Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Alunos da PUC criam aplicativo para analisar representatividade feminina no cinema
    Por Katiúscia Vianna — 17 de dez. de 2017 às 09:38
    facebook Tweet

    Será que seu filme favorito passa no Teste de Bechdel?

    Não é preciso ser especialista para perceber que ainda existe um longo caminho a ser percorrido quando o assunto é representatividade feminina nas telonas. E surgiu algo para valorizar tais produções que abrem espaço para as mulheres expressarem suas vozes nos cinemas.

    Numa iniciativa bem bacana, quatro estudantes do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (Ana Cardoso, Felipe Viberti, Gabriella Lopes e Guilherme Marques) desenvolveram "Alice", um aplicativo que lista a representação de mulheres no cinema mundial. Ficou curioso com esse nome? Foi inspirado em Alice Guy, visionária francesa que se tornou a primeira diretora e roteirista de filmes ficcionais.

    Gratuito, o aplicativo conta com 60 mil páginas de filmes e perfis de 42 mil mulheres que trabalham na indústria cinematográfica (com pequena biografia e filmografia completa). E existem várias formas para analisar o nível de representatividade em cada obra. Uma delas é apertando o botão para realizar o famoso Teste de Bechdel - ou seja, ver se o longa apresenta duas personagens femininas, com nomes, conversando sobre algum assunto que não seja homens. Até o momento, mais de 5 mil produções listadas passaram no teste.

    Outro recurso interessante em "Alice" é o selo “Mulheres na Equipe”, que é atribuido para qualquer filme que possua, pelo menos, uma mulher em cargos de direção e/ou roteiro. “"Apenas 3.722 filmes, cerca de 6% do acervo, receberam tal selo. Queremos chamar atenção para este número e, ao mesmo tempo, incentivar cada vez mais a participação feminina na indústria do cinema”, revela Gabriella Lopes.

    Disponível para dispositivos compatíveis com iOS 10.0 ou posterior, é possível baixar "Alice" na loja do iTunes, clicando aqui!

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top