Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Mad Max: Franquia pode não ganhar mais continuações por causa de processo judicial
    Por Renato Furtado — 17/04/2018 às 13:40
    facebook Tweet

    George Miller, criador da saga do guerreiro australiano, e a Warner Bros. estão em pé de guerra.

    George Miller surpreendeu todo o mundo em 2015 quando lançou um clássico instântaneo do cinema de ação e aventura: Mad Max: Estrada da Fúria. Sequência/reboot da trilogia original estrelada por Mel Gibson, o quarto filme da franquia trouxe Tom Hardy no papel principal, uma Charlize Theron inigualável como a fenomenal Imperatriz Furiosa e cenas de ação insanamente belas para conquistar um lugar cativo na história da sétima arte. Mas apesar de toda a aclamação e o sucesso de Estrada da Fúria, a recém-renascida saga pode não retornar às telonas por causa de um processo judicial envolvendo Miller e a Warner Bros., distribuidora da obra (via Indiewire).

    De acordo com a ação movida por Miller em um tribunal da Austrália no último mês de novembro, o estúdio teria agido de má fé e de "maneira insultante" ao não pagar o bônus acordado contratualmente caso o cineasta e sua companhia de produção, a Kennedy Miller Mitchell, entregassem Estrada da Fúria abaixo do orçamento estipulado. Segundo o realizador, Mad Max 4 custou US$ 154,6 milhões - o teto seria de US$ 157 milhões. A Warner, portanto, deveria pagar US$ 9 milhões em bonificações para a Kennedy Miller Mitchell por causa do êxito de produção; no entanto, a companhia hollywoodiana, que não pagou nenhuma verba de gratificação, mantém seu posicionamento de que Miller finalizou sua obra-prima por uma cifra muito maior da que havia sido firmada no contrato: US$ 185,1 milhões.

    Charlize Theron introduz em Estrada da Fúria uma das maiores e mais icônicas personagens da história recente do cinema: a Imperatriz Furiosa.

    A produtora, por sua vez, contra-atacou. Combatendo o processo iniciado por Miller, a Warner moveu uma ação que clama que o diretor e sua companhia quebraram o contrato ao não cumprir o acordo de lançar Estrada da Fúria como um longa de até 1h40 de duração e proibido apenas para menores de 14 anos. O que aconteceu na realidade foi que Estrada da Fúria chegou às telonas com 2h de duração e uma classificação indicativa restritiva para maiores de 18 anos. Por outro lado, a Kennedy Miller Mitchell afirma que a Warner atrapalhou as filmagens, tentando obrigar o realizador a não filmar certas sequências e a refazer parte do que já havia sido gravado - o orçamento das refilmagens de US$ 31 milhões, aliás, também é um objeto direto de disputa, uma vez que a produtora de Miller declarando que a Warner concordou em não incluir os custos no orçamento geral e o estúdio afirmando o contrário.

    Assim, caso a disputa nos tribunais - que pode ser arrastar indefinidamente - não for resolvida, a franquia Mad Max corre o risco de não voltar a ver a luz do dia, mesmo contando com os fatos de que Estrada da Fúria levou 6 Oscar de 10 para casa e mais de US$ 378 milhões para os cofres da Warner. Portanto, além de ser uma perda inestimável de um ponto de vista artístico, uma vez que os roteiros de Mad Max 5Mad Max 6 já estão prontos, prevendo a volta de Hardy e Theron, não dar prosseguimento à franquia de Miller também seria um tiro no próprio pé dado pela Warner em termos financeiros. Resta aguardar para descobrir o desenrolar da novela - e torcer, é claro, para um desfecho positivo.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    • George Miller move processo contra Warner Bros. por disputas financeiras envolvendo Mad Max: A Estrada da Fúria
    Pela web
    Comentários
    • Giovanne
      Acho que seria melhor uma continuação de Mad Max 5 e 6 com Mel Gibson, pois ele eternizou o papel de Max ja que os roteiros dos 2 filmes estão prontos.
    • Cristiano Gabriel F.
      Mad Max: Estrada da Fúria é o melhor filme de 2015. Uma obra prima completa. A Warner deveria no mínimo ter consideração pela produção do filme por terem feito um trabalho espetacular. Mesmo se não ter outro filme, Mad Max: Estrada da Fúria vai ficar eternizado, inclusive o segundo filme que é sensacional também. O primeiro não é tão bom. Mas Mad Max 4 fica eternizado mesmo sendo um fracasso de bilheteria. É um filme que merece no mínimo 1 bilhão de bilheteria e muitas palmas.
    • Pedro Jungbluth
      Warner Bros é uma corporação de merda, que sempre enfia merda em tudo que produz. Pra alguém fazer algo de bom saído de lá tem que ser muito herói como Miller foi.
    • Raizen Fox
      Uma pena, tanto o filme quanto o game são duas obras primas.
    • Charles M.
      fodeu...
    Mostrar comentários
    Siga o AdoroCinema
    Trailers
    Um Crime para Dois Trailer Legendado
    Má Educação Trailer Original
    Emma Trailer Legendado
    The Vast of Night Trailer Original
    Dolittle Trailer Dublado
    Velozes & Furiosos 9 Trailer Legendado
    Todos os últimos trailers
    Últimas notícias de cinema
    5 vencedores do Oscar de melhor filme
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    domingo, 31 de maio de 2020
    O que assistir quando estiver entediado? 10 dicas do AdoroCinema
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    sexta-feira, 29 de maio de 2020
    Como Os Novos Mutantes se relacionam com os filmes dos X-Men?
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    sexta-feira, 29 de maio de 2020
    Últimas notícias de cinema
    Melhores filmes em cartaz
    O Destino Bate à sua Porta
    3,5
    Diretor: Bob Rafelson
    Elenco: Jack Nicholson, Jessica Lange, John Colicos
    Diamant noir
    Diretor: Arthur Harari
    Elenco: Niels Schneider, August Diehl, Hans Peter Cloos
    Ogros
    3,0
    Diretor: Léa Fehner
    Elenco: Adèle Haenel, Marc Barbé, Lola Dueñas
    Trailer
    Just Peck
    Just Peck
    3,1
    Diretor: Michael A. Nickles
    Elenco: Keir Gilchrist, Marcia Cross, Adam Arkin
    Sitter Cam
    Sitter Cam
    Diretor: Nancy Leopardi
    Elenco: India Eisley, Laura Allen, Cam Gigandet
    Seventh-Gay Adventists
    Seventh-Gay Adventists
    Diretor: Daneen Akers, Stephen Eyer
    Trailer
    Todos os melhores filmes em cartaz
    Back to Top