Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Luca Guadagnino quer múltiplas sequências de Me Chame Pelo Seu Nome
    Por Renato Furtado — 3 de jan. de 2018 às 10:13
    facebook Tweet

    O diretor italiano ainda não está pronto para deixar sua história de sucesso no passado.

    Ocasionalmente surgem personagens tão marcantes nas telonas que o público deseja conhecer o futuro de suas trajetórias após os créditos finais. O diretor Luca Guadagnino (Um Mergulho no Passado) acredita que este é o caso com Elio (Timothée Chalamet) e Oliver (Armie Hammer), os protagonistas do aclamado e aguardado Me Chame Pelo Seu Nome. E após declarar que planejava rodar uma sequência para o longa, o realizador revelou que mudou de ideia e que quer continuações, no plural mesmo:

    "Estes personagens são tão fantásticos, quero saber o que acontece com eles. As últimas 40 páginas do livro de André Aciman nos contam os 20 anos seguintes das vidas de Oliver e Elio. Então, pensei na série Up de Michael Apted e no ciclo de filmes que François Truffaut dedicou ao personagem Antoine Doinel [Jean-Pierre Léaud]. E pensei que talvez não seja questão de fazer uma sequência mas de acompanhar as vidas de todos no filme. Acredito que ver estes personagens crescerem nos corpos destes atores será incrível", contou o italiano, em entrevista ao The Guardian.

    Como o próprio Guadagnino afirmou, material e referências existem para basear tal ousado projeto. O ciclo de filmes de Michael Apted citado é uma série documental que acompanha o desenvolvimento das vidas de um grupo de britânicos de sete em sete anos - o último longa deste conjunto é 56 Up, realizado em 2012. E no campo ficcional, além da influência de Truffaut, que rodou cinco produções protagonizadas por Doinel, um dos rostos da Nouvelle Vague e do clássico Os Incompreendidos, outros experimentos temporais que podem ser utilizados como base pelo italiano são os de Richard Linklater, seja na trilogia Antes do Amanhecer, seja em Boyhood.

    Além disso, levando em consideração que o drama romântico deve trazer um bom retorno nas bilheterias para uma produção independente - capitaneada pelo brasileiro Rodrigo Teixeira (A Bruxa) - e toda a cotação de Me Chame Pelo Seu Nome para os principais troféus da temporada de premiações 2017-2018, sequências também seriam financeiramente viáveis.

    Coestrelado por Michael Stuhlbarg, Me Chame Pelo Seu Nome chega aos cinemas brasileiros no dia 18 de janeiro.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top