Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Festival de Berlim 2019: Retrospectiva de 40 anos da Mostra Panorama destaca filmes sobre política e sexualidade
    Por Bruno Carmelo — 10 de dez. de 2018 às 14:15
    facebook Tweet

    Filmes para "inspirar e provocar", segundo os organizadores.

    Detalhe do cartaz de Savage Nights (1992)

    2019 será um ano especial para o Festival de Berlim. Além de trazer o último ano de Dieter Kosslick como diretor artístico, a 69ª edição celebra o aniversário de 40 anos da Panorama, uma das mais prestigiosas mostras paralelas dos grandes festivais internacionais.

    A Panorama é conhecida por buscar uma mistura entre experimentação formal e apelo popular, destacando o cinema de diversos países do mundo. Mais de quarenta filmes chegam a integrar a seleção a cada ano, e o voto popular indica o premiado. Em 2015, o brasileiro Que Horas Ela Volta? foi o grande vencedor.

    Para comemorar os 40 anos de Panorama, a 69ª Berlinale anunciou uma retrospectiva com alguns dos títulos mais marcantes desde a criação da Mostra. Entre os temas recorrentes estão as adaptações literárias, os filmes sobre luta por liberdade política em sociedades opressoras, a transexualidade e as experiências na fronteira da videoarte e do cinema experimental.

    Descubra abaixo a lista de longas-metragens selecionados para a retrospectiva. O AdoroCinema estará presente no Festival de Berlim 2019, que ocorre entre os dias 7 e 17 de fevereiro.

    Buddies (Estados Unidos, 1985), de Arthur J. Bressan, Jr.
    Bungalow (Alemanha, 2002), de Ulrick Köhler
    Rebeldes do Deus Neon (Taiwan, 1992), de Tsai Ming-Liang
    Daddy and the Muscle Academy (Finlândia, 1991), de Ilppo Pohjola
    Lady Chatterley (França/Bélgica, 2006), de Pascale Ferran
    The Man Who Drove With Mandela (Reino Unido/África do Sul/Estados Unidos/Holanda, 1998), de Greta Shiller
    Minha Vida de Cachorro (Suécia, 1985), de Lasse Hallström
    Mysterion (Finlândia, 1991), de Pirjo Honkasalo
    Savage Nights (França/Itália, 1992), de Cyril Collard
    Self-Portrait in 23 Rounds: a Chapter in David Wojnarowicz’s Life, 1989–1991 (França, 2018), de Marion Scemama
    Split – William to Chrysis; Portrait of a Drag Queen (Estados Unidos, 1992), de Ellen Fisher Turk e Andrew Weeks
    100 Days Before the Command (Rússia, 1990), de Khusein Erkenov
    The Night (China, 2014), de Zhou Hao


     

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top