Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Oscar 2020: Geena Davis e David Lynch receberão estatuetas honorárias
    Por Katiúscia Vianna — 3 de jun. de 2019 às 15:43
    facebook Tweet

    Primeira mulher indicada ao Oscar de direção, Lina Wertmüller também está na lista de homenageados.

    Getty Images

    A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou quais serão os próximos nomes a receberem estatuetas honorárias do Oscar. A nova edição do Governors Awards vai aclamar os diretores David Lynch e Lina Wertmüller; e os atores Geena Davis e Wes Studi. A cerimônia acontecerá em 27 de outubro, em Los Angeles.

    Algo curioso na lista é que Geena Davis já venceu o Oscar de melhor atriz coadjuvante por O Turista Acidental, em 1989. Agora, receberá o The Jean Hersholt Humanitarian Award — estatueta que homenageia um artista cujos esforços humanitários mudaram a indústria. No caso, a estrela de Thelma & Louise será celebrada por seu ativismo e pela Geena Davis Institute on Gender in Media, organização que busca eliminar preconceitos e estereótipos sexistas em cinema e TV.

    Nome mais famoso dentre os Oscars honorários, David Lynch é reconhecido por seu visionário trabalho em Twin Peaks, mas ele já recebeu quatro indicações ao cobiçado prêmio do cinema: por roteiro e direção de O Homem Elefante (1980), além de concorrer outras duas vezes por comandar Veludo Azul (1986) e Cidade dos Sonhos (2001).

    Getty Images
    Lina Wertmüller e Wes Studi

    Por sua vez, Lina Wertmüller foi a primeira mulher indicada ao Oscar de melhor direção por Pasqualino Sete Belezas (1975) — pelo qual também concorreu no prêmio de roteiro. Focada em questões sociais e políticas, ela ainda trabalhou em outros projetos elogiados como Mimi, o Metalúrgico (1972), Amor e Anarquia (1973) e Por um Destino Insólito (1974).

    Finalmente, Wes Studi é um ator famoso por representar a comunidade nativo-americana de forma autêntica, além de lutar pela voz ativa do seu povo. Apesar de nunca ter sido indicado ao Oscar, ele teve performances de destaque em Dança com Lobos (1990), O Último dos Moicanos (1992) e Fogo Contra Fogo (1995).

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Krauser Hellclown
      No caso do David a academia deveria ter reconhecido o seu trabalho há tempos. Fico feliz dele finalmente receber tal prestigio
    Mostrar comentários
    Back to Top