Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Mitos do Pop: Qual é o segredo de Willy Wonka em A Fantástica Fábrica de Chocolate?
    Por Pablo Miyazawa — 25 de nov. de 2019 às 18:00
    facebook Tweet

    Será que o amado clássico infantil esconde intenções mais sombrias do que você percebeu?

    A Fantástica Fábrica de Chocolate foi lançado em 1971, mas naquela época bem pouca gente foi aos cinemas para assistir. Se hoje o filme é considerado um verdadeiro clássico, isso só aconteceu por causa das muitas reprises na televisão nas décadas seguintes.

    E foi a internet que consolidou no imaginário popular o filme e o seu enigmático protagonista, Willy Wonka, interpretado pelo saudoso Gene Wilder. O fato é que, quase 50 anos depois de seu lançamento, A Fantástica Fábrica de Chocolate é celebrado como um dos filmes infantis mais marcantes de todos os tempos. E muito disso é por conta dos mistérios em torno de sua história.

    Na superfície, estamos vendo a saga de Willy Wonka, um doceiro recluso que vive sozinho em sua fábrica de doces de sucesso. Mas os teóricos da conspiração enxergam outras intenções sinistras além das pilhas de deliciosas barras de chocolates. Será que a própria existência do filme já não teria um motivo obscuro? É essa a doce investigação que traz o episódio 33 do Mitos do Pop. Assista acima.

    Apresentado pelo jornalista Pablo Miyazawa, o Mitos do Pop semanalmente desvenda os maiores mistérios do mundo do cinema e da televisão, passando também pelas histórias em quadrinhos, literatura, games, música e internet. Com conteúdo inédito, o programa é inspirado nas histórias contadas no livro 52 Mitos Pop - Mentiras e Verdades nos Boatos do Mundo do Entretenimento, lançado pelo próprio Pablo em 2017.

    Veja o episódio 33 e clique aqui para conferir mais vídeos do canal do AdoroCinema no YouTube.

     

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Ronaldo Cesar
      Teoria viajada dos fãs: ele usava crianças como ingrediente secreto 😂😂😂Ainda bem que o remake acabou com essa teoria bizarra.
    Mostrar comentários
    Back to Top