Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    10 monstros do cinema que Jason Statham poderia enfrentar
    Por Renato Furtado — 11 de ago. de 2018 às 10:06
    Atualizado 28 de ago. de 2020 às 15:04
    facebook Tweet

    Depois de Megatubarão, quem será o grande oponente de "The Stath"?

    Atualizada em 29/08/2020: Megatubarão estreia hoje no Telecine Play.

    Baseado na série de livros "The Meg", de Steve Alten, Megatubarão é uma clássica história de homem vs. monstro. No caso, o ser humano em questão é Jason Statham e a criatura é, como bem aponta o título, um tubarão gigantesco, pré-histórico, violento e com um gostinho especial por carne humana. Assim, quando Megatubarão ganhar alguma sequência - ou Statham desejar embarcar em algum tipo de condicionamento físico alternativo -, o AdoroCinema preparou uma compilação com os 10 melhores monstros do cinema para o treino perfeito:,

    TUBARÃO

    Mesmo que Megatubarão se torne uma franquia nos cinemas, nenhum tubarão jamais será páreo para o pai de todos os caçadores dos mares. Não existe, de fato, tornado, monstros de seis cabeças ou peixes assassinos zumbis que possam destronar a criatura titular de Tubarão, o clássico de Steven Spielberg e filme fundador dos blockbusters modernos. Além de ser uma ameaça física de pura potência e de ter se tornado um dos mais icônicos monstros da história do cinema, o Tubarão dos tubarões também foi lido por muitos críticos e teóricos à época como um símbolo. O monstro, portanto, não simplesmente atacava Brody (Roy Scheider), Quint (Robert Shaw) e Matt (Richard Dreyfuss): ele era uma representação direta das ansiedades estadunidenses do período, como o medo do comunismo e a ameaça dos países de terceiro mundo como Cuba, entre outras falhas na psique nacional. É isto o mais interessante sobre os monstros no cinema e é isso que Statham terá que entender para sobreviver: nunca são só criaturas e você sempre precisará de um barco maior.

    XENOMORFO de Alien

    Literalmente do grego "forma estranha", o Xenomorfo, e seus corpos alternativos, não é apenas um monstro: é um dos maiores vilões da sétima arte. Inimigo central da franquia Alien desde 1979, a criatura viveu e reviveu, infernizando a vida de Sigourney Weaver e de todos os humanos que encontrou em seu caminho. Para vencê-lo, Statham precisará ser rápido e, acima de tudo, proteger o rosto - um beijinho deste alienígena não é nada agradável, como quase quarenta anos de Alien nos ensinaram. E ainda há o fato de que seu sangue é corrosivo, que há uma boca ainda mais sanguinária no interior de uma primeira boca bastante sanguinária desde o início... No fim das contas, o Xenomorfo é absolutamente nojento e assustador. Besta perfeita para assombrar os sonhos de cinéfilos ao redor do mundo ad eternum, o alienígena criado por Ridley Scott talvez seja o monstro cinematográfico essencial.

    A COISA

    Antes de mais, é preciso avisar: não confundir A Coisa com O Coisa, o simpático brutamontes do Quarteto Fantástico. Em nossa lista, esta Coisa trata-se de outra criatura, uma muita pior do que o pedregulho em forma de gente que acompanha os super-heróis. Como derrotar uma besta que pode assumir o rosto de uma pessoa que você conhece? Que pode assumir, até mesmo, o seu próprio rosto? Estas são as questões centrais de O Enigma do Outro Mundo, clássico terror de John Carpenter e uma das mais influentes obras dos anos 1980 - Quentin Tarantino que o diga em Os Oito Odiados. Não bastasse seu potencial para assassinar seres humanos como se fosse brincadeira de criança, A Coisa, assim como o supracitado Tubarão, é muito mais do que uma besta alienígena: é, de fato, a representação direta da paranoia humana e do medo. Com O Enigma do Outro Mundo, Carpenter explorou uma das ansiedades mais básicas da humanidade: a recusa de tudo aquilo que é diferente ou foge ao padrão, manifestada, no mundo real, através do racismo, da homofobia, da xenofobia, etc.

    GODZILLA

    Se o Ocidente tem o Tubarão, o universo oriental também tem sua própria criatura que incorpora os medos e, neste caso, os horrores sofridos por uma nação: o Godzilla. O icônico largatão surgiu em meados dos anos 1950 - apenas algum tempo após os ataques nucleares sofridos pelos nipônicos, no fim da Segunda Guerra Mundial - e logo tornou-se um símbolo. Apesar do caráter trash das primeiras produções estreladas pelo kaiju fundamental, Godzilla foi criado como uma forma de traduzir aquilo que não pôde ser compreendido pela população japonesa. Um monstro necessariamente estrangeiro - evidentemente vindo dos Estados Unidos, à época -, o lagarto gigante não demorou para chamar a atenção de Hollywood e, mesmo com o tratamento norte-americano, o Godzilla jamais perdeu sua relevância ou foi suavizado. Um verdadeiro ícone há 60 anos.

    KING KONG

    Apesar de ter nascido nos Estados Unidos, o King Kong, assim como seu supracitado "parente" oriental e futuro inimigo, também ganhou inúmeras camadas e interpretações diferentes conforme novas adaptações do ensandecido gorila surgiram em Hollywood - e mesmo que variáveis ao sabor das tendências vigentes na indústria cinematográfica e no universo dos blockbusters, as metáforas ao redor do King Kong jamais perderam sua incisividade. Extremamente versátil, a criatura pode ser o centro de um drama, de um suspense, de um terror, de um filme de ação... Basta saber utilizar o simbolismo com inteligência. Aliás, é exatamente isto que o astro de Megatubarão precisará ter caso encontre com Kong. Combater o gorilão na mão é como entrar em um duelo de revólveres com uma faca: Statham terá que usar mais do que seus músculos e tiros aqui para seguir sua carreira como heróis de filmes de ação.

    FRANKENSTEIN

    Ao ser emprestado pela literatura por Mary Shelley, é bem possível que o Frankenstein de Boris Karloff tenha inaugurado o que hoje chamamos de filme de monstro. Principal referência de Guillermo del Toro (A Forma da Água), o clássico longa de James Whale foi um verdadeiro sucesso comercial que abriu as portas para o terror em Hollywood - que, à época, ainda começava a descobrir o potencial do Expressionismo alemão de Fritz LangRobert Wiene - e comprovou o potencial das adaptações literárias. Por mais que nenhuma versão posterior à original, de 1931, tenha conseguido replicar a potência da obra de Whale, Frankenstein permanece sendo um dos mais influentes monstros da cultura ocidental. Horror puro em forma de humano deformado por um experimento louco.

    O PREDADOR

    Com aparentemente há uma nova franquia mais bem-humorada vindo por aí a começar pelo reboot de Shane Black (Homem de Ferro 3), por que não inserir Statham em um possível segundo filme de O Predador, capitalizando sobre as habilidades cômicas do ator? Destaque de A Espiã que Sabia de Menos, o astro da ação provou que, às vezes, ele não consegue resolver tudo sozinho mas, mesmo atrapalhado, ganha o dia. Ou algo assim. Feio de doer, o caçador alienígena inspirou algumas das melhores frases da carreira de Arnold Schwarzenegger e realmente não obrigaria Statham a aprender muitas habilidades novas. Contra o Predador, a palavra de ordem é deitar o inimigo na trocação de soco e se concentrar em não morrer. No meio da selva, é claro.

    O HOSPEDEIRO

    Monstros marinhos nem sempre surgem na forma de tubarões gigantes... às vezes eles são simplesmente criaturas mutantes e imensas como a nojenta e sanguinária besta no centro de O Hospedeiro, de Bong Joon-Ho (Okja). E como se o peixe demoníaco - nós nem sabemos que diabos de espécie é essa - que rapta pessoas para se alimentar delas com calma em seus aposentos nos subterrâneos da cidade não fosse aterrorizante o suficiente, ele também é uma representação direta de uma ideia: Joon-Ho - conhecido por sua filmografia metafórica, mordaz e satírica - atacou a poluição desmedida causada por megacompanhias e pelo governo, um envenenamento do meio-ambiente que gera o anfíbio mutante. Ótimo monstro para exercitar os músculos e o cérebro ao mesmo tempo.

    IT - A COISA

    Tudo bem que treino é treino e jogo é jogo, mas é sempre bom se preparar para o imprevisto, já que o Clube dos Perdedores precisa de toda a ajuda possível para finalmente derrotar o Palhaço Dançante (Bill Skarsgård). Contra o maléfico clown, Statham poderá aprender um pouco mais sobre a força do oculto e ainda poderá desenvolver outras estratégias mais inteligentes e audazes além de baixar a porrada até que seu inimigo decida desistir ou morrer. Não é uma certeza, mas acreditamos que palhaços infernais sejam imunes a socos, chutes e balas; portanto, há aí uma chance de crescimento - se a morte prematura não atrapalhar o aprendizado, é claro.

    O EXTERMINADOR DO FUTURO
    MGM

    Não sabemos se um robô assassino e musculoso conta como um monstro propriamente dito, mas vamos incluir O Exterminador do Futuro de Arnold Schwarzenegger na lista por ser uma criatura aterrorizante, feroz, desumana e cruel. Todos estes belíssimos adjetivos, aliás, são pouco para descrever o grande antagonista do longa de James Cameron, a implacável e mais imortal máquina da história da sétima arte. Tente o que quiser tentar: é bem provável que o Terminator nem se abale. E isso porque só estamos falando da interpretação de Schwarzenegger - imagina enfrentar o robô em sua forma original, demoníaca por natureza? Um adversário desses vale por mil, Statham.

    BÔNUS: THE ROCK

    Para terminar saindo da jaula, em nosso bônus trazemos um velho conhecido de Statham e um "monstro" no sentido contemporâneo da palavra: Dwayne Johnson. Após se enfrentarem em Velozes & Furiosos 8, estas duas máquinas de porradaria têm um encontro marcado em Hobbs and Shaw, spin-off da saga automobilística com foco em seus personagens. Eleito como quarto zagueiro da seleção do AdoroCinema para a Copa do Mundo, o mito popularmente conhecido como A Rocha tem experiência com wrestling - Johnson é octacampeão do WWE - e, de fato, será o adversário mais temível de Statham no futuro. Com The Rock, não tem para ninguém - seja nas telonas, nos ringues e quem sabe até mesmo nas urnas. Parafraseando um icônico áudio que circula por aí nas redes sociais, Johnson é um homem, uma máquina, uma besta enjaulada com ódio que não para. Ele vence, vence e vence. Só.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    • Marcos Adriano Dams
      O cara é foda 😂😂😂
    • Leonhardt
      Se o The Rock vai ser o Adão Negro acho que seria legal o Statham ser chamado pra estar nos filmes da DC também alias seria a dupla dos sonhos pois eles são engraçados e fortões coisa difícil de se ver junto com a Mamoa então quase dá uma comédia só deles. Falando em DC quem sabe ele não aparece como Darkseid o rosto é parecido e ele saberia fazer um tirano muito bem.
    • Jonathan K
      realmente The Rock é o mais difícil de ganhar em uma batalha.
    • Jc V.
      O nome correto da matéria deveria ser: 10 monstros do cinema que (talvez) pudessem enfrentar o Jason Statham!
    • Ricardo Fortes
      Faltou o Kleber Bambam! KKKKK!
    • knacz
      Caminhantes Brancos
    • Max W
      kkkkkkkkkk ....ai que eu morrooooo com essas coisas !!
    • Vidamell Vida R.
      The Rock!!! ksksksks
    • Diário de Rorschach
      Ele derrotaria todos, exceto The Rock e o Exterminador do Futuro
    Mostrar comentários
    Back to Top