Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    4 curiosidades sobre Dunkirk
    Por Caqui Bandeira — 28 de out. de 2019 às 18:26
    facebook Tweet

    Venha conhecer mais sobre o décimo filme de Christopher Nolan.

    Um dos grandes sucessos do cinema de 2017, Dunkirk é o décimo filme dirigido por Christopher Nolan. O diretor que trouxe para às telonas A Origem e a trilogia Cavaleiro das Trevas saiu um pouco da sua zona de conforto para este filme. Seu primeiro longa baseado em fatos reais, o filme relata os acontecimentos da batalha de Dunquerque durante a II Guerra Mundial. Com um elenco repleto de talentosos atores, alguns já consolidados e outros em sua primeira grande produção, o filme está finalmente chegando na plataforma da Telecine. Todo gravado em IMAX, confira abaixo algumas curiosidades sobre a produção de Dunkirk.

    A cidade de Dunquerque

    O filme foi gravado na mesma praia em que a evacuação aconteceu durante a II Guerra Mundial. A cidade de Dunkirk queria que partes do longa fossem filmadas em sua locação original, então o governo municipal criou um departamento de cinema para promover e organizar as filmagens na cidade. Dunquerque acumulou 207 dias de gravações nos primeiros 18 meses do departamento, contando o filme do Nolan e outras produções. A cidade realmente abraçou a produção cinematográfica, e há provas claras disso. Na versão do street view do Google Maps, o beco em que Tommy (Fionn Whitehead) está correndo para chegar à praia está com barras ao seu redor.

    Colaboradores

    Assim como outros grandes cineastas, Christopher Nolan gosta de voltar a trabalhar com pessoas que já participaram de seus outros filmes. Desde Batman Begins o cineasta retoma a colaboração com atores como Michael Caine e Cillian Murphy. Dunkirk marca a sétima colaboração entre o Nolan e Caine, que é a voz no rádio dos pilotos. Já Murphy está em sua quinta colaboração, não tendo participado em Interestelar e no futuro TenetTom Hardy também é um ator com quem Nolan trabalha frequentemente, os dois aparecem juntos nos créditos de três produções. Nolan também costuma ter o mesmo compositor para seus filmes, Hans Zimmer compôs a trilha sonora de sete produções do cineasta. Porém, Dunkirk também foi o filme que abriu portas no cinema para Fionn Whitehead, Tom Glynn-CarneyHarry Styles - que interpretam soldados presos na praia. Só o tempo dirá se Nolan voltará a chamar estes atores para seus projetos futuros.

    Baseado em fatos reais

    Não é novidade para ninguém que o filme é baseado em fatos reais, e Nolan tentou ao máximo manter a realidade enquanto escrevia e gravava o filme. O personagem de Kenneth Branagh, por exemplo, é baseado no Comandante James Campbell Clouston, um canadense que servia a marinha inglesa e trabalhou incessantemente durante a evacuação de Dunquerque. De acordo com relatos, ele passava a maior parte do tempo acordado e trabalhando, tentando garantir a segurança do maior número de soldados, e só saiu da praia quando ninguém mais poderia ser evacuado. Ele foi morto durante a viagem de barco no Canal Inglês por uma aeronave alemã.

    Até mesmo as aeronaves usadas durante as filmagens, as famosas Spitfires, eram os reais aviões da década de 1940, alguns remodelados para que os atores sentassem no banco da frente, com um piloto em um adicional banco atrás, pilotando. Além dos aviões, doze barcos que foram realmente usados durante a evacuação há mais de 70 anos também aparecem no filme.

    Construção temporal

    Contado por três pontos de vista, o filme se passa no com os pilotos no ar, com os civis no mar e com os soldados na praia. Apesar de causar uma certa confusão ao assistir o filme, após um tempo fica claro que os soldados estão na praia por uma semana, os civis estão em seus barcos por um dia e os pilotos em seus aviões por uma hora. Nolan explicou o porquê de dividir o filme desta forma: "Para os soldados que estavam no conflito, os eventos acontecem em diferentes temporalidades. Na praia, alguns passaram uma semana presos. No mar, os eventos duraram no máximo um dia, e se você estava voando para Dunquerque, os Spitfires ingleses só tinham combustível para uma hora de voo. Para misturar estas diferentes versões da história, você tem que misturar os estratos temporais. Por isso a estrutura é complicada, mesmo tendo uma história bem simples." Até mesmo o visual do título no cartaz de Dunkirk demonstra esta divisão, separado em três cores: azul claro, azul escuro e branco - céu, mar e areia.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • valdenys virtuoso de lima
      Filme bem atmosférico.
    Mostrar comentários
    Back to Top