Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Homem-Formiga e a Vespa é a maior estreia da semana
    Por Rafaela Ferreira — 05/07/2018 às 08:00
    facebook Tweet

    Mulheres Alteradas e A Noite Devorou o Mundo também são destaques.

    Último filme da Marvel a ser lançado esse ano, e exibido em 660 salas, Homem-Formiga e a Vespa é a principal atração desta quinta-feira. Após ser condenado a dois anos de prisão por ter quebrado o tratado de Sokovia em Capitão América: Guerra Civil, Scott Lang (Paul Rudd) foi obrigado a se aposentar temporariamente do posto de Homem-Formiga. Até que o surgimento de uma nova ameça faz com que ele se junte novamente com o Dr. Hank Pym (Michael Douglas) e sua filha Hope (Evangeline Lilly). 

    Para informações sobre os horários das sessões, acesse nosso guia de programação.

    Confira abaixo os trailers, críticas e a opinião da imprensa sobre os filmes que estreiam nesta semana.

    Homem-Formiga e a Vespa

    "Com um humor excessivo e poucas cenas de ação, além de muito já ter sido divulgado pelo material de divulgação, sobra a Homem-Formiga e a Vespa o talento cômico de Paul Rudd, que brilha especialmente quando seu trabalho corporal é requisitado pelas mudanças de comportamento do personagem. No mais, trata-se de um filme burocrático que segue à risca a fórmula da primeira aventura do herói, sem ousar um milímetro seque...". Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

    Mulheres Alteradas

    "Baseado obra mais conhecida da escritora e cartunista argentina Maitena, Mulheres Alteradas logo de cara mostra que visa bater de frente com noções retrógradas sobre a forma como as mulheres já foram vistas pela sociedade e pelo cinema. Mesmo com algumas protagonistas à beira de um ataque de nervos, a intenção é de driblar a noção de que se trata de um filme sobre personagens histriônicas". Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

    Custódia

    "Por fim, Custódia efetua uma alternância preciosa de pontos de vista: seria óbvio ficar apenas do lado dos sofredores, seria compreensível tentar dividir o tempo entre o pai e a mãe. [...] No final, não existem monstros, e sim pessoas doentes, possessivas, que distorcem a noção de amor. O belíssimo filme francês retira dos relacionamentos abusivos a sua aura de fetichismo, de “excesso de amor” para revelar a gravidade do desmoronamento afetivo". Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

    Estrada de Sonhos

    "Em um país com problemas estruturais, Estrada de Sonhos mostra que falar sobre transporte é falar sobre sua função social, sobre acesso a cidadania e direitos constitucionais da população. O filme serve para denunciar (ainda que de forma tímida) como as políticas públicas são movidas por interesses econômicos e critica o descaso das autoridades pela preservação da memória — como são melancólicas as tomadas das ruínas de uma importante estação da Estrada de Ferro Mauá, a primeira do Brasil". Leia a crítica completa e a opinião da imprensa

    Nos Vemos no Paraíso

    "Comédia a partir de consequências da guerra ou drama social e pós-traumático bem-humorado, Nos Vemos no Paraíso tem o ar insano e esfumaçado dos loucos anos 20 e resta ao espectador ir invadindo os cenários com a câmera e antecipando os eventos nas significativas mudanças de máscara de Édouard, o incompreendido pássaro raro". Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

    A Noite Devorou o Mundo

    "A presença em cena dos zumbis de A Noite Devorou o Mundo podem remeter mais a uma zombie walk do que a um filme em que precisamos acreditar que eles oferecem uma ameaça real. Entretanto, a concepção da ação dos mortos-vivos é instigante o suficiente e permite que o público faça diferentes leituras sobre tais criaturas. Por vezes é como se todo o filme fosse uma metáfora para o lugar mental de Sam, com os zumbis agindo como seus demônios internos, uma representação explícita de sua falta de perspectivas e desânimo". Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

    Cachorros

    "A mistura de ignorância e alienação na burguesia chilena constitui o tema central de Cachorros. Mariana (Antonia Zegers) não é uma mulher pouco inteligente, nem propriamente cínica: ela filtra da realidade aquilo que a interessa, permanecendo na confortável bolha de submissão aos homens e privilégios financeiros". Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    • Marcos Adriano Dams
      Homem-Formiga e a Vespa
    • Felipe F.
      Nada
    Mostrar comentários
    Siga o AdoroCinema
    Trailers
    O Poço Trailer Original
    Minha Mãe É uma Peça 3 Trailer
    Dois Irmãos - Uma Jornada Fantástica Trailer (3) Dublado
    Aves de Rapina Trailer Legendado
    Sonic - O Filme Trailer (2) Legendado
    Velozes & Furiosos 9 Trailer Legendado
    Todos os últimos trailers
    Últimas notícias de cinema
    Mauricio de Sousa libera gibis online e reforça campanha contra o Coronavírus
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    terça-feira, 31 de março de 2020
    Imagine Só é o filme da Sessão da Tarde de hoje
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    terça-feira, 31 de março de 2020
    Jessica Chastain recusou papel em Doutor Estranho por falta de destaque feminino
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    segunda-feira, 30 de março de 2020
    O Poço: Diretor explica o final do filme
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    segunda-feira, 30 de março de 2020
    O Poço: Diretor explica o final do filme
    Gal Gadot e Chris Evans leem histórias para crianças em quarentena
    NOTÍCIAS - Pré-Produção
    segunda-feira, 30 de março de 2020
    Gal Gadot e Chris Evans leem histórias para crianças em quarentena
    Últimas notícias de cinema
    Filmes da semana
    de 26/03/2020
    Zombi Child
    Zombi Child
    Diretor: Bertrand Bonello
    Elenco: Louise Labeque, Wislanda Louimat, Adilé David
    Lançamentos da semana
    Back to Top