Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    CCXP 2019: Gal Gadot e Patty Jenkins emocionam público no painel de Mulher-Maravilha 1984
    Por Vitória Pratini — 08/12/2019 às 21:39
    facebook Tweet

    Atriz e diretora falaram do clima no set e sobre a relevância de trazer a heroína à vida.

    Gal Gadot e Patty Jenkins quebraram a banca no painel de Mulher-Maravilha 1984 na CCXP 2019. Transmitido ao vivo no Twitter, o evento contou com a participação ativa do público presente, que estava com pulseiras que acendiam, formando um show de luzes — que ficavam douradas cada vez que alguém no palco falava "maravilha" ou "wonder". No momento em que Gadot subiu ao palco, foi recepcionada por cosplays vestidos como a heroína, enquanto o público foi à loucura gritando o seu nome.

    Anos 1980
    I Hate flash

    A diretora Patty Jenkins explicou as diferenças do filme de origem da personagem para este novo. "O primeiro foi a jornada de encontrar a Mulher-Maravilha. Agora, já temos a Mulher-Maravilha, e agora ela está solta no mundo enfrentando seus maiores inimigos em épicas batalhas. Já que é ambientado em 1980, nos permitirmos ser exagerados e grandiosos como era na década de 1980. É uma experiência visual e as cenas de coreografias são reais", disse a cineasta, explicando que foram usados efeitos práticos, com fios e maquiagem, mais do que efeitos visuais, tanto para sequências de ação quanto para outras partes da produção. No entanto, ela citou uma exceção: a Mulher-Leopardo/Barbara Minerva (Kristen Wiig), que passa por uma transformação que exigia CGI.

    "Queríamos trazer Diana para o mundo moderno. Mas os anos 80 são um período com o qual a Mulher-Maravilha é sinônimo. Então foi ótimo vê-la lá. Mas o mais importante é que é o auge da civilização ocidental e o sucesso do mundo em que todos vivemos depois de agora. Então, eu estava curioso para colidir nossa Mulher Maravilha no auge do nosso sistema de crenças moderno atual e que tipo de vilões saem disso e ver o que acontece. Então, tudo veio naturalmente", complementou a cineasta.

    Warner Bros.

    Se pararmos para pensar Jenkins não está errada. O personagem da Mulher Maravilha é sinônimo de final dos anos 70, quando a série da Lynda Carter foi ao ar, e no começo dos anos 80. Sem contar que há elementos especialmente atraentes em termos políticos e culturais nesse período, com a Guerra Fria atingindo seu pico ao lado da ascensão do shopping, a onipresença da grande e impetuosa música pop e mais. Além disso, vale a pena lembrar da obra de George Orwell, "1984", que também prevê uma década de 1980 em que o Big Brother aparece a fim de controlar as massas. Possível que o período escolhido não tenha sido à toa.

    Gadot, por sua vez, observou que muitas décadas se passaram desde o primeiro filme, ambientado na Primeira Guerra Mundial. "[Diana] está muito sozinha. Ela perdeu todos os seus amigos ao longo dos anos e está fazendo o que precisa fazer... Está ajudando a humanidade e salvando o mundo, até que algo louco esteja prestes a acontecer com ela."

    Retorno de Steve Trevor
    Warner Bros.

    Mulher-Maravilha 1984 terá o retorno de Steve Trevor, personagem interpretado por Chris Pine que se sacrificou na batalha do primeiro filme. Enquanto o trailer deu a entender que ele retornará por causa de Maxwell Lord (Pedro Pascal), Patty Jenkins guardou segredo sobre a volta do herói: "Não posso lhe dizer, mas eis o que vou dizer. Não colocamos Steve Trevor neste filme apenas para ter Steve Trevor no filme", disse ela. [Quando eles estavam escrevendo o roteiro] "chegou um momento Eureka e não poderia ser contado sem Chris Pine interpretando Steve Trevor".

    Pedro Pascal, por sua vez, será o vilão Max Lord, que, segundo Jenkins, é o rei dos infomerciais, que vende sonhos para o povo e faz tudo para ser bem sucedido, o que vem com um preço. Gadot esclareceu que Diana fica impressionada quando conhece Max, que é uma pessoa diferente de todas que ele conhece. A atriz ainda elogiou o colega de elenco, dizendo que ele é "engraçado, talentoso e inteligente".

    Relação do elenco
    Warner Bros.

    Gadot não só teve uma boa relação com Pascal mas também com Kristen Wiig. A atriz revelou que as duas formaram uma banda, que "canta, dança e fazem coisas engraçadas" nos intervalos das filmagens. Patty Jenkins ainda observou, brincando, que parecia estar fazendo o filme com suas duas melhores amigas, que acabavam distraindo-a do que estava fazendo e ela precisava ser a voz da razão para trazê-las de volta ao trabalho.

    "Adoro a Kristen Wiig e sou fã do trabalho dela, e quando precisamos de uma pessoa que fosse tão ampla e pudesse ir de um extremo a outro [emocionalmente], só pensamos nela", elogiou a diretora, sobre a personagem ter momentos dramáticos e de comédia. Wiig, inclusive, mandou uma divertida mensagem em vídeo para o público presente — ao lado de Pedro Pascal e Chris Pine. Ela arrancou risadas do público ao comentar que interpreta a Mulher-Leopardo e tem reflexos de gato (#sóquenão).

    CCXP 2019: Mulher-Maravilha 1984 ganha material estendido no painel (Descrição)

    Armadura dourada

    O filme trará uma nova armadura dourada da personagem. Gadot revelou que é se sentiu ótima no espelho, com aquele belo figurino, mas que, no entanto, não é uma roupa confortável.

    Enquanto a atriz revelou que este é o maior filme de sua carreira, em termos de escala de produção, Jenkins admitiu que sempre quis fazer uma adaptação de Mulher-Maravilha. "Eu acreditava nos valores dela e, ao me tornar a pessoa a fazer isso, percebi que ela é a heroína do futuro. Amorosa, gentil, atenciosa. Eu sou inspirada todos os dias ser tão boa como ela."

    Mulher-Maravilha 1984 tem estreia marcada para o dia 4 de junho de 2020.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Siga o AdoroCinema
    Trailers
    Um Crime para Dois Trailer Legendado
    Má Educação Trailer Original
    Emma Trailer Legendado
    The Vast of Night Trailer Original
    Dolittle Trailer Dublado
    Velozes & Furiosos 9 Trailer Legendado
    Todos os últimos trailers
    Notícias de cinema Festivais e premiações
    Olhar de Cinema e MUBI anunciam parceria para trazer filmes do festival ao streaming
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    sexta-feira, 29 de maio de 2020
    Festival de Veneza 2020 segue confirmado para setembro
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    segunda-feira, 25 de maio de 2020
    Cerimônia do Oscar 2021 pode ser adiada
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    terça-feira, 19 de maio de 2020
    Cerimônia do Oscar 2021 pode ser adiada
    San Diego Comic-Con é cancelada por causa do Coronavírus
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    sexta-feira, 17 de abril de 2020
    San Diego Comic-Con é cancelada por causa do Coronavírus
    Últimas notícias de cinema Festivais e premiações
    Melhores filmes em cartaz
    O Destino Bate à sua Porta
    O Destino Bate à sua Porta
    3,5
    Diretor: Bob Rafelson
    Elenco: Jack Nicholson, Jessica Lange, John Colicos
    Ogros
    Ogros
    3,0
    Diretor: Léa Fehner
    Elenco: Adèle Haenel, Marc Barbé, Lola Dueñas
    Trailer
    Just Peck
    Just Peck
    3,1
    Diretor: Michael A. Nickles
    Elenco: Keir Gilchrist, Marcia Cross, Adam Arkin
    Sitter Cam
    Diretor: Nancy Leopardi
    Elenco: India Eisley, Laura Allen, Cam Gigandet
    Seventh-Gay Adventists
    Diretor: Daneen Akers, Stephen Eyer
    Trailer
    Moonwalkers - Rumo à Lua
    3,4
    Diretor: Antoine Bardou-Jacquet
    Elenco: Rupert Grint, Ron Perlman, Robert Sheehan
    Trailer
    Todos os melhores filmes em cartaz
    Back to Top