Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Milagre na Cela 7: Diferenças entre o filme original e a adaptação da Netflix
    Por Nathalia Jesus — 08/04/2020 às 15:38
    facebook Tweet

    O longa-metragem original foi produzido na Coreia do Sul e se tornou um sucesso.

    Desde o lançamento na Netflix, o filme Milagre na Cela 7 tem liderado o catálogo, se tornando um dos 10 filmes mais assistidos da plataforma. A emocionante obra turca dirigida por Mehmet Ada Oztekin faz parte de um dos quatro remakes do longa homônimo originalmente produzido na Coreia do Sul, em 2013.

    O enredo de Milagre na Cela 7 gira em torno de um homem com deficiência intelectual que é injustamente acusado pela morte da filha de um poderoso chefe de polícia. Durante este período na cadeia, a maior necessidade do protagonista é estar ao lado de sua criança, que encontra formas de se unir ao pai. Originalmente, os personagens principais são Yong-Goo, vivido por Seung-Ryong Ryu, e a filha Ye-Sung, interpretada por So-Won Kal. Já no remake turco, estes são nomeados como Memo e Ova, respectivamente. 

    A história central do filme em geral é a mesma em todas as demais versões, apesar de cada roteiro conduzir de maneira diferente a trajetória do personagem principal. Para fins de comparação, o AdoroCinema preparou uma lista para expor todas as diferenças entre a versão original e a adaptação exibida pela Netflix. A MATÉRIA CONTÉM SPOILERS.

    Confira a crítica de Milagre na Cela 7

    Morte da filha do policial

    Na versão turca do filme: A filha do policial compra a mochila da personagem infantil Heidi, que também era desejada por Ova (Nisa Sofiya Aksongur), filha do protagonista Memo. Dias depois, a dona da mochila encontra com Memo e eles começam a brincar juntos. Este é o momento em que a menina se posiciona perigosamente perto do mar, escorrega e bate com a cabeça na pedra, antes de cair na água. Memo tenta salvá-la, em vão, e é preso ao ser flagrado com a criança morta nos braços. 

    Na versão original coreana: A filha do policial também compra uma mochila, porém é da Sailor Moon, heroína japonesa mundialmente conhecida. Com pena do frustrado Yong-Goo, a menina aparece para ajudá-lo a encontrar uma loja em que vende a mesma mochila. Enquanto corre na frente, a criança escorrega na camada de gelo na rua e o tijolo em cima do toldo da loja bate na cabeça dela. Desesperado, Yong-Goo tenta aplicar seus conhecimentos em primeiros socorros. Ele desabotoa a calça da menina para melhorar a circulação do sangue, tenta reanimá-la pressionando a área do coração e faz respiração boca a boca. Uma mulher flagra a cena e o protagonista é acusado de sequestro, estupro e assassinato. 

    Ova e Ye-Sung após a prisão do pai

    No remake turco: Depois que Memo foi preso, Ova ficou sob os cuidados da avó paterna. Quando a senhora faleceu, a professora Mine, interpretada por Deniz Baysal, se tornou responsável pela menina desamparada.

    No filme original: A pequena Ye-Sung não tinha ninguém além do pai. Seu inevitável destino é o orfanato, porém, a história da menina e do pai cativa o delegado da polícia, que decide não apenas lutar pela causa deles, mas também se responsabiliza em dar um lar para Ye-Sung. 

    Conheça Milagre na Cela 7

    Entrada na prisão

    Tanto Ova quanto Ye-Sung tiveram acesso à cela 7 enquanto o pai estava preso, assim como a entrada da personagem no presídio foi arquitetada pelos amigos de detenção de Memo e Yong-Goo.

    No filme original: Ye-Sung apresenta uma peça teatral beneficente na prisão, junto com suas companheiras do orfanato. Durante a performance, os detentos conseguiram tirá-la do palco e levar a menina até o pai. A estadia de Ye-Sung na prisão durou dois dias até que fosse descoberta pelo delegado do presídio. Ao longo da história, este mesmo policial se sensibiliza pela pureza de Yong-Goo e seu amor pela filha. E, logo, arranja formas de deixar a menina ficar dentro da cela, convivendo com o pai. Portanto, Ye-Sung passa mais tempo dentro da prisão do que fora.

    No remake turco: Ova entra na cela com a ajuda de capangas do detento mais poderoso da cela 7. Mas sua permanência não dura muito, pois é descoberta no primeiro dia. Após o incidente, a menina praticamente só vê o pai em dias de visita e sob a supervisão de policiais. 

    Julgamento

    No filme original: O destino de Yong-Goo não tinha sido decidido ainda. Por isso, os detentos o ajudaram a fazer a reconstituição do acidente que matou a filha do policial, formulando uma defesa convincente para o juri. Porém, no dia do julgamento, Yong-Goo foi obrigado a confessar o crime, sob ameaça de ter sua própria filha morta. Se sentindo pressionado e pensando no melhor para Ye-Sung, o homem assumiu um crime que não cometeu e foi sentenciado à morte. 

    No remake turco: A punição de Memo já estava definida desde que entrou na prisão. Ele morreria de qualquer forma, pois o pai da menina morta queria garantir que Memo pagasse pelo suposto crime e servisse de exemplo para todos da sociedade. O protagonista foi sentenciado sem chances de defesa, e nem mesmo teve a ajuda do delegado no julgamento. 

    Testemunha

    Enquanto Yong-Goo não tinha nenhuma testemunha para ajudá-lo a provar a inocência, Memo tinha.

    No remake turco: O personagem nomeado por Ova como “Gigante Caolho" esteve na cena do acidente e viu a criança bater a cabeça na pedra e cair no mar. Ele foi convidado a apresentar sua versão para a polícia, mas assim que o oficial (pai da menina morta) percebeu que o homem de fato estava dizendo a verdade, logo o assassinou para que Memo não pudesse ser salvo.

    No filme original: Yong-Goo só tinha a testemunha de acusação, ou seja, a mulher que chegou no local do acidente e foi responsável por sua prisão. Além dela, ninguém mais tinha visto o que de fato aconteceu. 

    Destino Final

    No filme original: Yong-Goo é condenado à pena de morte, mesmo após se arrepender da confissão forçada. Depois do julgamento, a filha foi criada pelo delegado que se afeiçoou pela história dos dois. Mais tarde, Ye-Sung, que passou a ser interpretada pela atriz Shin-Hye Park, se formou em Direito. Exercendo a profissão de advogada, Ye-Sung reabriu o caso de seu pai para comprovar que ele nunca cometeu nenhum crime e que sua morte foi uma negligência do Estado. O final feliz chega quando a advogada consegue honrar a memória do pai ao livrá-lo da culpa.

    No remake turco: Memo também foi sentenciado à morte, mas sua vida foi poupada com a ajuda de um detento da cela 7. Arrependido após matar a esposa e a filha, o homem decide buscar redenção ao juntar Memo e Ova novamente. Se unindo a policiais amigos, o preso é enforcado no lugar de Memo e dado como foragido, para justificar seu sumiço da prisão. Memo retorna para a filha e os dois se tornam refugiados em outro país, começando uma nova vida juntos.

    A versão turca de Milagre na Cela 7 está disponível na Netflix. Confira a crítica do Adoro Cinema

     
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Fernandovosk
      O filme coreano é muito superior a este turco
    Mostrar comentários
    Siga o AdoroCinema
    Trailers
    Ricos de Amor Trailer Original
    Frozen 2 Trailer (3) Dublado
    Sergio Trailer Legendado
    Resgate Trailer Legendado
    Dois Irmãos - Uma Jornada Fantástica Trailer (1) Dublado
    Velozes & Furiosos 9 Trailer Legendado
    Todos os últimos trailers
    Últimas notícias de cinema
    Piratas do Caribe: Johnny Depp pode ser substituído por atriz da Marvel em reboot
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    terça-feira, 26 de maio de 2020
    Novo curta da Pixar apresenta primeiro protagonista gay do estúdio
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    terça-feira, 26 de maio de 2020
    10 clássicos que todos que amam cinema precisam assistir
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    terça-feira, 26 de maio de 2020
    Tenet: Filme de Christopher Nolan ganha novas imagens com John David Washington
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    terça-feira, 26 de maio de 2020
    Últimas notícias de cinema
    Melhores filmes em cartaz
    O Destino Bate à sua Porta
    3,5
    Diretor: Bob Rafelson
    Elenco: Jack Nicholson, Jessica Lange, John Colicos
    Sangue Francês
    Diretor: Diastème
    Elenco: Alban Lenoir, Samuel Jouy, Paul Hamy
    Trailer
    Quando Se Tem 17 Anos
    Diretor: André Téchiné
    Elenco: Sandrine Kiberlain, Kacey Mottet Klein, Corentin Fila
    Trailer
    Jogada Divina
    Jogada Divina
    3,0
    Diretor: Beom-gu Cho
    Elenco: Woo-Sung Jung, Jin-Hyeok Choi, Lee Si-young
    Trailer
    Homens de Coragem
    Homens de Coragem
    4,0
    Diretor: Joseph Kosinski
    Elenco: Josh Brolin, Miles Teller, Jeff Bridges
    Trailer
    O Predador
    O Predador
    2,7
    Diretor: Shane Black
    Elenco: Boyd Holbrook, Trevante Rhodes, Olivia Munn
    Trailer
    Todos os melhores filmes em cartaz
    Back to Top