Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Aves de Rapina: Roteirista afirma que o filme não é uma sequência de Esquadrão Suicida
    Por Nathália Gonçalves — 23 de ago. de 2019 às 16:30
    facebook Tweet

    Christina Hodson explicou como o longa continua a história de Arlequina sem se apoiar em filmes anteriores.

    A Arlequina fez sua estreia nas telonas em Esquadrão Suicida, mas, de acordo com a roteirista de Aves de Rapina, Christina Hodson, o novo filme estrelando a anti-heroína interpretada por Margot Robbie não é uma continuação do longa de 2016. 

    O longa acompanha um time de heroínas formado por Arlequina, Canário Negro (Jurnee Smollett-Bell), Caçadora (Mary Elizabeth Winstead) e Renee Montoya (Rosie Perez) que se une para proteger a jovem Cassandra Cain (Ella Jay Basco), que está sendo ameaçada pelo chefe do crime Roman Sionis (Ewan McGregor), também conhecido como Máscara Negra. Descrito como uma história que se sustenta sozinha, o filme deve trazer a jornada de Arlequina após os eventos de Esquadrão Suicida, mas sem levar o filme anterior muito em consideração.

    Em entrevista a revista Total Film, Hodson explicou como Aves de Rapina existe como algo independente no universo da DC nos cinemas. "Obviamente, sim, é uma personagem que já conhecemos antes. Mas é realmente sua história própria e foi assim que eu o abordei", a roteirista explicou. "Eu me apaixonei por essa personagem, depois por todos esses outros personagens, e tentei criar uma história completamente nova, que não precisa seguir nada anterior."

    Christina Hodson também falou sobre a escolha do título do longa, Aves de Rapina (E a Fantabulosa Emancipação de uma Arlequina), em tradução livre. "Não estava lá desde o começo, mas a ideia, o sentimento disso, sempre esteve. A palavra emancipação sempre foi a nossa verdadeira estrela guia." De acordo com a roteirista, o subtítulo foi colocado em um rascunho do roteiro e acabou se transformando em algo oficial.

    Aves de Rapina parece seguir a nova tendência da DC nos cinemas de manter seus filmes separados, indo contra a onda de universos compartilhados lançada pelo Universo Cinematográfico Marvel. O longa do Batman dirigido por Matt Reeves reescalou o herói e deve explorar seu passado; Coringa, estrelado por Joaquin Phoenix, que chega aos cinemas em 3 de outubro, não tem ligação com qualquer filme anterior; Até mesmo o novo filme de Esquadrão Suicida, comandado por James Gunn, também está se distanciando do título de sequência.

    Dirigido por Cathy Yan, Aves de Rapina está previsto para chegar aos cinemas em fevereiro de 2020. Enquanto isso, Margot Robbie, que é estrela e produtora do filme, segue em cartaz no novo longa de Quentin Tarantino, Era uma Vez em... Hollywood, assumindo o papel da icônica atriz Sharon Tate.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top