Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Capitã Marvel: Samuel L. Jackson revela por que Nick Fury não chamou heroína em Vingadores e Era de Ultron
    Por Vitória Pratini — 8 de mar. de 2019 às 12:50
    facebook Tweet

    Ator e diretores dizem que há uma razão perfeita para Carol Danvers não ter sido chamada para ajudar até Ultimato.

    Após fazer sua estreia no primeiro filme protagonizado por uma heroína do Universo Cinematográfico Marvel, Capitã Marvel está pronta para ajudar os Vingadores a derrotarem Thanos (Josh Brolin) em Ultimato e reverter o estalar de dedos que dizimou metade da população do universo.

    Carol Danvers (Brie Larson) recebeu a mensagem de emergência do pager de Nick Fury (Samuel L. Jackson) pouco antes de ele desaparecer na cena pós-créditos de Guerra Infinita. Se o chefe da S.H.I.E.L.D. resolveu chamar a heroína nesse momento de desespero, por que não a chamou para ajudar durante a invasão alienígena na Batalha de Nova York no primeiro Vingadores? Ou quando um robô sociopata queria dominar o mundo e fez um país inteiro flutuar em Era de Ultron?

    Enquanto Brie Larson tirou o corpo fora dizendo "Eu não sei, eu estava cuidando das minhas próprias coisas, não sei por que ele não me ligou. Era só para emergências, não era uma emergência ainda. Você deveria fazer essa pergunta para o Sam [Jackson]", disse a atriz ao IGN.

    Marvel

    Jackson, por sua vez, revelou à publicação (via IndieWire) que Fury nunca contatou a Capitã Marvel porque a ameaça contra a Terra nunca foi grande o suficiente para justificar sua chamada. "Ela disse apenas em emergências", disse o ator. "Outras emergências poderiam ser lidadas pelas pessoas que estavam presentes. É apenas uma invasão alienígena, isso é algo que poderia ser resolvido. Metade da população não estava morrendo, fugindo e fazendo o que quer que fosse."

    "Finalmente temos uma emergência que eu sinto que justifica a presença dela", comentou Jackson. "Isso é sem precedentes. Como você vai lutar contra isso? Eu não posso lutar contra isso. Se não estou aqui, preciso encontrar alguém para vir aqui que possa lidar com isso", disse ele sobre Nick Fury ter desaparecido, e alertou que os Vingadores, infelizmente, sozinhos não são páreo para Thanos. "Todas essas pessoas são ineficazes. Eles são ótimos para o desastre normal do dia a dia. Mas o badass intergaláctico que tem todas as Joias do Infinito precisa de um pouco mais".

    A codiretora Anna Boden justificou a escolha de Fury, dizendo "Ele não quer trazê-la à tona porque não quer que outras pessoas saibam de sua existência. Essa poderia ser uma ameaça de segurança maior".

    "Provavelmente há um momento no primeiro Vingadores no qual ele estava pensando [em ligar para ela], mas não o fez", comentou o codiretor Ryan Fleck.

    E você, o que achou das justificativas deles? Acha que Capitã Marvel poderia ter ajudado nos eventos de Vingadores e Era de Ultron ou os heróis se viraram bem sem ela? Conte para a gente nos comentários.

    Capitã Marvel está em cartaz nos cinemas. Já Vingadores: Ultimato tem estreia marcada para 25 de abril.

     

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top