Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Para Todos os Garotos 3: Conheça a carreira de Noah Centineo, o novo queridinho das comédias românticas
    Por Katiúscia Vianna — 26 de ago. de 2018 às 09:17
    Atualizado 12 de fev. de 2021 às 01:35
    facebook Tweet

    Ator retorna como Peter Kavinsky, mozão do povão, no terceiro e último filme da franquia da Netflix.

    Noah Centineo ganhou fama mundial com o charmoso Peter Kavinski em Para Todos os Garotos que Já Ameifranquia de sucesso da Netflix. Logo, ele se tornou o queridinho das comédias românticas e o galã da plataforma. O ator retorna ao personagem no terceiro e último filme da saga de Lara Jean (Lana Condor), Para Todos os Garotos: Agora e Para Sempre, que estreia nesta sexta-feira (11).

    Para Todos os Garotos - Agora e Para Sempre: O que esperar do final da comédia romântica da Netflix?

    Mas quem é Noah Centineo? Como vive? De que se alimenta? Nossa redação não é o Globo Repórter, porém vamos te ajudar a conhecer o ator que segue roubando os holofotes (e conquistando milhões de seguidores nas redes sociais), se tornando a promessa do novo galã de comédias românticas... E não é somente porque ele parece com o Mark Ruffalo jovem!

    Noah Centineo começou no Disney Channel

    Nascido em 9 de maio de 1996, Noah começou sua carreira artística na pré-adolescência, como um dos protagonistas do longa familiar Cão de Ouro (2009). Não foi muito surpreendente ver que ele chamou a atenção da Disney Channel, conseguindo pequenas participações nas séries Austin & AllyNo Ritmo e Jessie. Porém, seu primeiro papel de destaque foi com (adivinhe só!) a comédia romântica Como Criar o Garoto Perfeito (2014), ao lado de China Anne McClain (Black Lightning) e Marshall Williams (Glee).

    Para Todos os Garotos 3: Comédias românticas para entrar no clima do filme da Netflix

    Da série The Fosters ao clipe de Camila Cabello

    O garoto começou a ficar conhecido mesmo quando assumiu o papel de Jesus, irmão gêmeo de Mariana (Cierra Ramirez) e parte da família protagonista de The Fosters. Noah apareceu a partir da terceira temporada, substituindo Jake T. Austin na função. Sua participação no drama familiar acabou rendendo outros trabalhos para o jovem, como uma participação na websérie [email protected] e papel de galã no clipe "Havana", hit de Camila Cabello.

    Centineo quase interpretou outro personagem em Para Todos os Garotos que Já Amei

    Com o fim de The Fosters se aproximando, Centíneo começou a fazer mais aparições em filmes. Seus trabalhos recentes foram o thriller Can't Take It Back e o romance SPF-18 — que conta com participações de Molly Ringwald e até Keanu Reeves! Porém, o sucesso veio mesmo quando foi escalado como um dos protagonistas de Para Todos os Garotos que Já Amei. Curiosamente, os produtores não tinham certeza se ele seria o Peter ideal e quase o escalaram como Josh, pois tinha cara de "garoto bacana da casa ao lado". Mas quando fez o teste de química com Lana Condor, ficou claro que ele precisava ser Kavinsky.

    Para Todos os Garotos 2: Noah Centineo não deixava Lana Condor dormir durante as filmagens (Entrevista Exclusiva)

    Outros papéis de Noah Centineo além de Para Todos os Garotos 3: Agora e Para Sempre

    E se você é um dos fãs que só querem mais Noah Centíneo, as notícias são boas. Além dos três filmes de Para Todos os Garotos, o ator apareceu em outras duas comédias romântica teen da Netflix: Sierra Burgess É uma Loser (estrelada por Shannon Purser, a Barb de Stranger Things) e O Date Perfeito (onde contracena com a Camila Mendes de Riverdale). Além disso, participou da comedia Deslize e o reboot de As Panteras. Dentre seus projetos futuros estão a difícil tarefa de encarnar He-Man em Masters of the Universe e Adão Negro, filme da DC com Dwayne Johnson, no qual interpretará Esmaga-Átomo.

     

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Tathy L.
      Verdade seja dita, ele não estava legal como Jesus em “The Fosters”. Não estava. Pode ser pq ele substituiu outro ator que já havia dado um tom ao personagem, mas as feições dele na série não me convenceram. Dava agonia ver ele em cena.Quando comecei a assistir “para todos os garotos que já amei” não vi que ele estava escalado, pois a Netflix colocou apenas a “Lana” e o “Josh” inicialmente no cartaz. Posso dizer que fiquei um pouco receosa quando o vi, contudo, ele conseguiu mudar meu pensamento em relação a ele. Como Peter Krasinski conseguiu me conquistar. O amadurecimento cênico dele é evidente.Meu próximo filme na lista é exatamente SPF-18. Como é um filme “mais antigo” que “Para todos...” acredito que irei ver exatamente esse amadurecimento artístico dele.
    Mostrar comentários
    Back to Top