Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Oscar 2020: Surpresas e esnobados da lista de indicações
    Por Katiúscia Vianna — 13 de jan. de 2020 às 11:48
    facebook Tweet

    Boas notícias para Scarlet Johansson, Netflix e Coringa. Péssimas notícias para Lupita Nyong'o, Jennifer Lopez e Frozen 2.

    Todo ano, é a mesma coisa. O mundo morre de ansiedade pelas indicações ao Oscar, porém não é possível agradar todo o povo, o que gera muito debate nas redes sociais. Sempre tem aquela performance incrível ou um filme elogiado que acabam sendo esquecidos — seja pela difícil competição ou por não ter uma campanha tão caprichada como os grandes estúdios. Por outro lado, surgem aqueles concorrentes que ninguém conseguiu prever.

    Como já virou tradição, o AdoroCinema surge para valorizar os esnobados e ressaltar as grandes surpresas dos indicados ao Oscar 2020:

    ESNOBADOS

    Lupita Nyong'o: Apesar de receber grandes elogios por sua interpretação dupla em Nós, o filme de Jordan Peele não conseguiu repetir o sucesso de Corra! e ficou fora da lista. 

    Jennifer Lopez: Indicada a outros prêmios da temporada, todo mundo apostava que a cantora ia conseguir sua primeira indicação por As Golpistas, mas não rolou.

    Taron Egerton: Outra performance aclamada foi a do astro de Rocketman, mas a biografia de Elton John só foi lembrada em canção original com "(I'm Gonna) Love Me Again". 

    Robert De NiroO Irlandês conseguiu 10 indicações, mas Robert De Niro só está concorrendo como produtor, já que não conseguiu uma vaga como melhor ator.

    The Farewell: Elogiado pela crítica, essa comédia dramática foi completamente esnobada pela Academia, mesmo aparecendo em grupos de apostas como fortes candidatas em roteiro, direção (ambos de Lulu Wang), atriz (Awkwafina, premiada no Globo de Ouro) e atriz coadjuvante (Zhao Shuzhen).

    Fora de Série: Indicado ao prêmio do sindicato dos roteiristas, a comédia de Olivia Wilde é outro filme independente que ficou fora da briga pelo Oscar.

    Frozen 2: Mesmo quebrando recordes de bilheteria, a sequência chocou ao ficar fora da categoria de animação, aparecendo apenas em canção original com "Into the Unknown".

    Canções da Disney: Por falar na categoria, dois fortes candidatos da empresa de Mickey Mouse foram ignorados em canção original. Mesmo tendo um nome poderoso como Beyoncé, "Spirit" não rendeu outra indicação para O Rei Leão. Já os oscarizados Alan MenkenJustin PaulBenj Pasek não conseguiram cair nas graças da Academia novamente com "Speechless", de Aladdin.

    Eddie Murphy: Não somente o astro da comédia ficou fora da lista, como Meu Nome é Dolemite também nem apareceu em categorias técnicas - no dia seguinte que foi aclamado no Critics' Choice Awards.

    Adam Sandler: Era difícil, mas o astro cômico recebeu muitos elogios por seu talento dramático em Joias Brutas, que não recebeu nenhuma indicação.

    1917: Não nos entenda errado, o filme de Sam Mendes está bem na fita, com dez indicações. Mas nenhuma delas é para montagem, sendo que ele chama a atenção por ser planejado como um longa em plano-sequência. Oi?

    Apollo 11: Mesmo aclamado em prêmios da crítica, esse documentário ousado não conseguiu uma vaga no Oscar.

    Nenhuma mulher na direção: Mais uma vez, o Oscar perdeu a chance de valorizar mulheres por trás das câmeras. Adoráveis Mulheres conseguiu 6 indicações, mas Greta Gerwig só foi lembrada em roteiro adaptado. Já citada aqui, o trabalho de Lulu Wang em The Farewell era outro que deveria ser exaltado. Ou Marielle Heller, novamente esnobada mesmo tendo o elogiado Um Lindo Dia na Vizinhança.

    SURPRESAS

    Democracia em VertigemA Vida Invisível pode não ter conquistado um lugar em melhor filme internacional, mas o Brasil está bem representado no Oscar com o elogiado projeto de Petra Costa, concorrendo em documentário.

    Scarlett Johansson: A moça demorou para ser indicada ao prêmio da Academia, mas quando conseguiu, abocanhou logo duas de uma vez. Ela está concorrendo como atriz por História de um Casamento e atriz coadjuvante por Jojo Rabbit.

    Cynthia Erivo: Outra que conseguiu indicação dupla foi a estrela de Harriet. Além de concorrer como atriz, ela está na disputa pela canção "Stand Up" do mesmo filme, a qual ela ajudou a compor.

    HoneylandParasita pode ser o grande concorrente de melhor filme internacional, mas não foi o único a conquistar mais de uma indicação. Esse filme da Macedônia também aparece na briga de documentários.

    Kathy BatesO Caso Richard Jewell não teve forças nessa temporada de premiações, mas a atriz já vencedora por Louca Obsessão entrou na disputa de melhor atriz coadjuvante pelo filme de Clint Eastwood.

    O Farol: Não deu para os protagonistas Robert Pattinson e Willem Dafoe, mas deu uma alegria no peito ver o longa de Robert Eggers na categoria de melhor fotografia. 

    Malévola - Dona do Mal: O filme de Angelina Jolie recebeu críticas mistas, mas aparece aqui concorrendo em melhor cabelo e maquiagem. 

    Klaus: A Netflix está fazendo história com tantas indicações para O Irlandês, História de um Casamento e Dois Papas, mas foi uma grata surpresa ver a animação natalina concorrendo também. 

    Coringa: O mais indicado da noite é uma adaptação de HQs. Lide com isso, sociedade.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    • Eu M.
      1917: Se são apenas 2 planos sequência, por que diabos deveria concorrer em MONTAGEM? ELA NÃO EXISTE!
    • Giovane Machado
      Hollywood desprezando os reboots e sequencias é normal. Malévola 2 é filme de sessão da tarde.
    • Marilda Silva
      Foi inacreditável a não-indicação do Taron Egerton, ele captou até a respiração do Elton John. Lamentável. Mas se provou um grande ator e terá muitas outras chances.
    • Rodrigo
      É que a Academia, o Oscar, de modo geral, as vezes, tem puro preconceito contra filmes blockbusters, fantasia, ficção científica, super-heróis, ação, aventura, suspense, terror, comédia, filmes brasileiros, etc e só gosta de premiar filmes musicais, ruins, chatos e para chorar, etc. A Academia, as vezes é mt política e um saco.
    Mostrar comentários
    Back to Top