Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Oscar 2020: Confira as apostas do AdoroCinema
    Por Katiúscia Vianna — 2 de fev. de 2020 às 09:30
    facebook Tweet

    Coringa? 1917? Parasita? Tarantino? Quem vai levar a melhor?

    Todo mundo tem uma tradição de vida. Seja ouvir Roberto Carlos no natal ou reunir a família para aquele churrasco no verão. Para os cinéfilos, tradição é bolão do Oscar!

    Após uma temporada de premiações mais curtinha, o Oscar 2020 está chegando. Coreanos fazem história, diretoras mulheres são esnobadas, e um filme inspirado em quadrinhos é o mais indicado da noite. Ou seja, tudo pode acontecer. Mesmo assim, o AdoroCinema mantem a tradição de apostar quais serão os grandes vencedores do prêmio da Academia. Confira os palpites e opine com a gente!

    A transmissão do Oscar acontecerá no dia 9 de fevereiro, a partir de 20h30 na TNT. Já a Rede Globo começa a exibir a cerimônia logo após o Big Brother Brasil. Acompanhe toda a cobertura do AdoroCinema aqui no site e em nossas redes sociais!

    MELHOR FILME

    Ford vs Ferrari
    O Irlandês
    Jojo Rabbit
    Coringa
    Adoráveis Mulheres
    História de um Casamento
    1917
    Era Uma Vez Em... Hollywood
    Parasita

    Já começamos com a disputa mais incerta da noite. Especialistas conseguem ver uns 5 diferentes candidatos levando a tal aclamada estatueta para casa, então o melhor é analisar por grupos. Dentre os 9 concorrentes, 4 tiveram 10 ou mais indicações, comprovando sua popularidade com a Academia: Coringa (11), 1917 (10), O Irlandês (10) e Era Uma Vez em... Hollywood (10).

    Desse grupo, o mais fraco na briga é, de forma surpreendente, o épico mafioso de Scorsese, que não vem se saindo tão bem na temporada de premiações. Também é prejudicado por dividir metade da campanha promocional da Netflix, também responsável por História de um Casamento. Já Coringa talvez seja muito divisivo para essa categoria, mesmo com seu bilhão de doláres... Afinal, basta lembrar que a votação desse prêmio é feita por ordem de preferência, não escolhendo apenas um. Ou seja, se um filme for muito selecionado como 2º e 3º lugar de votantes, pode dar a volta para cima e sair com a maior pontuação.

    Depois do Globo de Ouro, Era Uma Vez em... Hollywood parecia ser o favorito que se beneficiaria de tal forma de votar, mas 1917 está vindo com tudo, abocanhando não somente o Golden Globe, mas também o PGA e o DGA — dois dos termômetros mais certeiros do Oscar, sem falar que está indo bem nas bilheterias. Mas a Academia poderia ser revolucionária e premiar Parasita, primeiro filme coreano a ser indicado na categoria principal. Suas seis indicações e a vitória no SAG Awards mostram sua fama em Hollywood, mas seria o suficiente? Na dúvida, o Oscar ainda tende a ser tradicionalista.

    Quem (provavelmente) vai ganhar: 1917
    Quem pode ser a zebra da vez: Parasita ou Era uma Vez em Hollywood

    MELHOR DIREÇÃO

    Martin Scorsese - O Irlandês
    Todd Phillips - Coringa
    Sam Mendes - 1917
    Quentin Tarantino - Era Uma Vez Em... Hollywood
    Bong Joon Hoo - Parasita

    A gente sabe que está num ano esquisito quando nomes como Martin Scorsese e Quentin Tarantino não são os favoritos da vez. Ok, não devemos desconsiderar o diretor de Pulp Fiction tão rapidamente, mas é provável que a Academia fique contente apenas em lhe dar um prêmio de roteiro. Todd Philips conseguiu algo fascinante com Coringa, mas a disputa mesmo está entre Sam Mendes e Bong Joon Hoo. O coreano tem a popularidade e essa seria a chance de aclamar Parasita fora da categoria de melhor filme. Porém, talvez não resistam a tentação de premiar Mendes por um filme montado como um plano-sequência. E ele venceu antes por Beleza Americana, então já tem o apoio da Academia.

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Sam Mendes
    Quem pode ser a zebra da vez: Bong Joon Hoo

    MELHOR ATRIZ

    Cynthia Erivo - Harriet
    Scarlett Johansson - História de um Casamento
    Saoirse Ronan - Adoráveis Mulheres
    Renée Zellweger - Judy - Muito Além do Arco-Íris
    Charlize Theron - O Escândalo

    Por outro lado, as categorias de atuação já parecem estar fechadas. Basta ver a corrida pelo prêmio de melhor atriz, dominada por Zellweger durante meses, desde a primeira exibição de Judy em festivais. A Academia adora premiar o retorno de um grande ator, ainda mais por encarnar uma outra figura famosa de Hollywood. É melhor já ter o discurso pronto, pois ela vai levar seu segundo Oscar (o primeiro foi por Cold Mountain), pois nenhuma de suas concorrentes tem tanta força. E olha que ScarJo está duplamente indicada este ano. 

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Renée Zellweger
    Quem pode ser a zebra da vez: Scarlett Johansson, mas é bem difícil

    MELHOR ATOR

    Antonio Banderas - Dor e Glória
    Leonardo DiCaprio - Era Uma Vez Em... Hollywood
    Adam Driver - História de um Casamento
    Joaquin Phoenix - Coringa
    Jonathan Pryce - Dois Papas

    Pryce e Banderas já estão felizes de serem indicados. DiCaprio venceu faz pouco tempo. A briga está entre Driver e Phoenix. Só que o segundo vem levando todos os grandes prêmios da temporada. Por mais que a performance de Driver também seja elogiada, existe aquele sentimento que ele terá outras chances de ganhar no futuro, enquanto Joaquin já "está na hora de ser reconhecido", em sua quarta indicação.

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Joaquin Phoenix
    Quem pode ser a zebra da vez: Adam Driver

    MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

    Kathy Bates - O Caso Richard Jewell
    Laura Dern - História de um Casamento
    Scarlett Johansson - Jojo Rabbit
    Florence Pugh - Adoráveis Mulheres
    Margot Robbie - O Escândalo

    Após a chocante esnobada de Jennifer Lopez (As Golpistas), o caminho parece estar ainda mais tranquilo para Laura Dern, que realmente rouba a cena em História de um Casamento, já foi indicada anteriormente, aparece em outro indicado da noite (Adoráveis Mulheres) e ainda se favorece da popularidade de sua Renata Klein em Big Little Lies. ScarJo e Bates surpreenderam ao conseguir sua vaga, então podem ser uma escolha válida; enquanto Florence Pugh é uma das recentes revelações de Hollywood e Robbie é queridinha; mas a vitória deve ser da veterana. 

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Laura Dern
    Quem pode ser a zebra da vez: Scarlett Johansson

    MELHOR ATOR COADJUVANTE

    Tom Hanks - Um Lindo Dia na Vizinhança
    Anthony Hopkins - Dois Papas
    Al Pacino - O Irlandês
    Joe Pesci - O Irlandês
    Brad Pitt - Era Uma Vez Em... Hollywood

    Regra básica do bolão: indicados do mesmo filme dividem votos. Isso dificulta as vidas de Pesci e Pacino, ambos grandes nomes de Hollywood que seriam favoritos em qualquer outra situação. No início da temporada, a vantagem parecia ir para Tom Hanks, finalmente voltando a concorrer um Oscar desde Náufrago em 2001, mas é Brad Pitt quem vem levando os prêmios até agora. A popularidade do filme de Tarantino e os discursos criativos que ele deu na temporada também ajudam.

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Brad Pitt
    Quem pode ser a zebra da vez: Alguém de O Irlandês, tire cara ou coroa.

    MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

    História de um Casamento
    1917
    Era Uma Vez Em... Hollywood
    Parasita
    Entre Facas e Segredos

    Se Tarantino não vai ser premiado em direção, é aqui que ele deve encontrar seu momento de brilhar. Ele já venceu duas vezes nessa mesma categoria, por Pulp Fiction e Django Livre, então não deve ser diferente com um filme que recebeu 10 indicações num mesmo ano. Porém, essa categoria é reconhecida por ir com roteiros mais ousados, o que seria perfeito para o queridinho Parasita. E Noah Baumbach é mais reconhecido por seu texto do que pela sua direção, então surpresas podem acontecer.

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Era uma Vez em... Hollywood
    Quem pode ser a zebra da vez: Parasita? História de um Casamento?

    MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

    O Irlandês
    Jojo Rabbit
    Coringa
    Adoráveis Mulheres
    Dois Papas

    É possível construir cenários onde os cinco possam sair vitoriosos, porém a briga real está entre Greta Gerwig e Taika Waititi. A primeira foi elogiada por seu toque moderno na obra clássica de Louisa May Alcott, enquanto o inusitado cineasta conseguir trazer comédia e emoção para uma história no nazismo. Considerando a revolta pela esnobada de Gerwig em direção, aqui seria a chance de recompensá-la.

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Adoráveis Mulheres
    Quem pode ser a zebra da vez: Jojo Rabbit

    MELHOR FILME INTERNACIONAL

    Corpus Christi (Polônia)
    Honeyland (Macedônia do Norte)
    Os Miseráveis (França)
    Dor e Glória (Espanha)
    Parasita (Coreia do Sul)

    A pergunta deveria ser "Tem alguma chance de Parasita perder esse prêmio?" Dor e Glória tem o peso de Almodóvar, Les Miserables foi premiado em Cannes e Honeyland conseguiu dupla indicação aqui e em documentário, mas não tem pra ninguém. Córeia do Sul vai fazer história.

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Parasita
    Quem pode ser a zebra da vez: Se outro nome for chamado, não é zebra, é choque mesmo.

    MELHOR ANIMAÇÃO

    Como Treinar o Seu Dragão 3
    Perdi Meu Corpo
    Klaus
    Link Perdido
    Toy Story 4

    Animação não é brincadeira de criança, desculpe o trocadilho podre... A trilogia Como Treinar o Seu Dragão fechou com chave de ouro; a franquia Toy Story é sempre uma queridinha, a Laika vem ganhando status e seu Link Perdido pode se beneficiar; enquanto Netflix divide sua campanha entre Klaus (que derrotou Frozen 2 e Toy Story 4 no Annie Awards) e o aclamado excêntrico Perdi Meu Corpo. Vamos com a opção tradicional, mas fique de olho!

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Toy Story 4
    Quem pode ser a zebra da vez: Perdi Meu Corpo

    MELHOR FOTOGRAFIA

    O Irlandês
    Coringa
    O Farol
    1917
    Era Uma Vez Em... Hollywood

    Se a indicação de O Farol já é uma vitória aqui, parece bem difícil alguém conseguir tirar esse prêmio de 1917, que deve se dar bem nas categorias técnicas. O diretor de fotografia não somente trabalhou pertinho de Sam Mendes para desenvolver o conceito de plano-sequência, mas ainda usa jogos de luzes e sombras sincronizadas em determinadas partes do filme. É um espetáculo visual, ninguém pode negar.

    Quem (provavelmente) vai ganhar: 1917
    Quem pode ser a zebra da vez: O Irlandês

    MELHOR MONTAGEM

    Ford vs Ferrari
    O Irlandês
    Jojo Rabbit
    Coringa
    Parasita

    O fato de 1917 não estar nessa categoria é curioso, mas isso abre espaço para maiores discussões sobre o que realmente se destaca numa montagem. Ford vs Ferrari é apreciado por seus aspectos técnicos, mas Parasita e Jojo Rabbit foram premiados (como drama e comédia) no prêmio do sindicato de editores. Nos últimos 15 anos, 11 dos premiados na categoria de drama também levaram a estatueta dourada... 

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Parasita
    Quem pode ser a zebra da vez: Ford vs Ferrari? Jojo Rabbit?

    MELHOR DIREÇÃO DE ARTE

    O Irlandês
    Jojo Rabbit
    1917
    Parasita
    Era Uma Vez Em... Hollywood

    Por mais que a casa de Parasita seja um personagem essencial na história, essa categoria costuma ir para produções de época. 1917 recria um mundo destruído pela guerra e impressiona, mas Era uma Vez em... Hollywood é elogiado por explorar o charme de Hollywood de 1969. Jojo traz um país dividido por ódio sob o olhar de uma criança, e O Irlandês retrata várias décadas. Todo mundo tem chance, mas especialistas parecem concordar em um favorito:

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Era uma Vez em... Hollywood
    Quem pode ser a zebra da vez: 1917

    MELHOR FIGURINO

    O Irlandês
    Jojo Rabbit
    Coringa
    Adoráveis Mulheres
    Era Uma Vez Em... Hollywood

    O mesmo conceito acima costuma se aplicar aqui. Jojo Rabbit surpreendeu ao vencer o prêmio do sindicato de figurinistas; mas está competindo de pertinho com Era uma Vez em... Hollywood e Adoráveis Mulheres — que expressa as diferenças entre as irmãs March nas cores de suas roupas. Na vida, é preciso arriscar as vezes!

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Jojo Rabbit
    Quem pode ser a zebra da vez: Era Uma Vez em... Hollywood

    MELHOR MAQUIAGEM

    O Escândalo
    Coringa
    Judy - Muito Além do Arco-Íris
    Malévola - Dona do Mal
    1917

    O Oscar tem a mania de aclamar grandes transformações físicas no prêmio de maquiagem — o que é boa notícia para O Escândalo e Judy, com vantagem para o primeiro, por tornar Charlize Theron numa sósia impressionante de Megyn Kelly. Mas o simbolismo ao redor do visual do popular Coringa seria capaz de superar a tradição? 

    Quem (provavelmente) vai ganhar: O Escândalo
    Quem pode ser a zebra da vez: Coringa

    MELHORES EFEITOS VISUAIS

    Vingadores: Ultimato
    O Irlandês
    O Rei Leão
    1917
    Star Wars: A Ascensão Skywalker

    O que é mais surpreendente: reunir heróis de 10 anos de Marvel numa mesma luta ou recriar uma guerra em plano-sequência? Ou transformar uma adorada animação em um retrato digital realista? Ou rejuvenescer seu protagonista durante quase todo o filme? Ou simplesmente ser Star Wars? O Oscar costuma ser mais conceitual do que explosivo nessa categoria então...

    Quem (provavelmente) vai ganhar: 1917
    Quem pode ser a zebra da vez: Vingadores: Ultimato

    MELHOR EDIÇÃO DE SOM

    Ford vs Ferrari
    Coringa
    1917
    Era Uma Vez Em... Hollywood
    Star Wars: A Ascensão Skywalker


    Sinceramente, prever as categorias de som é sempre complicado, pois os votantes nem sempre sabem diferenciá-las. O editor é responsável por definir cada som executado no filme. Logo, esse prêmio frequentemente vai para gênero de guerra — ponto para 1917, certo? Calma, pois temos Ford Vs Ferrari criando a corrida mais realista vista nas telonas dos últimos anos.

    Quem (provavelmente) vai ganhar: 1917
    Quem pode ser a zebra da vez: Ford vs Ferrari

    MELHOR MIXAGEM DE SOM

    Ad Astra
    Ford vs Ferrari
    Coringa
    1917
    Era Uma Vez Em... Hollywood

    Já o trabalho de mixagem é saber como os sons vão interagir entre si e combinar como o espectador vai assimilá-los. Historicamente, filmes musicais tem vantagem, porém o mais perto que chegaria disso dentre os concorrentes seria Era uma Vez em... Hollywood, que não é muito lembrado pelo seu som. Ou seja, 1917 e Ford vs Ferrari disputam de novo! Como é comum repetirem o mesmo vencedor nas duas categorias...

    Quem (provavelmente) vai ganhar: 1917
    Quem pode ser a zebra da vez: Ford vs Ferrari

    MELHOR CANÇÃO ORIGINAL

    "I Can’t Let You Throw Yourself Away" - Toy Story 4
    "I’m Gonna Love Me Again" - Rocketman
    "I’m Standing With You" -  Superação - O Milagre da Fé
    "Into the Unknown" - Frozen 2
    "Stand Up" - Harriet

    Deixando candidatos famosos como O Rei Leão (Beyoncé!), Cats (Taylor Swift!) e Aladdin (Princesa Jasmine!) e temas elogiados como "Glasgow" de As Loucuras de Rose para investir em canções motivacionais; a disputa está meio confusa. Porém, isso facilita o trabalho para Elton John, já que parece difícil de resistir a darem um outro Oscar para o moço. Afinal, "Into the Unknown" não teria a mesma força de "Let It Go", teria?

    Quem (provavelmente) vai ganhar: "I’m Gonna Love Me Again"
    Quem pode ser a zebra da vez: "Into the Unknown"

    MELHOR TRILHA SONORA

    Coringa
    Adoráveis Mulheres
    História de Um Casamento
    1917
    Star Wars: A Ascensão Skywalker

    Não feliz em ser indicado por uma canção de Toy Story 4, Randy Newman ainda aparece aqui com a trilha de História de Casamento, concorrendo contra seu primo, Thomas Newman, de 1917, que ainda está esperando por uma vitória. Enquanto John Williams faz história concorrendo por Star Wars; e Alexandre Desplat nunca deve ser ignorado, ainda mais por uma obra elogiada como Adoráveis Mulheres; o favoritismo vai pra única mulher da categoria Hildur Guðnadóttir — que venceu vários prêmios na temporada e ainda levou um Emmy no ano passado por Chernobyl. É um talento que está fresco na memória dos votantes.

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Coringa
    Quem pode ser a zebra da vez: 1917

    MELHOR DOCUMENTÁRIO

    Indústria Americana
    Democracia em Vertigem
    The Cave
    Honeyland
    For Sama

    Por mais que a gente esteja feliz por ver o Brasil na disputa, são poucas as chances reais de Democracia em Vertigem levar o prêmio. Mas mantenha as esperanças, pois a categoria de documentário é difícil de prever. Difícil também é perder a chance de premiar os Obamas, produtores de Indústria Americana da Netflix. Por outro lado, Honeyland também é o primeiro documentário também indicado em filme internacional; For Sama é elogiado por seu perfil visceral, enquanto The Cave tenta embalar no clima do último vencedor, Free Solo

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Indústria Americana
    Quem pode ser a zebra da vez: Honeyland

    MELHOR DOCUMENTÁRIO EM CURTA METRAGEM

    In the Absence
    Learning to Skateborad in a War Zone (If You're a Girl)
    A Vida em Mim
    St. Louis Superman
    Walk Run Cha-Cha

    Chegou o momento que atrapalha todo mundo na hora do bolão, as três categorias de curtas! Aqui, normalmente emoção e mensagens de esperança costumam ser mais populares com a Academia. Com o título mais criativo do ano, "Learning to Skateboard in a Warzone (if you’re a girl)" ensina meninas a andarem de skate e derrubarem o patriarcado no meio da guerra do Afeganistão, então parece entrar bem no perfil. Mas não desconsidere St. Louis Superman, sobre um rapper tentando criar uma lei sobre violência juvenil, numa primeira indicação da MTV ao Oscar. Já a Netflix surge com A Vida em Mim, sobre crianças que entram em estado de coma diante da ansiedade da deportação. 

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Learning to Skateborad in a War Zone (If You're a Girl)
    Quem pode ser a zebra da vez: St. Louis Superman

    MELHOR CURTA METRAGEM

    Brotherhood
    Nefta Footbal Club
    A Sister
    The Neighbor's Window
    Saria

    Já no mundo da ficção, o favorito parece ser Brotherhood, ambientado na Tunísia, sobre um pai que descobre como o filho foi recrutado pela ISIS. Correndo por fora está The Neighbor's Window, de Marshall Curry, sobre uma mãe frustada com a vida que passa a observar um jovem casal de vizinhos. A Sister acompanha um atendente da emergência recebendo a ligação de uma mulher em perigo; enquanto Saria retrata uma garota tentando fugir de um orfanato abusivo, baseado em fatos reais. Por fim, a comédia Nefta Football Club mostra dois garotos que encontram uma mula cheia de drogas.

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Brotherhood
    Quem pode ser a zebra da vez: The Neighbor's Window

    MELHOR ANIMAÇÃO EM CURTA METRAGEM

    Dcera (Daughter)
    Hair Love
    Kitbull
    Memorable
    Sister

    Se tornando viral e embarcando no protesto #OscarsSoWhite, o favorito da vez é Hair Love, escrito pelo cineasta e ex-jogador da NFL, Matthew A. Cherry, sobre um pai precisa cuidar do cabelo afro de sua filha pela primeira vez. Outro concorrente de destaque é Kitbull, focado na inusitada amizade entre um cão e gato; enquanto Sister traz uma reviravolta para falar sobre a política do filho único na China. Memorable retrata um artista com Alzheimer e Daughter traz um complicado relacionamento entre pai e filha.

    Quem (provavelmente) vai ganhar: Hair Love
    Quem pode ser a zebra da vez: Kitbull

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • alan ramos
      Regra básica do bolão: indicados do mesmo filme dividem votos,na verdade nao e sempre assim ,O Poderoso Chefao 2 por exemplo tinha 3 atores concorrendo a melhor coadjuvante e o De Niro levou ,Rede De Intrigas do Sidney Lumet também ocorreu fato semelhante ,poderia citar vários outros exemplos ,acho que Al Pacino deveria levar como coadjuvante mas a academia nao vai perder a chance de premiar um gala super popular como Brad Pitt .
    Mostrar comentários
    Back to Top