Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Oscar 2020: Academia anuncia mudanças nas regras da premiação
    Por Laysa Zanetti — 24 de abr. de 2019 às 11:58
    facebook Tweet

    A regra que supostamente poderia atingir a Netflix, no entanto, não foi alterada.

    David Crotty/Getty Images

    A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou algumas novas regras para o Oscar 2020. As modificações incluem sobretudo as categorias de melhor animação e cabelo e maquiagem.

    Para a categoria de melhor filme de animação, a nova regra prevê que não é mais necessário o lançamento nos cinemas de oito dos possíveis concorrentes para que a categoria seja ativada. Isso é um reflexo do fato de naturalmente mais do que oito animações elegíveis já são lançadas no calendário anual.

    A categoria de melhor filme estrangeiro passa por uma pequena mudança em sua nomenclatura, e passa a se chamar "melhor filme internacional." Os presidentes da categoria, Larry Karaszewski e Diane Weyermann, explicam.

    "Notamos que a referência a 'estrangeiro' é ultrapassada dentro da comunidade cinematográfica global. Acreditamos que 'melhor filme internacional' representa melhor a categoria, e promove uma visão positiva e inclusiva do cinema e da sétima arte como uma experiência universal."

    Para a categoria de melhor cabelo e maquiagem, o número de indicados sobe de três para cinco, com a lista de pré-indicados aumentando de sete para dez.

    Por fim, a Academia optou por manter a Regra Dois, sobre elegibilidade. Após o sucesso de Roma, que venceu três prêmios na 91ª edição do Oscar, parte da comunidade de Hollywood expressou uma vontade de dificultar as coisas para a Netflix, sugerindo que filmes com lançamento modesto o circuito não pudessem concorrer à maior honraria do Oscar.

    A proposta mudança, no entanto, não foi acatada pela Academia, até porque grande parte da comunidade cinematográfica saiu em defesa da Netflix, incluindo cineastas independentes.

    "Apoiamos a experiência cinematográfica como integral à arte dos filmes, e isso pesou bastante na nossa discussão", explicou o presidente, John Bailey. "Nossas regras atuais requerem exibição teatral, e também permitem a uma seleção maior de filmes a ser submetida a consideração para o Oscar. Planejamos estudar mais profundamente as mudanças ocorrendo na nossa indústria e manter as discussões com nossos membros a respeito destas questões."

    A 92ª edição do Oscar acontecerá no dia 9 de fevereiro de 2020.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    • Cido Marques
      Sua foto retrata bem sua imbecilidade
    • Exumador Go-go Boy
      Só pelo fato de ter disponivel uma copia pra cinema e ja ter sido exibido em algum cinema e fazer parte efetivamente da historia do cinema como uma obra de arte relevante, ja significa que muito certamente ele vá passar em festivais e mostras de cinema por anos e anos e a Academia sabe muito bem disso e só fica fazendo cu doce pra ganhar midia, ja que eles estao bem menos falados.
    Mostrar comentários
    Back to Top