Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Kati Critica: 10 músicas que merecem virar filmes
    Por Katiúscia Vianna — 23/11/2019 às 11:50
    facebook Tweet

    De Beyoncé a My Chemical Romance, o mp3 pode virar película.

    Katiúscia Vianna é uma redatora do AdoroCinema que acumulou mais de duas décadas de cultura inútil e decidiu transformar isso num emprego. Nessa jornada, ela tem a missão de representar os fandoms barulhentos e/ou esnobados do Twitter, falar das séries que a crítica ignora e celebrar as '"farofas" que trazem alegria para o povo. Ou seja, os guilty pleasures! Com um ponto de vista 'singular' (ou doido, depende de quem opina), surge a coluna Kati Critica — misturando açúcar, tempero e um pouco de haterismo zoeiro.

    Para quem não sabe, eu sou a louca dos musicais. Sou daquele tipo de pessoa que gostaria de cantarolar e dançar no meio da rua; ou fica achando que está em um clipe, olhando de forma poética para a janela do ônibus, enquanto toca alguma música deprê no fone de ouvido. Então, deu para perceber que minha imaginação é um pouco fértil, a ponto de eu ter criado clipes para todas as músicas da RBD... na minha mente, afinal nunca tive orçamento nessa vida. (E nunca consegui convencer 5 amigos para fazer banda cover com roupinhas da escola de Rebelde).



    O grande compositor Stephen Sondheim já dizia que toda música boa tinha que ser como uma peça: ter início, meio e fim. Então, como não levar a imaginação para outro nível, transformando-a em um filme? Uma Segunda Chance para Amar está prestes a estrear e é inspirada em "Last Christmas", do George MichaelFaroeste Caboclo já virou longa, Eduardo e Mônica está seguindo o mesmo caminho... Tem ate uma série da Dolly Parton que acabou de chegar à Netflix, onde cada episódio é baseado numa música dela. É o tipo de fanfic profissional que faz a franquia 50 Tons de Cinza chorar!

    Se fizeram DOIS musicais inspirados em hits da banda ABBA; eu posso fazer uma coluna onde exalto dez canções tão bem feitas que poderiam ganhar versões de 90 minutos, pelo menos.

    Lucky - Britney Spears

    Julguem o quanto quiser, mas os primeiros curtas que vi na minha vida foram os clipes com histórinhas da Britney Spears (isso e os desenhos da Turma da Mônica, mas deixa pra lá). Meu preferido é "Lucky", história de uma jovem famosa e premiada que esconde como é infeliz; chorando, chorando e chorando (sim, 3 vezes!) em seu quarto solitário. Ou seja, vocês xingam música pop, mas estamos aqui diante de uma crítica social sobre o vazio existencial da sociedade da imagem.

    Por mais que Britney tenha uma atuação digna de Crossroads no vídeo, seria legal se o filme fosse estrelado por alguém que deseja dar a volta por cima em Hollywood, para ficar ainda mais meta (que nem Renee Zellweger no futuro Judy), tipo Amanda Bynes ou Lindsay Lohan. Mas também aceitamos Amy Adams, para ele ganhar um Oscar, nem que seja na ficção.

    Eu Nasci Há Dez Mil Anos Atrás - Raul Seixas

    Nessa canção, Raul Seixas foi basicamente o Forrest Gump brasileiro. Só que, ao invés de correr por um determinado trecho da história norte-americana; seria a história de como um grupo de jornalistas descobriu a presença de um ser misterioso em diversos eventos marcantes em séculos. As dicas estão todas ali na letra: imagina ver uma figura como Lázaro Ramos conhecendo figuras como Jesus, Noé, Drácula, Zumbi dos Palmares e Hittler. Vai dizer que isso não é uma premissa bacana?

    Every Breath You Take - The Police

    Sinceramente, já existe uma versão série dessa música e se chama Você, com Penn Badgley. Beijos. Enfim, está na hora de desmascarar essa música, que parece romântica a ponto de ser trilha de bailinho das crianças de Stranger Things, mas é problemática demais. Vamos usar a Era #MeToo para desmistificar o stalker, escalando alguém talentoso, mas que saiba fazer babacas, para interpretar o personagem principal... tipo o Miles Teller.

    E ainda podemos nos inspirar no clipe, fazendo um filme todo preto e branco... Abre o olho, O Farol!

    Two Black Cadillacs - Carrie Underwood

     "Dois meses atrás, sua esposa ligou para um número em seu telefone. Acontece que ele estava mentindo para as duas durante muito tempo. Então elas decidiram que ele não ia se safar, após fazer isso com elas. Dois cadillacs pretos esperando pela hora certa. [...] Essa foi a primeira e última vez que elas se viram cara a cara. Compartilharam um sorriso sombrio e simplesmente foram embora. Deixando um segredo no túmulo." Dá para visualizar esses trechos numa tela grande!

    Você pode não ser fã de country, e Carrie Underwood nem é minha American Idol favorita (Kelly Clarkson, me adota, sua linda!), mas essa música constrói uma história nível Garota Exemplar

    Wannabe - Spice Girls

    Spice Girls já tentou virar musical, mas não deu certo, pois era focado nas músicas e na busca pela fama da protagonista. Esse foi o problema... Todo mundo sabe que Spice Girls é focado em amizade e girl power! O filme Wannabe seria a jornada de cinco amigas; todas em estágios dierentes de relacionamentos, mas questionando os futuros de tais relações. A resposta? Os cinco casais invadem uma festa, onde as amigas irão avaliar os respectivos cônjuges uma da outra, para ver se eles valem a pena.

    A chave também seria escalar atrizes queridinhas para interpretar as protagonistas, claramente inspiradas nos estilos das Spice Girls. Zendaya é Scary Spice; Isabella Gomez é Ginger Spice, Lana Condor é a Baby Spice; Haley Lu Richardson é a Sporty Spice, e Camila Mendes é Posh Spice. De nada, Hollywood.

    Memórias - Pitty

    Parte da franquia Invocação do Mal (pois quase tudo é, hoje em dia), Memórias contaria a história de uma jovem desajustada, que passa a ouvir vozes de fantasmas, depois que sofre uma série de decepções — tanto de figuras de autoridades, como de parentes e do crush. Começa então um conflito interno, onde ela é tentada a seguir os horrores propostos pelas figuras que assombram sua casa, ou lutar para sempre fazer o melhor e mais gentil que pode, evoluindo como pessoa. Ou seja, é uma analogia sobre o que fazer quando a sociedade te machuca e está na hora de agir como adulto. É tipo Coringa feat Os Fantasmas se Divertem, só que de terror. 

    You and I - Lady Gaga

    Na minha humilde opinião de pessoa que passa muito tempo dentro da própria imaginação, a chave para transformar uma música em filme é a quantidade de detalhes. Se a persona Jo Calderone da Lady Gaga roubou os holofotes; "You and I" traz uma complexa história de amor. No caso, imagine uma atriz que saiba cantar nível Scarlett Johansson, voltando para sua cidade natal após anos, determinada a reconquistar o homem que ela deixou para trás — um moço descolado do Nebraska, que gosta de piadinhas e rock and roll, interpretado por Jake Gyllenhaal.

    Para os fãs da canção, trechos da letra como a protagonista sentada num bar, com os sapatos de salto; ou o boy cantando uma música de aniversário para a amada, com uma guitarra e sem roupas; estão garantidas.

    Macaé - Clarice Falcão

    "Eu queria tanto que você não fugisse de mim / Mas se fosse eu, eu fugia."

    Todo filmado em plano-sequência, Macaé poderia se tornar um thriller com toques de humor sombrio, onde o cara desavisado se encontra sozinho, pela primeira vez, na casa da namorada. Como a curiosidade humana é algo forte demais para ser ignorada, ele vai remexendo e descobre as coisas super simpáticas que sua (até então) doce pretendente fez pelo relacionamento. Tipo, imprimir o mapa astral dele, hackear seu computador para decorar RG e saber a senha do cartão; grampear o celular do moço; e comprar cianureto para eles se matarem juntos. Logo, começa um efeito dominó onde tudo começa a dara errado, de forma muito rápida.

    Welcome To The Black Parade - My Chemical Romance

    Como passei minha adolescência toda com franja lateral e forte delineador nos olhos, não poderia deixar de fazer uma menção para meus colegas emos de plantão. Se Gerard Way criou The Umbrella Academy, eu quero mesmo é ver um filme de "Welcome to the Black Parade", retratando essa marcha fúnebre que vem buscar os mortos — com toques de paradas de Nova Orleans, se elas fossem criadas por Tim Burton.

    Em seus momentos finais, um jovem (podemos escalar aqui Jharrel Jerome, pois ele estava ótimo em Olhos que Condenam e quero vê-lo em tudo que é possível nessa vida) finalmente abre mão da pressão que sofreu do pai durante toda a vida; abraçando suas imperfeições e entoando "I'm just a man, I'm not a hero! Just a boy, who had to sing this song" Ps: quem não grita nessa parte da canção, eu julgo mesmo.

    Single Ladies - Beyoncé

    Sinceramente, eu não sei como ninguém fez essa história. Gina Rodriguez estrela essa comédia da Netflix sobre uma garota que decide abandonar o boy lixo que não a valoriza; contando com o apoio de duas melhores amigas, em loucas situações de solteirice e até aventuras no museu.

    Pois se o namorado atual não quer compromisso e comprar o anel de noivado; ela vai procurar quem queira! Tudo isso para, no final, descobrir o que sempre sabia: ela não precisa de homem nenhum para ser feliz. Empoderamento feminino, hit viciante da Beyoncé e alguma cena feita somente para recriarem a dancinha do clipe = sinônimo de sucesso. 

    Moral da história: Sinceramente, não tem moral, eu só estou aqui esperando a parte 2 de "Telephone", que nem uma trouxa.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Siga o AdoroCinema
    Trailers
    Assista ao trailer legendado
    1917 Trailer (1) Legendado
    Um Lindo Dia na Vizinhança Trailer (2) Legendado
    Luta por Justiça Trailer Legendado
    Um Espião Animal Trailer (1) Legendado
    Maria e João: O Conto das Bruxas Trailer Legendado
    Todos os últimos trailers
    Últimas notícias de cinema
    Channing Tatum vai estrelar e produzir musical da Disney
    NOTÍCIAS - Pré-Produção
    quinta-feira, 23 de janeiro de 2020
    Um Espião Animal é a maior estreia da semana
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    quinta-feira, 23 de janeiro de 2020
    Últimas notícias de cinema
    Melhores filmes em cartaz
    Minha Mãe É uma Peça 3
    4,3
    Diretor: Susana Garcia
    Elenco: Paulo Gustavo, Rodrigo Pandolfo, Mariana Xavier
    Trailer
    Frozen 2
    4,2
    Diretor: Jennifer Lee, Chris Buck
    Trailer
    Jumanji: Próxima Fase
    3,9
    Diretor: Jake Kasdan
    Elenco: Dwayne Johnson, Jack Black, Kevin Hart
    Trailer
    Adoráveis Mulheres
    Adoráveis Mulheres
    3,4
    Diretor: Greta Gerwig
    Elenco: Saoirse Ronan, Emma Watson, Florence Pugh
    Trailer
    O Escândalo
    O Escândalo
    3,3
    Diretor: Jay Roach
    Elenco: Charlize Theron, Nicole Kidman, Margot Robbie
    Trailer
    O Melhor Verão das Nossas Vidas
    O Melhor Verão das Nossas Vidas
    3,1
    Diretor: Adolpho Knauth
    Elenco: Giulia Nassa, Bia Torres, Laura Castro
    Trailer
    Todos os melhores filmes em cartaz
    Back to Top