Meu AdoroCinema
Seis vezes que o cinema deu samba
Por Taiani Mendes — 10/02/2018 às 00:27
facebook Tweet G+Google

Esta é a mistura do Brasil com Hollywood - ou Brasil mesmo.

O PAPEL E O MAR

G.R.E.S. Renascer de Jacarepaguá, 2017 - Série A do Rio de Janeiro

Sou a filha da miséria / Você nasceu pra guerrear / Nós somos a liberdade / Eu sou papel, você é o mar

O cinema aqui não está no samba, mas sim na origem do projeto. Inspirado na trama do curta O Papel e o Mar, de Luiz Antonio Pilar, o enredo executado pelos carnavalescos Raphael Torres e Alexandre Rangel colocou lado a lado as inspiradoras histórias de dois heróis negros do Brasil: a escritora favelada Carolina Maria de Jesus e o líder da Revolta da Chibata João Cândido, o "Almirante Negro". Veja o encontro fictício na Passarela do Samba.

O PREÇO DA ILUSÃO - UM ENIGMA NA ILHA DAS BRUXAS

G.R.C.E.S. Dascuia, 2017 - Grupo Especial de Florianópolis

Viajo ao passado para reviver / Uma ideia inusitada em nossa ilha a florescer / Na mente do escritor, personagens geniais / Se tornaram imortais

Da Ilha da Magia vem o enredo mais curioso da lista. O Preço da Ilusão é o título do primeiro longa-metragem produzido em Santa Catarina, no ano de 1957. Lançado cercado de expectativa no ano seguinte, o filme de Nilton Nascimento decepcionou muito o público acompanhando paralelamente de forma insatisfatória dois personagens: uma funcionária pública que disputa um concurso de beleza e um menino que sonha participar do Boi de Mamão, tradição folclórica local. Ao menos é o que dizem os raros registros, pois a obra se perdeu e restam apenas os sete minutos finais na Cinemateca Brasileira. Como todas as cópias desapareceram permanece sendo um grande mistério e as lendas envolvendo o drama são tantas que renderam samba, conectando o enigma à fama mística da ilha. Os carnavalescos Layone Ventura e Paulinho Trindade desenvolveram ideia de Marco Stroisch. Registro do desfile.

E O JACAREZINHO DESCOBRIU A ATLÂNTIDA, A TELA PERDIDA

G.R.E.S. Unidos do Jacarezinho, 1995 - Grupo A do Rio de Janeiro

'De Vento em Popa' eu vou / Sputnik chegou / Tô em cartaz, vamos aplaudir / Jacarezinho na Sapucaí

Muito identificada com o Rio de Janeiro, afinal foi na cidade fundada em 1941, a Atlântida Cinematográfica dominou o mercado das chanchadas, produziu enormes sucessos de público, promoveu muita música - especialmente marchinhas carnavalescas - e não por acaso volta e meia é relembrada pelas escolas de samba. Oscarito e Grande Otelo, duas das principais estrelas do estúdio, já foram enredo várias vezes e a própria Atlântida esteve novamente em evidência na União da Ilha de 2004, Com Pandeiro ou Sem Pandeiro... Eu Brinco. Com Dinheiro ou Sem Dinheiro... Eu Também Brinco!. Desenvolvido por Eduardo Gonçalves, o desfile da Unidos do Jacarezinho pode ser conferido aqui. A atriz Zezé Macedo foi um dos destaques.

facebook Tweet G+Google
Pela web
Comentários
Mostrar comentários
Siga o AdoroCinema
Matérias especiais recomendadas
Guia da 42ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo
NOTÍCIAS - Festivais e premiações
quarta-feira, 17 de outubro de 2018
Guia da 42ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo
Oscar 2019: Conheça os favoritos ao prêmio de Melhor Filme Estrangeiro
NOTÍCIAS - Festivais e premiações
domingo, 7 de outubro de 2018
Oscar 2019: Conheça os favoritos ao prêmio de Melhor Filme Estrangeiro
Guia do Festival de Brasília 2018
NOTÍCIAS - Festivais e premiações
sexta-feira, 14 de setembro de 2018
Guia do Festival de Brasília 2018
Os maiores sucessos e fracassos do verão americano de 2018
NOTÍCIAS - Visto na Web
sábado, 8 de setembro de 2018
Os maiores sucessos e fracassos do verão americano de 2018
Todas as Matérias especiais de cinema
Trailers
Halloween Trailer Legendado
Podres de Ricos Trailer Legendado
Fúria em Alto Mar Trailer Legendado
Meu Anjo Trailer Legendado
O Doutrinador Trailer
A Maldição da Chorona Trailer Legendado
Todos os últimos trailers
Back to Top