Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Aniquilação: Diretor se diz decepcionado com a venda do filme para a Netflix
    Por Taiani Mendes — 14 de dez. de 2017 às 19:15
    facebook Tweet

    Ficção científica estrelada por Natalie Portman será lançada nos cinemas apenas na América do Norte e na China.

    Numa das decisões mais inesperadas do ano, Aniquilação, novo filme do diretor de Ex_Machina, Alex Garland, foi vendido pela Paramount para a Netflix e não será lançado nos cinemas fora dos Estados Unidos, Canadá e China.

    Adaptação do primeiro volume da Trilogia Comando Sul, escrita por Jeff Vandermeer, o longa tinha estreia marcada para fevereiro no Brasil, cercado de expectativas pela intrigante trama de ficção científica e pelo elenco composto por Natalie Portman, Oscar Isaac, Tessa ThompsonGina Rodriguez e Jennifer Jason Leigh.

    O Collider perguntou ao diretor como ele recebeu a notícia da entrada da Netflix no negócio - não anunciado oficialmente, mas dado como certo - e ele não escondeu seu descontentamento:

    "Fiquei decepcionado. Fizemos o filme para o cinema. Veja, não tenho nenhum problema com a tela pequena. A melhor coisa que vi recentemente foi The Handmaid's Tale, então acho que há um potencial incrível em tal contexto, mas se você está fazendo isso você faz exatamente para essa mídia e pensa dentro desses termos. Ao menos o filme será lançado nos cinemas no Estados Unidos, o que muito me agrada. Uma das grandes vantagens da Netflix é que atingirá muita gente e você não precisa ter aquela preocupação se as pessoas vão aparecer no fim de semana de estreia, pois se não aparecerem o filme sai em duas semanas. Tem lados positivos e negativos, mas do meu ponto de vista e dos envolvidos na produção, foi feito para ser visto na telona."

    Segundo fontes da imprensa especializada de Hollywood, o acordo com o serviço de streaming foi feito após um racha entre os produtores David Ellison e Scott Rudin. O público não reagiu bem nas sessões-teste do filme e David, avaliando-o como "muito intelectual" e complicado, teria exigido mudanças no tom e no fim para deixá-lo mais comercial. Rudin, dono da palavra final, ficou do lado do diretor e Aniquilação não foi alterado. Amargando uma sequência de insucessos com VidaBaywatch e Tempestade: Planeta em Fúria, Ellison não quis esperar para ver mais um fracasso e encontrou como saída o envolvimento da Netflix na jogada.

    Garland falou ao IndieWire sobre as supostas brigas nos bastidores:

    "Ignoro tudo isso. Lido com esses assuntos com muita transparência. Nunca enganei ninguém a respeito das minhas intenções, entreguei o roteiro e algumas imagens. Acredito que a partir do momento em que concordam fazer o filme há um contrato e esse contrato não pode ser quebrado depois. É um acordo criativo. Se alguém vê um problema, tudo bem, mas a hora de expressar isso é cedo, não no fim da linha."

    Ficou a mágoa. Aniquilação, que deverá entrar no catálogo global da Netflix 17 dias depois do lançamento nos Estados Unidos - marcado para 23 de fevereiro -, é apenas o segundo filme do britânico Alex Garland, indicado ao Oscar de roteiro original por Ex_Machina: Instinto Artificial.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    • Aniquilação: Muitos efeitos especiais, sustos e Natalie Portman são os destaques do novo trailer
    • Aniquilação: Netflix pode distribuir internacionalmente ficção científica estrelada por Natalie Portman
    • Annihilation: Natalie Portman enfrenta um jacaré na primeira foto do longa
    Pela web
    Comentários
    • blogdomarcelo
      Assisti Ex-Machina na telinha e adorei mesmo assim.
    Mostrar comentários
    Back to Top