Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Casey Affleck pede desculpas e reflete sobre o #MeToo: "Eu precisava calar a minha boca e escutar"
    Por Laysa Zanetti — 10 de ago. de 2018 às 11:08
    facebook Tweet

    Ator falou sobre as denúncias de assédio contra ele em uma recente entrevista.

    Frazer Harrison/Getty Images

    Em  uma recente entrevista concedida à Associated Press (via Variety), Casey Affleck falou sobre as acusações de assédio sexual contra ele que vieram à tona em 2010.

    O ator pediu desculpas por seu comportamento "antiprofissional" e reviu suas atitudes da época, afirmando que se arrepende do comportamento que assumiu.

    "Eu tolerei aquele tipo de comportamento por parte de outras pessoas, e gostaria que não tivesse sido assim. E eu me arrependo muito disso. Eu realmente não sabia pelo que eu era responsável, como chefe. Eu não sei nem mesmo se eu me enxergava como o chefe. Mas eu me comportei de uma maneira que permitiu a outros comportarem-se mal. E eu sinto muito."

    As acusações contra Affleck vieram durante as filmagens do longa Eu Ainda Estou Aqui, escrito, produzido e dirigido por ele. À época, duas mulheres envolvidas na produção o acusaram de assédio sexual, e as denúncias voltaram aos holofotes durante a campanha de divulgação de Manchester à Beira-Mar – que levou o Oscar de melhor ator (Affleck) e melhor roteiro (Kenneth Lonergan).

    "Gostaria de ter encontrado uma forma de resolver o assunto de outra maneira", continuou o ator a respeito do processo. "Eu nunca havia tido queixas contra mim antes. Foi muito vergonhoso e eu não sabia como lidar com aquilo. Eu não concordei com tudo, da forma como foi feita a descrição, mas queria conduzir da forma correta."

    Sobre o movimento #MeToo e as mudanças de perspectiva após as denúncias contra Harvey Weinstein, Affleck disse que aprendeu a "calar a boca":

    "Neste mercado, as mulheres têm sido sub-representadas, mal pagas e objetificadas, diminuídas e humilhadas infinitas vezes. Durante muito tempo ninguém falava nada sobre isso, eu incluso, até que algumas mulheres com coragem e sabedoria se levantaram e disseram: 'Sabe de uma coisa? É o suficiente'."

    Ele continuou: "E eu sei o suficiente para saber que no geral eu preciso calar a minha boca, ouvir e tentar entender o que está acontecendo e apoiar das pequenas formas que me cabem. E nós fazemos isso na [produtora Sea Change Media], e tentamos fazer isso em casa também. E se em algum momento eu for chamado para ajudar da forma que eu puder, ficarei mais do que grato."

    Affleck está em turnê para divulgar seu próximo filme, The Old Man & the Gun, que ainda não tem data de estreia no Brasil. 

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • silvana
      Corretíssimo! Parabéns pela atitude!
    • Jonathan K
      está se redimindo, muito bem.
    • Vidamell Vida R.
      massa.
    Mostrar comentários
    Back to Top