Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    5 motivos para assistir Corra! antes dele sair da Netflix
    Por Kalel Adolfo — 10 de jun. de 2020 às 16:30
    facebook Tweet

    Produção assinada por Jordan Peele provou mais uma vez que o terror é capaz de abordar assuntos relevantes sem perder a sua essência assustadora.

    Corra!, longa dirigido por Jordan Peele, está saindo da Netflix na segunda-feira (15). A produção se tornou uma das principais referências quando o assunto é terror contemporâneo, e provou que o gênero pode abordar assuntos sérios, sem perder a sua essência. O resultado disso foi a vitória de Melhor Roteiro Original no Oscar.

    Além de todas essas conquistas, a produção também está mais atual do que nunca, já que apresenta uma metáfora sobre o racismo estrutural nos Estados Unidos. Portanto, assistir Get Out é uma das tarefas que podemos completar para compreender melhor as questões sociais que estão latentes na contemporaneidade.

    Confira a seguir, cinco motivos para você ver Corra! antes que ele saia do catálogo:

    1. Ele conversa com o momento em que estamos vivendo

    Apesar de ser um filme de terror, Corra! é um título repleto de críticas sociais. Inclusive, a trama da produção é repleta de metáforas sobre a violência policial nos Estados Unidos. Tudo isso sem abandonar uma atmosfera sufocante, que prende o espectador do início ao fim.

    Na história, a namorada de Chris o leva para conhecer seus pais no interior dos Estados Unidos. Mas ao chegar lá, o rapaz percebe que há algo de errado com a família. Além dele ser o único negro no local, todos os membros da residência se comportam de maneira esquisita.

    Conforme a trama vai progredindo, Chris descobre que todos ali guardam segredos macabros, e ele precisará sobreviver ao final de semana.

    5 filmes para refletir e aprender sobre racismo

    2. É dirigido por Jordan Peele

    Jordan Peele é uma das maiores revelações no terror. Ele estreou no cinema com Corra!, e logo em seguida, entregou o excelente Nós para o público. Assim como seu antecessor, o longa protagonizado por Lupita Nyong’o é carregado de metáforas sociais e simbologias que traduzem o momento caótico que vivemos na política.

    Na televisão, Peele também é produtor da nova versão de The Twilight Zone, série que marcou os anos sessenta ao abordar temas socioculturais através de narrativas sci-fi. Estudando o histórico do cineasta, não há nada mais coerente do que ele se envolver com o projeto.

    3. Constrói um senso de paranoia constante

    Se você adora filmes de terror com um ritmo slow-burn, Corra! é perfeito. Assim como A Bruxa, Corrente do Mal e The Invitation, a obra de Jordan Peele não apressa o desenvolvimento da narrativa para provocar medo em seus espectadores.

    Conforme a trama vai se complicando, nós nos vemos tão presos quanto Chris na casa da família Armitage. São os pequenos detalhes que vão denunciando que algo irá dar errado no filme. Quando nos damos conta, já estamos imersos em um grande pesadelo.

    Os 11 filmes de suspense mais tensos da Netflix

    4. Consegue equilibrar humor e tensão em um filme de terror

    Poucos filmes de terror conseguem acrescentar o humor em suas tramas sem deixar a tensão de lado. Aliás, a comédia pode ser um gênero arriscado quando acoplado ao horror, já que a obra pode assumir um caráter trash. Este definitivamente não é o caso de Corra!.

    No filme protagonizado por Daniel Kaluuya, as piadas servem como inteligentes alfinetadas, que nos fazem rir por serem brutalmente sinceras. Além disso, a quebra na tensão também é bem-vinda, já que suaviza o clima predominantemente atordoante do longa.

    5. É um dos poucos filmes de terror que venceram o Oscar

    Corra! faz parte de um seleto grupo de filmes de terror que já venceram o Oscar: Entre eles, estão O Silêncio dos Inocentes, O Bebê de Rosemary, O Exorcista, Tubarão e A Profecia. Ou seja, apenas clássicos que já estão marcados na história. Não tem como perder depois de saber isso, eim?

    Livrai-nos do Mal: 5 filmes de possessão demoníaca que estão na Netflix

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Eduardo Lins
      Nada a ver, esse é um dos melhores filmes da década, só tem um estilo diferente daquele que estamos acostumados
    • Lion White
      Verdade. Isso parece ser matéria paga.
    • Thiago S
      Será que alguém paga o Adoro Cinema pra falar bem desse péssimo filme? Só pode! Eu não conheço ninguém que tenha gostado dessa bomba pretensiosa que quer dizer muita coisa e não diz absolutamente nada...
    Mostrar comentários
    Back to Top