Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Joaquin Phoenix está cansado de falar de Coringa
    Por Vitória Pratini — 6 de jan. de 2020 às 20:45
    facebook Tweet

    "Sinto que tenho falado sobre isso há seis meses", disse o ator no Globo de Ouro 2020.

    Vencedor da categoria de Melhor Ator de Drama por Coringa no Globo de Ouro de 2020, Joaquin Phoenix está cansado de falar justamente sobre o filme que lhe rendeu uma estatueta na competição.

    O ator fez um dos discursos mais memoráveis ​​e curiosos da cerimônia, usando seu tempo no palco para agradecer pelo banquete vegano e admitir que ele é um pé no saco para trabalhar e que vive pegando jatinhos para Palm Springs, na Califórnia. Mas foi após receber a estatueta, nos bastidores, que Phoenix ficou mais solto e, bem, confuso. Ele foi levado a um grupo de jornalistas e comentou que foi "enganado" por sua equipe de relações públicas para se reunir com eles para uma breve coletiva de imprensa. Quando um jornalista perguntou a Phoenix sobre como ele abordou seu personagem em Coringa, o astro pareceu confuso e, com humor, desviou da pergunta.

    "Isso não é uma notícia antiga?", respondeu Phoenix. "Sinto que tenho falado sobre isso há seis meses. Você quer ouvir uma versão diferente [da minha resposta]? Bem, foi um processo longo."

    O artista, então, respondeu à pergunta com mais seriedade, dizendo: "A maneira como trabalhei nisso foi bastante irregular. Eu não o ataquei linearmente. Fiquei mais curioso sobre os medicamentos que [Arthur Fleck] estava tomando e os efeitos colaterais desses medicamentos, que nos levou a pensar que teríamos essa louca mudança de peso — algo que só chegou até nós quando mergulhamos nessa pesquisa. Isso foi o início. Eu li vários livros sobre assassinos políticos, que compartilhavam tipos de personalidade com o que eu eventualmente definiria Arthur. Não vou dizer quem são porque acho que aquelas pessoas receberam atenção o suficiente, então prefiro não citar os nomes dos homens nos quais baseei o personagem. Tiveram muitas outras coisas que não consigo me lembrar agora", complementou. "Sinto que já respondi a essa pergunta seis meses atrás, mas obrigada por perguntar de novo", finalizou.

    Kevin Winter/Getty Images
    Joaquin Phoenix no Globo de Ouro 2020.

    Outra pergunta que inevitavelmente foi levantada pela imprensa foi sobre a continuação de Coringa. Tanto o diretor Todd Phillips quanto Phoenix anteriormente se mostraram abertos à ideia de uma sequência, embora nenhum dos dois tenha qualquer acordo com a Warner Bros. para fazer isso acontecer. Nos bastidores do Globo de Ouro, Phoenix rejeitou a ideia de que uma sequência de Coringa seria feita buscando dinheiro.

    "Acho que nunca fiz muitas coisas previsíveis", disse ele. "Então, se [uma sequência de Coringa] surgisse, não é porque Todd ou eu estamos seguindo algum livro de regras. É porque nos sentimos inspirados a explorar o personagem mais detalhadamente. Essa seria a única razão para eu fazer isso."

    Phoenix então, atencioso, perguntou ao grupo na sala de imprensa: "Vocês ficaram sentados aqui a noite toda? Eles trazem comida para vocês? Vocês bebem alguma coisa?".

    A vitória de Phoenix por Coringa deu ao ator seu segundo Globo de Ouro. Ele havia ganho o prêmio de Melhor Ator em Musical ou Comédia em 2006 por interpretar Johnny Cash em Johnny & June. Suas atuações em Vício Inerente, ElaO MestreGladiador também lhe renderam indicações à premiação ao longo dos anos.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    • Isabele G.
      Ele é muito simples, honesto e confuso nas falas,mas está num momento especial da sua vida pessoal e artística.Se ele ganhar o prêmio de melhor ator no Óscar por O Coringa ele fará parte dos atores q ganharam o prêmio máximo ,pelos devidos papéis q se tornaram mais eternizados como Vivien Leigh(E O Vento Levou): Marlon Brando(Poderoso Chefão); Anthony Hopkins (O Silêncio dos Inocentes).
    • Joaquin Phoenix
      Adoro cinema tá pior q tv focoQue título sensacionalista
    Mostrar comentários
    Back to Top