Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Coronavírus: Milhares de cinemas na China podem falir por causa da pandemia
    Por Vitória Pratini — 1 de jun. de 2020 às 21:01
    facebook Tweet

    Pesquisa da China Film Association mostra que 5.000 dos cinemas do país podem fechar permanentemente como resultado dos desligamentos de coronavírus.

    Mais de 40% dos cinemas chineses "provavelmente fecharão" em breve devido ao impacto dos fechamentos relacionados ao coronavírus, revela um novo estudo de associações locais da indústria cinematográfica.

    A China Film Association (CFA) e a China Film Distribution Association conduziram uma pesquisa com 187 cinemas no final de abril, com a participação de quase 20 grandes redes chinesas. A pesquisa, divulgada pela Variety, constatou que 42% dos cinemas participantes acreditam que "muito provavelmente fecharão" em um futuro próximo. Apenas 10% disseram que passariam por mudanças de propriedade, mas continuariam operando, enquanto 28% disseram que ainda estavam aguardando novas decisões da administração central sobre seu destino.

    No final de 2019, a China tinha 69.800 telas de cinema em operação, segundo a mídia oficial do estado. Eles estavam localizados em cerca de 12.400 complexos. Um fechamento de 40% pode, portanto, significar a perda de 5.000 locais e 27.920 telas.

    Coronavírus: Todos filmes, séries e eventos adiados

    Cinemas na China estão fechados há mais de 4 meses

    Os cinemas permanecem fechados na China por mais tempo do que qualquer outro país — agora são 130 dias desde que encerraram as atividades, em 23 de janeiro (exceto um fim de semana no final de março, quando eles tentaram reabrir). Embora possam retornar em breve, a mudança pode ser tarde demais para muitos, pois a perspectiva de falência se aproxima.

    Walt Disney Pictures

    Devido à incerteza da crise de saúde em andamento, é impossível prever quando será seguro reabrir a longo prazo (com diretrizes de distanciamento social em pleno vigor). É por esse motivo que os lançamentos planejados, como Tenet e Mulan, continuam com data marcada, à medida que os estúdios continuam monitorando a situação.

    Tenet: Tudo que sabemos até agora sobre o novo filme de Christopher Nolan

    Mercado chinês é responsável por grande bilheteria de Hollywood

    Nos últimos anos, a China se tornou o segundo maior mercado de filmes do mundo e é um território de grande importância para os estúdios. Franquias como o Universo Cinematográfico MarvelVelozes & Furiosos aumentaram o total de bilheterias, quebraram recordes e atingiram a marca de US$ 1 bilhão (ou até US$ 2 bilhões) em todo o mundo graças aos cinemas chineses. Quando a indústria do entretenimento voltar à normalidade, os estúdios certamente estão contando com a China nos planos para ajudar seus resultados. Obviamente, a falência de alguns dos cinemas do país certamente teria enormes ramificações para Hollywood. Como mencionado acima, os estúdios dependem das bilheterias chinesas para obter um lucro considerável.

    Análise: A reabertura dos cinemas pós-pandemia e a incerteza com relação ao futuro

    Vale ressaltar que isso ainda não aconteceu oficialmente. Este é o resultado de uma pesquisa sobre o que pode acontecer na China pós-pandemia. Enquanto os efeitos severos da crise do coronavírus no país já passaram em sua maioria, infelizmente parece provável que pelo menos uma parcela dos cinemas chineses sejam fechado para sempre.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    • Criador de Black Mirror "antecipou" a pandemia do Coronavírus
    • Festival de Veneza 2020 segue confirmado para setembro
    • Filmagens de Avatar e série de O Senhor dos Anéis podem ser retomadas na Nova Zelândia
    • Coronavírus: 5 séries e filmes para entender melhor a pandemia
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top