Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Melhores filmes nacionais para assistir no Globoplay
    Por Luisa Rodrigues — 23 de abr. de 2020 às 19:00
    facebook Tweet

    Separamos títulos imperdíveis do streaming para salvar a sua quarentena

    Seja para descobrir novos ou rever alguma obra da sua preferência, o cinema nacional nunca é demais. Nesses momentos de quarentena, a importância dos streamings para os dias dos cinéfilos é inquestionável e, um deles, é o Globoplay

    Sabendo disso, separamos diferentes produções nacionais para que você possa ficar em casa na companhia de muito cinema brasileiro e pipoca. Confira:

    Que Horas Ela Volta?

    Com o troféu especial no Prêmio Platino, dedicado ao cinema ibero-americano, Que Horas Ela Volta? conta a história da pernambucana Val (Regina Casé) , que se mudou para São Paulo para proporcionar melhores condições de vida para sua filha, Jéssica. Anos se passaram e a jovem liga para a  mãe dizendo que deseja ir para a cidade prestar vestibular. Os patrões de Val se propõem de recebâ-la em casa, porém seu comportamento é considerado subversivo e complicando as relações no local. O filme de Anna Muylaert traz reflexões sobre desigualdade social com momentos de humor, sem deixar os momentos profundos e emocionantes de lado.

    Entre Irmãs

    Nos anos 30, duas irmãs, Luzia (Nanda Costa) e Emília (Marjorie Estiano), são separadas pelo destino e enfrentam o preconceito e o machismo. Uma irá lutar na parte da alta sociedade na cidade grande e a outra no interior com cangaceiros. Apesar da separação forçada, elas seguem sabendo que só tem uma a outra no mundo e partem para uma jornada de autoafirmação. O longa Entre Irmãs trata de assuntos como o amor fraternal e a autodescoberta feminina.

    Minha Mãe É Uma Peça

    Dona Hermínia (Paulo Gustavo) é uma mulher de meia idade, divorciada do marido e apegada em seus filhos Marcelina (Mariana Xavier) e Juliano (Rodrigo Pandolfo), tratando-os como crianças. Após descobrir que eles consideram ela uma chata, resolve sair de casa sem avisar sua irmã, Zélia (Suely Franco), para desabafar e revisitar memórias do passado. Um fenômeno do cinema brasileiro e de bilheteria, Minha Mãe é Uma Peça nos traz momentos emocionantes e engraçados, além de sentimentos nostálgicos que nos lembram nossas próprias mães. Sabendo desse grande vínculo do público com a obra, a Globoplay em parceria com a estrela principal e autor do projeto, já confirmou a estreia da série de TV com Dona Herminia e sua família. 

    Bônus: Minha Mãe É uma Peça 2 também está disponível no Globoplay.

    Ó Paí, Ó

    Em um cortiço do centro histórico do Pelourinho, na cidade de Salvador, os habitantes debatem a notícia de que Dona Joana, síndica do prédio, irá tentar acabar com a festa de todos no primeiro dia do Carnaval fechando o registro de água. O filme é também o episodio piloto da série de TV de mesmo nome. Contando com Lázaro Ramos e Wagner Moura nos papéis de destaque, Ó Pai, Ó trata de temas como desigualdade social, racismo, drogas, dentre outros, sem perder o tom de comédia.

    Zoom

    Um desenhista de histórias em quadrinhos, um novelista e um diretor de cinema criam um universo  multi-dimensional e contam a história de três artistas: Edward (Gael García Bernal) é um vaidoso diretor de cinema; Michelle (Mariana Ximenes) deixa sua carreira de modelo e namorado nos Estados Unidos para voltar ao seu país e escrever um livro; e Emma (Alison Pill), uma quadrinista que precisa de ganhar dinheiro e recorre a meios duvidosos. Suas histórias se entrelaçam e Zoom mistura linguagens, histórias e predendo o público do início ao fim.

    Elis

    Uma obra biográfica sobre a cantora, Elis é um filme de drama brasileiro que relata a tragetória da grande cantora da MPB de uma forma mais intimista. Cantora desde a infância, a jovem Elis (Andreia Horta) deixa o Rio Grande do Sul rumo ao Rio de Janeiro para espalhar seu talento pelo Brasil. Conquistando uma legião de gãs com uma rápida ascensão, ela também conhece o famoso compositor e produtor Ronaldo Bôscoli, com quem acaba se casando. O filme explora sua jornada até sua carreira como uma das maiores vozes do Brasil, além dos seus altos e baixos pessoais e profissionais.

    Ponte Aérea

    Os jovens Amanda (Letícia Colin), uma publicitária paulistana, e Bruno (Caio Blat), artista plástico carioca, se conhecem durante um voo Rio-São Paulo. Com isso, sentem uma atração inexplicável um pelo outro e, apesar das diferenças e da distância, acabam se apaixonando. Mostrando como o medo do desconhecido e da vida adulta que os jovens costumam ter, Ponte Aérea é uma ótima dica para quem deseja um filme quentinho no coração.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top