Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    O AdoroCinema comemora 18 anos! A redação sugere os filmes mais marcantes para maiores de idade
    Por Bruno Carmelo — 1 de abr. de 2018 às 07:23
    facebook Tweet

    O melhor do cinema para adultos.

    Dia 1 de abril é aniversário do AdoroCinema! O site nasceu no dia da mentira, em 2000, ainda com equipe reduzida, mas uma vontade imensa de falar sobre todo o universo do cinema.

    De lá pra cá, a redação cresceu, a cobertura de notícias, festivais e eventos se multiplicou, e agora já estamos grandinhos o suficiente para ver filmes com sexo, palavrão e violência extrema.

    Perguntamos aos membros da redação: qual filme para maiores de 18 anos te marcou, e você gostaria de indicar? Respostas abaixo:


    Lucas Salgado (editor)

    Requiem Para um Sonho (2000)

    "Uma palavra veio a minha cabeça quando assisti ao filme nos cinemas no distante ano de 2001: perturbador. A impressão que tinha era que jamais voltaria a ver aquela produção. Não por ser ruim, mas por ser muito pesada e impactante. De fato, não voltei a conferir Requiem para um Sonho, apesar de ter em DVD e Blu-ray. Quem sabe um dia eu tomo coragem."


    Bruno Carmelo (editor)

    Um Estranho no Lago (2012)

    "O que torna o perigo tão sedutor? Por que somos atraídos por situações de risco? Este suspense francês aborda a questão através da história de um local de encontros entre homens, à beira de um lago. O protagonista testemunha o que parece ser um assassinato e, logo depois, é seduzido pelo possível criminoso. Vale a pena se aproximar deste homem, nem que seja para descobrir a verdade? O mais interessante do projeto é a maneira como ele reflete a própria atração do público por histórias de mistério, crime e terror".


    Renato Hermsdorff (editor)

    Assédio Sexual (1994)

    "Era 1995, a cidade de Niterói (RJ) tinha mais do que o dobro de cinemas de rua do que tem hoje, e eu (certamente!) não tinha idade para assistir a Assédio Sexual. Por um descuido (ou não) da minha mãe, foi esse o filme a que ela me levou para assistir junto com meu irmão, no finado Cine Center. Demi Moore. Michael Douglas. Memórias de infância".


    Taiani Mendes (redatora)

    Baise-Moi (2000)

    "Virginie Despentes tornou-se conhecida no Brasil recentemente pelo livro "Teoria King Kong", mas principalmente em seu país natal, a França, a artista faz barulho não é de hoje. Em 2000 ela estreou como diretora de cinema (em parceria com a atriz pornô Coralie Trinh Thi) adaptando sua primeira obra literária, Baise-Moi, e a trama tecnicamente modesta, repleta de raiva, violência e sexo gerou enorme controvérsia e incômodo. Banido em diversos países, é dica para entrar nos 18 "com o pé na porta", radicalizando sem escapar da reflexão - há bastante o que discutir. Os não tão ousados podem ir de Intimidade, de Patrice Chéreau, ou Irreversível, de Gaspar Noé (que não se resume à famosa sequência de estupro)".


    Vitória Pratini (redatora)

    Os Oito Odiados (2015)

    "Logo que fiquei sabendo dessa matéria comemorativa, me questionei de se eu teria visto algum filme +18 que valesse citar (já que Deadpool e Logan, que são R-Rated nos Estados Unidos, chegaram aqui para maiores de 16 anos, e basicamente todas as listas da internet sobre produções 'restritas' sugerem filmes eróticos!). Então, me lembrei do bom e velho Tarantino. Eu poderia falar de clássicos como Pulp Fiction ou Kill Bill, mas resolvi escolher o mais recente longa do diretor: Os Oito Odiados. Simplesmente pela trilha sonora arrepiante, o visual marcante, a apresentação de cada personagem, enfim... o melhor do faroeste sangrento com um roteiro de tirar o chapéu."


    Katiúscia Vianna (redatora)

    A Criada (2016)

    "Que tal fugir um pouquinho de Hollywood nessa listinha, hein? A minha dica é o filme sul-coreano A Criada. A premissa parece simples: uma jovem é contratada para ajudar num golpe para roubar a fortuna de uma moça rica ingênua. Porém, dentre cenários e figurinos impecáveis, surge uma trama completamente inesperada - que fica trapaceando o espectador a todo instante. E ainda tem uma pegada 'girl power', o que sempre é um bônus! É bizarro? Sim. É criativo? Também. Ou seja, vale a pena conferir!".


    Felipe Ribeiro (estagiário)

    Do Começo ao Fim (2009)

    "Além de Madame Satã (2001), de Karim Aïnouz, o drama Do Começo ao Fim é um dos poucos filmes brasileiros com protagonistas gays que são proibidos para menores de 18 anos. Visto que o longa estrelado por Lázaro Ramos é mais conhecido, decidi indicar a obra de Aluízio Abranches que rodou vários festivais brasileiros e foi um destaque na época, pois com apenas nove cópias o longa foi uma das 20 produções nacionais de maior público e renda em 2009, segundo dados do Filme B. Primeiro longa-metragem da carreira dos dois atores principais, Rafael Cardoso e João Gabriel Vasconcellos, o filme aborda o amor entre dois meio-irmãos e o comportamento da família perante esta relação".


    Andressa Araújo (estagiária)

    Clube da Luta (1999)

    "Com certeza é uma boa pedida para os que acabam de atingir a maioridade. O suspense de David Fincher é tão emblemático que até hoje pode ser colocado como tema de discussão de uma roda com amigos ou mesmo de uma aula de faculdade. Recheada de tiros, socos e planos bem sugestivos, a trama acompanha as loucuras de um executivo que só consegue resolver seu problema com a insônia ao criar um grupo secreto de luta. Por último, mas nunca menos importante, o filme ainda reúne Brad PittEdward NortonHelena Bonham Carter no elenco".


    Manuella Xavier (estagiária)

    Ninfomaníaca 1 e 2 (2013)

    "O diretor dinamarquês Lars Von Trier é mestre em fazer filmes polêmicos. Em Ninfomaníaca, obra lançada no Brasil em 2014, são retratadas as memórias de Joe (Charlotte Gainsbourg), uma mulher viciada em sexo que perde o controle de sua vida por conta disso. São quatro horas de filme com cenas explícitas de sexo, que vão desde momentos íntimos de um casal até experiências violentas de sadomasoquismo. No Brasil, precisou ser divido em dois por conta de sua duração extensa. A primeira parte foi lançada em janeiro, e a segunda em março".


    Rafaela Souza (estagiária)

    Instinto Selvagem (1992)

    "Este foi um dos primeiros filmes para maiores de 18 anos que eu assisti, e ele é um dos meus favoritos até hoje. A trama ocorre em em São Francisco, onde o policial Nick Curran (Michael Douglas) fica fortemente atraído pela escritora bissexual Catherine Tramell (Sharon Stone), a principal suspeita de um assassinato. Foi muito importante para mim ver uma personagem feminina forte e capaz de lidar com qualquer coisa, até mesmo uma acusação de assassinato e não precisar que um 'príncipe encantado' venha ao seu resgate".

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Mr. Valdenys Virtuoso
      Ainda bem que já se passou 11 dias...
    • Deise Ferreira
      Agora aguenta, morzinho! :P
    • Mr. Valdenys Virtuoso
      Assim não dá kkkk.
    • Deise Ferreira
      Não senhor, você é o exagerado, quero ganhar um montão! :P
    • Mr. Valdenys Virtuoso
      Opa! Também quero!
    • Deise Ferreira
      Me dá chocolate de presente! Rsrrsrsrsrsrsrs. :P
    • Mr. Valdenys Virtuoso
      Exagero é minha especialidade.
    • Deise Ferreira
      Não exagera, morzinho!
    • Mr. Valdenys Virtuoso
      Seria minha perdição.
    • Deise Ferreira
      Não acostume muito.
    • Mr. Valdenys Virtuoso
      Um dia me acostumarei, talvez...
    • Deise Ferreira
      Nem eu meu caro, mas já acostumei.
    • Mr. Valdenys Virtuoso
      Gosto nem de pensar nisso.
    • Deise Ferreira
      Gostoso demais, mas pra sair da cama de manhã, entrar no chuveiro, e depois pra sair dele... Rsrsrsrsrsrs.
    • Mr. Valdenys Virtuoso
      Gosto assim, por aqui as temperaturas estão mais baixas, também.
    • Deise Ferreira
      Tem mais de duas semanas que tá frio aqui.
    • Mr. Valdenys Virtuoso
      Está frio aí? Por aqui esfriou...
    • Deise Ferreira
      Rsrsrsrsrsrsrs. Esse tempo frio pede uma cama bem quentinha.
    • Mr. Valdenys Virtuoso
      Coitado de mim.
    • Deise Ferreira
      Tudo é o sono, coitado! :P
    Mostrar comentários
    Back to Top