Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Black Mirror: Bandersnatch oferece cinco finais com múltiplas variações
    Por Laysa Zanetti — 28/12/2018 às 11:52
    facebook Tweet

    Primeiro filme interativo da Netflix estreou nesta sexta-feira (28) na plataforma.

    A primeira reação de Charlie BrookerAnnabel Jones quando a Netflix os abordou sobre a possibilidade de criar um episódio interativo de Black Mirror foi um claro e categórico "não."

    Posteriormente, os dois concordaram porque, segundo Jones, nenhum dos exemplos anteriores de narrações interativas os agradava. Além disso, quando começaram a discutir ideias para a quinta temporada, havia uma especificamente que somente funcionaria caso houvesse a tal interação. E assim nasceu Black Mirror: Bandersnatch.

    Ambientado em 1984, o filme dirigido por David Slade acompanha Stefan (Fionn Whitehead), um jovem programador que transforma um livro de romance interativo — cujo autor enlouqueceu após finalizá-lo — em um video game com a mesma proposta. Logo, o mundo real se mistura com o virtual e isso passa a criar uma certa confusão na vida do personagem.

    Netflix planeja novas histórias interativas após Black Mirror: Bandersnatch

    "Estávamos tentando fazer a mesma coisa que Stefan", compara Brooker. "Em alguns momentos nós achamos que estávamos enlouquecendo."

    Para tirar o filme do papel, a Netflix criou um algorítmo próprio, uma ferramenta de escrita narrativa inédita para ajudar a criar as ramificações necessárias à história.

    Durante o filme, é pedido ao espectador que tome certas decisões pelo protagonista. Surgem duas opções na tela, e há um tempo limite para que a escolha seja feita.

    Netflix

    A ferramenta criada pela Netflix, explica a Variety, permite a criação de narrativas complexas que incluem loops que podem guiar o espectador de volta à linha principal caso as escolhas feitas desviem demais do objetivo. Há também a opção de voltar e refazer escolhas, algo que o próprio roteiro incorporou na história de forma natural, fazendo com que Stefan em alguns momentos perceba que pode voltar e fazer de forma diferente algo que já havia feito.

    Para Brooker, o maior desafio é manter o protagonista consistente enquanto dá ao público tantas opções. "Acho que muitas pessoas vão julgá-lo com base apenas na narrativa", disse ao New York Times. "Mas não depende de nós. Depende deles", afirmou, explicando que, apesar de ter sido desenvolvido como uma experiência cinematográfica, Bandersnatch usa "elementos de games", já que o espectador está "ativamente guiando as decisões" de Stefan.

    Bandersnatch apresenta cinco diferentes finais, sendo que há mais de um trilhão de permutações únicas. É importante salientar que nem todas causam alterações nos eventos. Algumas escolhas são relativamente simples, como por exemplo a do cereal, primeira apresentada no longa. "Queríamos que o público fizesse uma escolha bem-sucedida no início", justifica a diretora de inovação de produto, Carla Engelbrecht.

    Durante o desenvolvimento da história, houve debates entre a equipe criativa a respeito de finais bons, ruins, de alta qualidade ou 'cinco estrelas.' Brooker explica que há "um aspecto Feitiço do Tempo" na história, "que deliberadamente gira em círculos."

    Netflix

    Ainda assim, o produtor Russell McLean deixa no ar uma provocação, questionando se é realmente o público que está tomando as decisões. "É Black Mirror que está tomando as decisões por você."

    Pioneiro em formatos interativos, o produtor e roteirista Bob Bejan concedeu uma entrevista ao New York Times, em que esclarece a afirmativa de McLean:

    "Há uma quantidade finita de mídia que o cineasta cria, que ele divide e divide para dar a ilusão do controle, enquanto ao mesmo tempo guia o espectador através da planta que já havia desenhado. É muito mais megalomaníaco do que um filme linear."

    Enquanto Bandersnatch vai crescendo no gosto do público, a Netflix já tem grandes planos para a sua ferramenta de "narrativas ramificadas." A plataforma estuda a possibilidade de utilizar o formato em outras produções para o público adulto, o aplicando em histórias de romance, comédia e até mesmo terror.

    Há ainda um outro aspecto, um tanto apocalíptico: com a posse da informação de quais escolhas os seus assinantes vão tomando para a história, a Netflix poderá criar outras produções que atendam especificamente às preferências de determinadas parcelas do público. 

    É Black Mirror sendo mais catastrófica e assustadora do que jamais foi.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Jonathan Kennedy
      Esse novo episódio mexeu comigo em vários níveis, muito louco e ao mesmo tempo surreal e divertido.
    • Leo Mendes
      (...) com a informação das escolhas dos assinantes, a Netflix poderá criar produções que atendam especificamente às preferências de determinadas parcelas do público Não há nada de novo nisso. Praticamente todas as empresas de comunicação e entretenimento já fazem isso na formatação de seus produtos. A Netflix está apenas ampliando sua base de dados de comportamento do consumidor.
    • ViniciusVSG
      ---SPOILER---Eu achei legal os dois finais nada-a-ver ( luta e pular da janela ), pois quebram o clima pesado que o filme havia deixado.Já havia feito quase todos os finais e já estava ficando meio atordoado com a história, fiz os dois citados e acabei rindo e se sentindo mais aliviado. Fazer ela da primeira vez vai deixar muitas pessoas chateadas, porém achei genial esse final depois de outros BEEM pesados.
    • Raphael V.
      Achei sensacional
    • Marcos Adriano Dams
      Bom Filme, gostei bastante do modo interativo.
    • G. Sarno
      Além desses existem finais mais cedo: o de quando ele aceita realizar o trabalho em grupo e o de quando ele não segue colin e depois da consulta ele toma os remédios
    • J.
      Faltou pra ti só o final escolher pular a janela no consultório, se tu achou o final da luta ruim esse consegue ser mais nonsense ainda.
    • Alice Buskler
      -----------------------------SPOILER-----------------------------1 - Cachorro descobre o corpo do pai e o Stefan é preso2 - Ele volta no tempo e morre no acidente de trem / na consulta3 - O jogo vai pras lojas, porem descobrem que ele matou o pai e o jogo é retirado das lojas. E uma mulher em 2018 está recriando o jogo e tá ficando louca que nem o Stefan4 - Uma luta muito nada haver entre o Stefan e a terapeuta ( o pior na minha opnião)
    • Alyson Matos
      Quis foram? Encontrei dois
    • Kid Pool
      assiste mano eu achei muito bom (so desvendei 1 final mas vou tentar outros)
    • Kid Pool
      Melhor filme que ja Joguei
    • Vidamell Vida R.
      Eu nem sei nem assisti.
    • Carl Alberto Gomes Filhos
      achei um... o mais trsite XD
    • Alice Buskler
      só achei 4 finais
    Mostrar comentários
    Siga o AdoroCinema
    Trailers
    Um Crime para Dois Trailer Legendado
    Má Educação Trailer Original
    Emma Trailer Legendado
    The Vast of Night Trailer Original
    Dolittle Trailer Dublado
    Velozes & Furiosos 9 Trailer Legendado
    Todos os últimos trailers
    Últimas notícias de cinema
    Olhar de Cinema e MUBI anunciam parceria para trazer filmes do festival ao streaming
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    sexta-feira, 29 de maio de 2020
    A Vastidão da Noite, do Prime Video, e outros filmes de ficção-científica
    NOTÍCIAS - Lançamentos
    sexta-feira, 29 de maio de 2020
    Netflix vai produzir adaptação de A Escola do Bem e do Mal
    NOTÍCIAS - Pré-Produção
    sexta-feira, 29 de maio de 2020
    Últimas notícias de cinema
    Melhores filmes em cartaz
    O Destino Bate à sua Porta
    3,5
    Diretor: Bob Rafelson
    Elenco: Jack Nicholson, Jessica Lange, John Colicos
    Broken Vows
    2,8
    Diretor: Bram Coppens
    Elenco: Wes Bentley, Jaimie Alexander, Cam Gigandet
    Trailer
    Diamant noir
    Diretor: Arthur Harari
    Elenco: Niels Schneider, August Diehl, Hans Peter Cloos
    Ogros
    Ogros
    3,0
    Diretor: Léa Fehner
    Elenco: Adèle Haenel, Marc Barbé, Lola Dueñas
    Trailer
    Just Peck
    Just Peck
    3,1
    Diretor: Michael A. Nickles
    Elenco: Keir Gilchrist, Marcia Cross, Adam Arkin
    Sitter Cam
    Sitter Cam
    Diretor: Nancy Leopardi
    Elenco: India Eisley, Laura Allen, Cam Gigandet
    Todos os melhores filmes em cartaz
    Back to Top