Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Star Wars: 5 perguntas que A Ascensão Skywalker não responde
    Por Vitória Pratini — 22 de dez. de 2019 às 09:20
    facebook Tweet

    Alerta de spoiler!

    Fim da saga Skywalker, Star Wars: Episódio IX prometia responder a uma série de perguntas da nova trilogia. No entanto, o filme estrelado por Daisy RidleyOscar IsaacJohn Boyega deixa importantes questões sem resposta — em prol de manter a nostalgia e apostar em cenas de ação em ritmo frenético.

    A seguir, confira cinco perguntas pertinentes que Star Wars: A Ascensão Skywalker não responde... 

    Atenção para spoilers de Star Wars: A Ascensão Skywalker.

    Não avance se ainda não tiver assistido!

    Continue por sua conta e risco.

    1. Como Palpatine foi resgatado e ressuscitado?

    Star Wars: A Ascensão Skywalker tem o retorno do Imperador Palpatine (Ian McDiarmid), algo que foi anunciado já nos trailers da produção. O filme já retorna revelando que Darth Sidious está vivo, e que quer Rey (Daisy Ridley) morta. Apesar de revelar que as vozes que Rey ouvia em sua cabeça eram todas de Palpatine — e que, bem, o vilão provavelmente clonou Snoke (Andy Serkis). Entretanto, não chega a explicar como ele foi resgatado e ressuscitado. Custava uma explicação sobre como isso ocorreu? 

    Quadrinhos recentes da franquia Star Wars mostram que alguns Sith foram capazes de armazenar seu espírito ou consciência em objetos inanimados, como Lord Momin e sua máscara, que poderia então possuir qualquer um que se aproximasse do item, e trazer os Sith de volta à vida — conforme previa a lenda de Darth Plagueis que Palpatine contou a Anakin em A Vingança dos Sith e que sabemos que o vilão buscava incessantemente. Sabemos que Darth Sidious era um Sith poderoso. Ele conseguiu sobreviver à queda, quando Darth Vader (supostamente) o matou? Ou morreu e voltou à vida? Se sim, como? O que o manteve vivo — porém deteriorado? Como Palpatine vai parar em Exogol em um corpo que se parece com o seu original é um mistério que o filme não resolve.

    2. Por que Han Solo "reapareceu" para Kylo Ren?

    Uma das cenas mais emocionantes do filme é quando Kylo Ren (Adam Driver) vê seu pai, Han Solo (Harrison Ford). Enquanto o filme sugere que o personagem tenha "reaparecido" como uma memória para seu filho, projetada pela mãe de Ben, Leia (Carrie Fisher), não foi explicado exatamente como isso acontece. 

    O que sabemos é que o jovem Sith está prestes a derrotar Rey em sua batalha nos destroços da Estrela da Morte. Ele tem vantagem e está preparado para matá-la quando Leia usa seu último pedaço de energia da Força para alcançar através da galáxia e se conectar com seu filho perdido. Quando ela fala o nome dele, ele sente a presença dela e ressuscita Ben, o garoto que ele tentou tanto enterrar. Após esse momento, ele vê seu pai, com direito à emocionante fala "Pai...", com a tradicional resposta Han Solo: "Eu sei". No fim, tratava-se de uma memória de Ren, ou uma projeção de Leia? Que poder "novo" é esse que os Jedi têm?

    O retorno é, no mínimo, curioso, pois Ford anteriormente havia dito que não achava que Solo tivesse muita "utilidade" em O Retorno de Jedi e teria pedido para morrer em O Despertar da Força. No entanto, provavelmente agora, ele viu no personagem um propósito renovado, dando ao vilão da nova trilogia a chance de se redimir — ainda que apenas para uma das pessoas que prejudicou. Inclusive, estranhamente, o ator não é creditado no final da produção.

    A cena não só deixa informações em aberto como deixa um gostinho de quero mais sobre o treinamento de Leia com Luke (Mark Hamill). Infelizmente, pela morte precoce de Fisher, o filme não consegue abordar a heroína se tornando Jedi e o desenvolvimento que ela tem com a Força.

    3. Quem são os pais de Rey?

    Essa questão é um grande "disse-me-disse". Em Star Wars: Os Últimos Jedi, recebemos uma resposta para a pergunta dos pais de Rey: eles eram ninguém, "catadores de lixo que a trocaram por dinheiro de bebida", conforme lhe disse Kylo Ren. Algumas pessoas ficaram infelizes com essa conclusão e, aparentemente, os escritores J.J. Abrams e Chris Terrio optaram por ouvi-los. Em A Ascensão Skywalker, descobrimos que os pais de Rey eram, supostamente, ninguém. Não catadores de lixo mas seu pai era filho de um Imperador! O Imperador Palpatine que quiseram abandonar suas origens e tecnicamente abandonaram sua filha em Jakku para protegê-la de seu malvado avô. Eles teriam sacrificado suas vidas para manter em segredo a identidade de sua filha.

    Mas Palpatine nunca teve uma esposa. Enquanto podemos imaginar que ele viveu um romance com sua assistente em Ataque dos Clones, Sly Moore; ou que ela tivesse usado o DNA dele para fazer inseminação; a teoria mais provável é que ele tenha investido em clonagem. No entanto, é um tiro no escuro, considerando até como seu filho (ou clone) fugiu e abandonou as origens.

    4. Como Lando Calrissian conseguiu convocar ajuda para a batalha contra a frota de Palpatine?

    Um dos principais retornos de A Ascensão Skywalker foi Lando Calrissian (Billy Dee Williams). Enquanto foi bastante emocionante, também foi um tanto quanto conveniente que ele tenha sido responsável por convocar ajuda para a batalha contra a frota de Palpatine. Como ele fez isso? Pelo ritmo frenético do filme, não houve tempo hábil para explicar.

    Faz sentido que ele seja popular na galáxia, que fez amizade (e inimizades) em diversos planetas, e agora é um General da Resistência. Portanto, provavelmente tem uma linha direta, grupo de Whatasapp ou holograma expresso para chamar a galera. Mas nunca saberemos.

    5. O que Finn tinha a dizer e nunca disse?

    Durante grande parte do filme, Finn (John Boyega) sugere fazer uma revelação para Rey — o que gera ciúmes em Poe (Oscar Isaac). No entanto, nunca foi de fato revelado o que ele iria falar. Enquanto o filme dá a entender que ele queria declarar estar apaixonado por Rey, é mais provável que ele dissesse que é sensitivo à Força. Afinal, é uma especulação que circula desde O Despertar da Força. Inclusive, quando conhece Jannah (Naomi Ackie) em Kef Bir, ele explica que se sentiu puxado por uma Força misteriosa para desertar da Primeira Ordem e abandonar o treinamento de Stormtrooper. "É um instinto, um sentimento", diz ele, depois de afirmar que não tinha certeza se acreditava na Força até ingressar na Resistência, e que percebeu que era de onde vinha a sensação instintiva de enfrentar os Stormtroopers.

    Star Wars: A Ascensão Skywalker está em cartaz nos cinemas.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top