Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Os maiores filmes baseados em livros de Stephen King
    Por Barbara Demerov — 12 de mai. de 2019 às 09:20
    facebook Tweet

    Terror é o que não falta!

    Com clássicos como IT, Cemitério Maldito e O Iluminado, o título de Rei do Terror não foi destinado a Stephen King por acaso. O escritor americano iniciou sua carreira aos 20 anos, quando vendeu seu primeiro conto, The Glass Flor, em 1967. Hoje, aos 71 anos, ele totaliza 60 livros de ficção, 5 livros de não ficção e mais de 200 contos – mas sua carreira não parou por aí: com o passar dos anos e com o sucesso de suas publicações, King vendeu os direitos de inúmeros livros para serem adaptados para o cinema. E o resto já é história.

    As 5 melhores (e piores!) adaptações de obras do Stephen King

    Carrie, A Estranha, publicado em 1973, foi a primeira ficção do autor a ser vista nas telonas, apenas três anos depois. A partir daí, não é exagero dizer que havia pelo menos um filme sendo lançado a cada dois anos (ou até menos) baseado em sua obra. O público mais ávido por horror encontrou em King uma fonte inesgotável de tensão, onde não faltam histórias marcantes cujos dramas pessoais se misturam com o sobrenatural de forma diferenciada e, por vezes, até natural, de tão peculiar que é sua escrita.

    Aproveitando que no mês do Halloween entraram na Netflix filmes como IT e Cemitério Maldito 1 (1989) e Cemitério Maldito 2 (1992), listamos 10 filmes baseados em alguns dos livros mais conhecidos de Stephen King que valem a pena assistir. 

    IT - Parte I e II (2017 e 2019)

    Essa pode ser a história mais assustadora de Stephen King, afinal, Pennywise é um personagem tão marcante quanto assombroso! O livro, que acumula mais de 1000 páginas, felizmente foi dividido em duas partes: uma que conta a história do Grupo dos Perdedores na juventude e outra em que eles já são adultos. O objetivo das duas partes é contar, com a diferença de 27 anos, como eles se unem para tentar derrotar A Coisa, o palhaço macabro interpretado por Bill Skarsgård na pacata cidade de Derry. A segunda parte estreia em setembro de 2019.

    Carrie, A Estranha (1976)

    Dirigido por Brian De Palma, este clássico estrelado por Sissy Spacek foi um sucesso de crítica e público e conquistou duas indicações ao Oscar (Atriz e Atriz Coadjuvante). A história é focada na jovem Carrie, que possui poderes telecinéticos, sofre bullying na escola e é psicologicamente afetada pela sua mãe, que além de opressora é uma fanática religiosa.

    O Iluminado (1980)

    Desde a trilha assombrosa até o local isolado entre as montanhas, é muito fácil associar tudo o que há no Hotel Overlook com Stephen King. O filme dirigido por Stanley Kubrick mantém-se como um dos maiores filmes de terror já feitos – especialmente por contar com a atuação assustadora de Jack Nicholson como Jack Torrance. O curioso é que, mesmo com a aprovação geral na época (que permeia até os dias de hoje), o próprio King mostrou-se insatisfeito com o resultado final (especialmente com a personagem Wendy, interpretada por Shelley Duval).

    À Espera de um Milagre (1999)

    O astro Tom Hanks é o protagonista desta história que se passa basicamente da prisão, durante a Grande Depressão e na área do corredor da morte. Paul, um agente penitenciário, presencia fatos sobrenaturais ligados ao detento John Coffey, que foi preso injustamente por um assassinato que não cometeu. Na pele do sensível John, Michael Clarke Duncan recebeu uma indicação ao Oscar de Ator Coadjuvante.

    Conta Comigo (1986)

    Impossível não lembrar da música Stand By Me com esse filme. Estrelando River Phoenix, Conta Comigo é baseado no livro O Corpo e narra as aventuras de um grupo de garotos que, ao passear de bicicleta pelos arredores da cidade, encontra um jovem morto. Indicado ao Oscar de Roteiro Adaptado, o drama de Rob Reiner emociona por falar sobre o como são únicas e especiais as amizades que fazemos na infância.

    Louca Obsessão (1992)

    Kathy Bates venceu o Oscar de Melhor Atriz por sua atuação neste filme – que também é dirigido por Rob Reiner. Esta trágica história é dominada pelas ótimas performances da dupla principal, formada por Bates e James Caan. Na trama, Anne é uma fã obsessiva pelo escritor Paul Sheldon e o mantém refém até ele finalizar suas próprias histórias da maneira que ela quer. Louca Obsessão é o único filme dentre todas as adaptações de Stephen King a ganhar um Oscar.

    Um Sonho de Liberdade (1994)

    Este é nada mais, nada menos, que o filme nº 1 do IMDb por conta da nota do público que beira o 10 – mas que foi indicado a cinco categorias no Oscar e não venceu nenhuma. Dirigido por Frank Darabont, Um Sonho de Liberdade já se tornou um clássico mesmo tendo sido um fracasso de bilheteria na época. A narrativa se desenrola ao longo de muitos anos e é focada na amizade criada entre Andy (Tim Robbins) e Red (Morgan Freeman), que se conhecem na prisão. Talvez uma das histórias mais "normais" de Stephen King.

    A Torre Negra (2017)

    Entrando para a época mais recente de adaptações está A Torre Negra, filme baseado em apenas uma parte da extensa série literária de King – que, inclusive, é considerada a magnum opus (maior obra) de sua carreira. O problema é que o hype foi maior que o sucesso do filme, que possivelmente estava destinado a se transformar numa grande franquia. Nem Matthew McConaughey e Idris Elba foram capazes de segurar esta missão, mas ao menos a história será adaptada para uma série no streaming da Amazon.

    Jogo Perigoso (2017)

    Falando em streaming, a Netflix também não fica de fora quando se trata de Stephen King. Jogo Perigoso, dirigido por Mike Flanagan, começa como uma história de um casal em crise que apenas quer passar por um final de semana romântico; mas, como em toda história do autor, nada permanece bem por muito tempo. Durante um jogo erótico a esposa é algemada pelo marido na cama e acaba vendo o mesmo ter um ataque cardíaco. Assim, ela precisa lutar pela sobrevivência e contra seus próprios demônios.

    Doutor Sono (2019)

    Por mais que O Iluminado tenha sido um grande sucesso por conta de Jack Nicholson, grande parte da força sobrenatural da história reside no personagem Danny, filho de Torrance. Em Doctor SleepEwan McGregor dará vida a um Danny já adulto, mas que ainda se encontra traumatizado por conta dos eventos que vivenciou no Hotel Overlook e pelo dom espiritual que recebeu.

    Mitos do Pop: Stephen King odeia os filmes baseados em seus livros?

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Ronaldo Cesar
      Nem sabia que À Espera de um Milagre era do rei do terror. :o Um dos filmes mais tristes que já vi. :(Nessa lista faltou Christine, o carro assassino.
    • Vidamell Vida R.
      hmm.... A torre negra? Na minha opinião não. foi tão bom assim, mas eu relevo.
    • Jurandir Santos N.
      A TORRE NEGRA?ECLIPSE TOTAL FICOU FALTANDO ESSE GRANDE FILME SEMPRE ESQUECIDO
    Mostrar comentários
    Back to Top