 15 de outubro. Em vez disso, o anúncio foi feito na segunda-feira por meio de comunicado à imprensa. Isso é mais um reflexo de que vídeos pré-gravados não trariam informações tão quentes assim.

    Painel de Os Novos Mutantes foi o mais falado nas redes sociais
    20th Century Fox
    Cena de Os Novos Mutantes.

    Nem mesmo as redes sociais fizeram barulho em torno do evento. De acordo com dados da empresa de análise de mídia social ListenFirst (via Variety), os tuítes que mencionaram a Comic-Con@Home caíram 95% em relação à convenção ao vivo de 2019 — apenas 93.681 tuítes no evento de cinco dias, contra 1.719.000 tuítes em 2019.

    As visualizações no YouTube, que hospedavam a grande maioria dos painéis da Comic-Con, foram pouco melhores. As visualizações médias de quinta-feira, que tiveram o período mais longo de painéis, foram em torno de 15.000 por painel. Por um lado, isso é o dobro da capacidade do Hall H, maior local da convenção Comic-Con. Porém, por outro lado, ainda é muito pouco em termos de visualizações no YouTube e impacto nas mídias sociais.

    painel com melhor desempenho para a Comic-Con@Home foi de Os Novos Mutantes, spin-off dos X-Men e adaptação de terror dos quadrinhos da Marvel. O filme teve sua data de lançamento adiada quatro vezes desde abril de 2018, e exibiu os primeiros minutos do filme dentro do próprio vídeo (sequência esta que fora mostrada originalmente na CCXP 2017). Até o momento, o painel do filme registrou pouco mais de 208.000 visualizações no YouTube desde 23 de julho e foi o mais discutido no Twitter, gerando 7.700 tweets.

    JusticeCon x Comic-Con
    Warner Bros.
    Cena de Liga da Justiça.

    Enquanto a Warner não levou novidades de seus filmes para a Comic-Con@Home, uma produção da DC marcou presença em outro evento, que aconteceu no mesmo sábado da San Diego Comic-Con: a JusticeCon, convenção independente de fãs da DC. O diretor Zack Snyder levou novidades quentinhas sobre seu próximo filme, o Snyder Cut de Liga da Justiça, em uma live ao vivo no YouTube. Além de revelar uma cena inédita que mostrou o traje preto do Superman, o cineasta e atores como Ray Fisher, intérprete de Ciborgue, responderam a perguntas do chat do YouTube em tempo real. O painel de Snyder registrou mais de 260.000 visualizações em menos de 48 horas.

    E o futuro?
    Albert L. Ortega/Getty Images
    Hall H em 2019.

    No geral, a existência da Comic-Con@Home não chegou nem perto da experiência ao vivo — da mesma forma que assistir a filmes em casa não se compara a ir ao cinema (com pipoca, telão e amigos). No entanto, diante das circunstâncias e pouco tempo de planejamento, tiramos o chapéu para os organizadores por terem reunido alguns dos nossos ídolos favoritos. Pode ter ficado muito àquem das expectativas, claro, mas serve de aprendizado para outros eventos, como Comic-Con Experience, que também terá sua versão online. Queremos ver conteúdos inéditos e desejamos interação com os atores, diretores e produtores. E não faz mal nenhum divulgar posteriormente o painel para aqueles que não podem viajar milhares de quilômetros para a convenção.

    Vamos chamar a Comic-Con@Home de uma colher de chá para quem segue em quarentena e aguarda ansioso para 2021 chegar com a liberação de aglomerações — de preferência numa fila de horas para entrar no famoso Hall H e ver todos os membros da Fase 4 da Marvel no palco.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top