Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    365 Dias: Cantora Duffy manda carta aberta ao CEO da Netflix
    Por Redação — 3 de jul. de 2020 às 15:27
    facebook Tweet

    Cantora - que passou por caso parecido no início da carreira - alega que a gigante do streaming está sendo irresponsável por disponibilizar um filme que glamouriza o tráfico sexual.

    365 Dias (365 DNI, no original) estreou há algumas semanas na Netflix e causou um certo choque nos espectadores por conta de sua trama envolvendo sequestro, abuso e Síndrome de Estocolmo - assim como as cenas de sexo quase explícitas. Depois da polêmica nas redes sociais, alguns famosos também decidiram falar abertamente sobre o porquê de o filme polonês ser tão problemático. A cantora Duffy foi uma delas.

    Por que 365 DNI é o filme mais problemático na Netflix? (Opinião)

    Recentemente, Duffy, conhecida pelo single "Mercy", contou sua própria experiência de ter sido drogada, sequestrada e estuprada no início da carreira, algo que lhe causou um período de reclusão e afastamento da mídia. Com o sucesso do filme, a cantora escreveu uma carta aberta ao CEO da Netflix, Reed Hastings, criticando a plataforma por sua decisão "irresponsável" de transmitir o polêmico filme 365 Days, que ela alega ser considerado um "drama erótico pela Netflix, e que fascina a realidade brutal do tráfico sexual, sequestro e estupro". "Essa não deve ser a idéia de entretenimento de ninguém, não deve ser descrita como tal, nem ser comercializada dessa maneira", escreve ela na carta divulgada em diversos meios de comunicação. Confira a carta completa aqui.

    Cantora chama Netflix de insensível ao disponibilidar 365 Dias no catálogo

    "Eu simplesmente não consigo imaginar como a Netflix poderia ignorar o quão descuidado, insensível e perigoso isso é", continua. "Inclusive levou algumas jovens, recentemente, a pedirem a Michele Morrone, ator principal do filme, para sequestrá-las". Ela também sugere que o streaming está sendo hipócrita ao transmitir esse tipo de filme: "Todos sabemos que a Netflix não hospedaria pedofilia glamourosa, racismo, homofobia, genocídio ou qualquer outro crime contra a humanidade. O mundo se levantaria e gritaria".

    365 DNI: Como o filme se compara com Cinquenta Tons de Cinza?

    Ela apela a Hastings para direcionar os recursos da Netflix para produzir e transmitir "um conteúdo que retrate a verdadeira e dura realidade que 365 Days procurou tornar um entretenimento casual". A cantora conclui a carta pedindo aos que assistiram ao filme para refletir sobre a realidade do sequestro, do tráfico e da exploração sexual. "365 Days trouxe grande sofrimento para aqueles que sofreram as dores e os horrores que este filme glamouriza, por entretenimento e por dólares", concluiu. "O que eu e outros que conhecemos essas injustiças precisamos é exatamente o oposto - uma narrativa da verdade, da esperança e da voz."

    365 Dias está regularmente na lista dos 10 mais vistos da Netflix no Brasil e EUA e tem uma classificação de 0% no Rotten Tomatoes.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Ana Karina L.
      Esse filme está dando o que falar, e é bem óbvio todos os problemas que são romantizados, a Netflix tá caindo muito, particularmente li algumas resenhas e não tenho vontade de assisti-lo, espero que as pessoas assistam a ele com olhares críticos.
    Mostrar comentários
    Back to Top