Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    J.J. Abrams afirma que os haters de Star Wars - Os Últimos Jedi se sentem ameaçados por mulheres fortes
    Por Renato Furtado — 19/02/2018 às 15:11
    facebook Tweet

    Boa parte das críticas direcionadas ao longa de Rian Johnson dizem respeito às personagens femininas da obra.

    Ninguém poderia esperar que Star Wars - Os Últimos Jedi se tornaria o filme mais divisivo de toda a saga Guerra nas Estrelas. Amado por uns e odiado por outros, o oitavo capítulo da franquia de George Lucas conseguiu arrecadar mais de US$ 1,3 bilhão ao redor do mundo, mas também atingiu o menor índice de aprovação entre o público na história de Star Wars. E ainda que o motivo de tanto haterismo permanecça uma incógnita até certo ponto, J.J. Abrams vê a questão de forma muito clara:

    "O problema não é Star Wars, o problema dos críticos é que eles se sentem ameaçados [...] Star Wars é ambientado em uma grande galáxia, e você meio que pode encontrar qualquer coisa que quiser por aqui. Se você é alguém que se sente ameaçado pelas mulheres, você provavelmente pode encontrar um inimigo em Star Wars. Você pode, provavelmente, ver Guerra nas Estrelas de George Lucas e dizer que Leia [Carrie Fisher] manifestava demais suas opiniões, ou que era muito forte. Qualquer um que quiser encontrar um problema com qualquer coisa, encontrará esse problema. A internet parece ter sido feita para isso", disparou o cineasta e produtor, em entrevista ao Indiewire.

    Dern como a Almirante Holdo.

    Grupos de extrema direita atacaram Os Últimos Jedi pela inclusão de personagens novas, especialmente a Almirante Holdo de Laura Dern e a engenheira Rose Tico de Kelly Marie Tran - que também sofreu com comentários racistas -, que desempenham papéis muito importantes no episódio XIII. É fato que os novos filmes de Star Wars, supervisionados pela produtora Kathleen Kennedy, levam a importância crescente da representatividade em conta - o trio de protagonistas apresentado em O Despertar da Força é formado por uma mulher, um negro e um latino -, algo que incomodou os fãs mais conservadores.

    Abrams, inclusive, não pretende se deixar influenciar por esta parcela do público: "Não mesmo. Existem muitas coisas que gostaria de falar sobre o filme, mas acho que ainda está muito cedo para começarmos a conversar sobre o Episódio IX... Direi que a história de Rey, Poe, Finn e Kylo — e se você olhar com cuidado, existem três homens e uma mulher aí, para aqueles que estão reclamando que existem mulheres demais em Star Wars — continua de uma forma pela qual não poderia estar mais ansioso. Mal posso esperar para que o público veja", continuou o realizador.

    Por fim, o diretor do Episódio IX também explicou qual é o projeto por trás da nova trilogia Star Wars: "Nós não queremos retirar o ponto de vista masculino da equação, ou a arte masculina ou a contribuição masculina. Simplesmente estamos questionando o que é justo. Entendo o porquê das pessoas ficarem desesperadas com isso, mas as pessoas que estão desesperadas são aquelas que estão acostumadas aos seus privilégios, e a igualdade não é opressão, é uma questão de justiça".

    Star Wars - Episódio IX, cuja trama ainda se encontra em estado de sigilo, estreia no dia 19 de dezembro de 2019.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • mov
      Tu nem para me irritares tens capacidade! KKKK...
    • John Cavill
      Não ofendeu... Nem tem capacidade para isso; só irritou mesmo com essa ladainha de frouxo de comentário machista e outras merdas que sua geração de frouxos usa para tentar diminuir os outros, apenas por discordar das suas vontadezinhas de mimado...
    • mov
      Não vale a pena ligar a isso.
    • mov
      Se te ofendi, desculpe. Mas pelos vistos achas que só tu é que tens direito a dar a tua opinião. Boa Sorte para ti!
    • Eraser
      lololololololololollolo !
    • Eraser
      Putinha? Deves estar a olhar para a tua carinha que precisa de uma plástica pois é bem feinha!Se postares a tua foto no facebook, posta com a carapuça enfiada até ao pescoço para a gente não se assustar.
    • John Cavill
      Como ser um babaca em dois tempos...Com tamanha agressividade presumo que sejas tu esse babaca que diz que vai fazer a democracia pegando em armas ou que vai tratar de fascistas na ponta do fuzil..É só palhaçada por aqui! LOLA putinha fica pistolinha quando são agressivos com ela... Só ela que pode postar de forma agressiva, rs...
    • John Cavill
      Presuma o que quiser... Vai receber o que merece receber... Merda nenhuma...Continue relinchando desesperadamente por atenção alheia, rs...
    • Eraser
      É só palhaçada por aqui! LOL
    • Eraser
      Com tamanha agressividade presumo que sejas tu esse babaca que diz que vai fazer a democracia pegando em armas ou que vai tratar de fascistas na ponta do fuzil...Se a carapuça serviu, use, tire foto e poste no Facebook, que eu vou lá curtir!
    • John Cavill
      Ainda há pouco vi um comentário machista que comparava mulheres protagonistas em filmes de ação com fast food e ninguém pode alimentar-se de fast food durante muito tempo pois vai ficar doente. LOLGrandes merdas... Leio quase que diariamente algum babaca dizer que vai fazer a democracia pegando em armas ou que vai tratar de fascistas na ponta do fuzil...Imagina se começarmos a olhar para TODAS AS PESSOAS baseando-se na opinião de babacas mimadinhos feito esses? A coisa vai ficar muito esquisita...Leu um comentário machista, tarouco? RESOLVE COM QUE O FEZ... Não vem aqui ficar vendendo suas chorumelas não... Enche o saco e te faz parecer um mané...
    • John Cavill
      Estas mulheres só lá estão por causa destes homens que fazem parte das personagens principais da História e portanto é ridículo dizer que estas servem unicamente para criar mulheres fortes e para o empoderamento feminino.Onde um argumento desaba, não é? Se até você admite que as personagens SÓ ESTÃO LÁ POR CAUSA DAS PERSONAGENS MASCULINAS, está assumindo que elas são forçadas mesmo...Michone, Roberta Warren, Ellen Ripley, Katara, Maggie, Ororo, Diana Prince, Lois Lane(ÉÉÉÉÉÉ... O parceiro aí de cima esqueceu de uma das mulheres mais poderosas do universo dos quadrinhos, rs.... Ganhou até refrão do Caetano: Quem dera, o Super Homem nos restituir a glória, mudando como um Deus o rumo da História, por causa da mulher...) FORAM E SÃO POR SI MESMAS... A Rey nasceu por si mesma, assim como Leia e Padme(Que era uma briguenta de marca maior mesmo sem precisar. já que tinha influência política..)...Um dos filmes mais admirados dos anos 90 se chama GI Jane, estrelado por Demi Moore e amado pelas massas, apesar de massacrado pela crítica da época... Ela não era foda; SE FEZ FODA porque era esse o contexto dela no enredo....Até os Ewoks fazem mais sentido dentro das tramas do que as duas figuraças tiradas da cartola na última hora para agradar as criancinhas mimadas de hoje em dia...Mil vezes a Ripley renascida metendo a porrada em geral com uma bola de basquete, rs...
    • John Cavill
      A Holdo foi substituir a Leia como líder e dar uma lição ao Poe de como se deve respeitar a liderança.Aham... Assim como Luke deveria ter obedecido às ordens do comando e abortado a última corrida de ataque dele à Estrela da Morte I...Liçãozinha de merda, hein???
    • John Cavill
      Rs... Só vi um monte de merda escrita aqui...Não vi grupos de extrema direita; vi FÃS reclamando da fraqueza e má construção do vilão, vi gente reclamando do roteiro, vi várias outras coisas que SOMENTE FÃS comentariam(Maz Kanata ser um novo Jar Jar)...Mas não vi críticas à Rey; na verdade vi até um empolgação muito grande em relação à ela; críticas à parte por ela já peitar o vilão assim de cara(sabe? VILÃO; o cara mau e poderosão que dá um trabalho do caralho para derrotar?) já no primeiro filme... O resto NADA; só você deve ter visto isso aí...Mas parece que sua cabecinha problemática é adoentada por aquela triste doença que enxerga qualquer crítica a algo como sendo ataque de ódio, mesmo que essa seja válida...Eu mesmo queria que tanto a Rey quanto o Fynn tivessem a força; até pela demonstração dele de fé e dedicação durante o filme... E que eles se unissem para peitar o mal maior que seria o meio Kilo chiliquento lá...Encaixaria MUITO MAIS no conceito de união, entrega e dedicação que SW original sempre vendeu... Afinal a primeira guerra foi vencida com o trabalho e sacrifício de MUITOS(Han, Chewie, Lando, Leia, Jon Vander, Garven Dreis, Mon Mothma, Admiral Acbar e sempre lembrando o lendário Wedge Antilles...)...Porra!!! Fizeram UM FILME em homenagem aos que deram suas vidas para vencer o Império em dado momento, e ainda tem bunda mole preocupado com protagonismo de A ou B.... Me mata por dentro perceber que o espírito sobre o qual SW cresceu ESTÁ MORTO; virou palco para criancinhas mimadas cobrarem imposição das suas criancinces...Morro um pouco com isso....
    • Willian
      Isso assusta muito conversador. Tipo, Como assim aquele negro sendo foda? ou Como assim aquela mulher forte e bad ass, que não se resume a ser par romanticoO fato dos filmes/ desenhos terem colocado o homem para proteger e salvar a mulher era algo horrendo como as feministas fazem parecer ser? Vocês querem ser representadas na ficção como fortes como os homens, porém na realidade, quando insultam e o homem revida, quando agridem e o homem revida, vocês se fazem de vítimas e querem que o homem seja punido das maneiras mais cruéis possíveis, no mínimo que apodreça na cadeia, isso porque um homem revidou a agressão de uma mulher. Vocês simplesmente querem o status de forte com o privilégio de serem tratadas como uma frágil donzela. Se vocês não fossem tão hipócritas nesse sentido, eu não falaria nada a respeito dessa lorota de empoderamento feminino. Já com relação aos negros, se forem homens, não há problema nenhum, pois não há essa mentira e hipocrisia toda que há com relação às mulheres em relação à luta, a combates. E mesmo que haja super poderes, há coisas que não dão para serem dissociadas da nossa realidade, no caso, lutas entre homem e mulher. Ao menos eu e muitos outros não conseguimos dissociar a realidade da ficção nessa questão. Muita gente não vai fazer isso e não vai saber explicar o motivo de achar ridículo tudo isso. Porém, terão aqueles que vão gostar. Não tem que proibir nada, o que não pode é se tornar uma obrigação! Quando eu pretendo ver um filme/ desenho de luta/ ação não quero ver essa coisa forçada de colocarem mulheres lutando de igual para igual contra homens, quero ter essa opção de ver algo que não tenha isso. O que está se tornando raro por questões ideológicas (feministas). Tem que ter, caso contrário é machismo; essa canalhice toda que o movimento feminista está acostumado a fazer.
    • Celine DIONE
      Se eu fosse o JJ Abrams eu só respondia assim: Quanto mais reclamações tiverem, mais mulheres vou botar no próximo filme
    • Lara Lannister
      Eu tbem não achei, a Leia é ícone mto mais pela Carrie Fisher do que pela forma na qual a personagem foi escrita em Nova Esperança. Eu acho que n seria legal o Ben voltar ao lado bom , pq a gent ja viu isso antes em ST.
    • mov
      Na nova esperança, a Leia foi mostrada quase como uma especie de robot. Ela foi torturada pelos robots do Império, depois foi sujeita a uma sondagem mental pelo Darth vader e para completar a sua tragédia viu o seu planeta natal e a sua familia aniquilada pela Estrela da Morte.Quando o Luke a encontrou na cela, ela estava fresca e cheia de energia. Por amor de Deus, ninguém que passe por todas estas coisas fica leve e fresca. Por acaso, eu achei que a personagem feminina não foi bem representada na Nova Esperança.Eu também achei muita coragem por parte do Rian Johnson em mostrar que os nossos heróis têm falhas e são humanos como todos nós. No entanto, para muitos isso foi visto como um rebaixamento do Luke Skywalker. No final, o Luke demostrou ter um poder imenso na força, conseguindo ajudar a Resitência sem matar o sobrinho pelo qual ele sentia-se responsável pela sua queda no lado negro. Eu acredito que todos os atos de mesericordia para com o Ben irão trazê-lo de volta à LuZ.
    • mov
      Bem nem todas são protagonistas e as mulheres sempre foram uma minoria neste tipo de filmes, mas ninguém está a dizer que todos homens não gostam de ver mulheres em filmes de ação e como protagonistas. Há muitos homens que adoram ver mulheres protagonistas e apoiam-nas imenso.Clara que ainda há muitos que se sentem ameaçados e o JJ Abram estava-se a referir especificamente a esses fans.Ainda há pouco vi um comentário machista que comparava mulheres protagonistas em filmes de ação com fast food e ninguém pode alimentar-se de fast food durante muito tempo pois vai ficar doente. LOL.
    • Lara Lannister
      A princesa/General Leia pode ser o que quiser. Essa é a questão, uma personagem que tenha essa liberdade e n se resuma a esteriótipos femininos em filmes de ação/aventura. Saca?O que aconteceu com o Luke eu achei mta coragem dos criadores do filme(Roteiristas, produtores, direção) , pois vc mostra o lado humano de um personagem no qual existe toda uma aura de heroi onipotente em volta. E quando tratamos de herois da nossa infancia temos esse problema de só querer ver o heroi em seus altos e nunca em seus baixos
    Mostrar comentários
    Siga o AdoroCinema
    Trailers
    Um Crime para Dois Trailer Legendado
    Má Educação Trailer Original
    Emma Trailer Legendado
    The Vast of Night Trailer Original
    Dolittle Trailer Dublado
    Velozes & Furiosos 9 Trailer Legendado
    Todos os últimos trailers
    Últimas notícias de cinema
    O que assistir quando estiver entediado? 10 dicas do AdoroCinema
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    sexta-feira, 29 de maio de 2020
    Como Os Novos Mutantes se relacionam com os filmes dos X-Men?
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    sexta-feira, 29 de maio de 2020
    Estreias da Amazon em junho: Vingadores - Era de Ultron é um dos destaques
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    sexta-feira, 29 de maio de 2020
    Últimas notícias de cinema
    Melhores filmes em cartaz
    O Destino Bate à sua Porta
    3,5
    Diretor: Bob Rafelson
    Elenco: Jack Nicholson, Jessica Lange, John Colicos
    Broken Vows
    2,8
    Diretor: Bram Coppens
    Elenco: Wes Bentley, Jaimie Alexander, Cam Gigandet
    Trailer
    Diamant noir
    Diretor: Arthur Harari
    Elenco: Niels Schneider, August Diehl, Hans Peter Cloos
    Ogros
    Ogros
    3,0
    Diretor: Léa Fehner
    Elenco: Adèle Haenel, Marc Barbé, Lola Dueñas
    Trailer
    Just Peck
    Just Peck
    3,1
    Diretor: Michael A. Nickles
    Elenco: Keir Gilchrist, Marcia Cross, Adam Arkin
    Sitter Cam
    Sitter Cam
    Diretor: Nancy Leopardi
    Elenco: India Eisley, Laura Allen, Cam Gigandet
    Todos os melhores filmes em cartaz
    Back to Top