Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    CCXP 2017: Robert Rodriguez fala sobre a pressão de substituir James Cameron em Alita - Anjo de Combate
    Por Katiúscia Vianna — 8 de dez. de 2017 às 23:43
    facebook Tweet

    "Alita promete trazer o que há de melhor no cinema e no mangá", garante o produtor Jon Landau.

    Adaptar famosos mangás para as telonas não é tarefa fácil. Basta relembrar as duras críticas recebidas por A Vigilante do Amanhã - Ghost in the ShellDeath Note recentemente. Mas está chegando a vez de Alita - Anjo de Combate tentar conquistar o público. A história criada por Yukito Kishiro acompanha uma ciborgue especialista em artes marciais (Rosa Salazar) que é encontrada no lixo pelo Dr. Dyson Ido (Christoph Waltz), que a cuida como filha. Sem memórias, ela acaba descobrindo que tem um complicado passado.

    O diretor Robert Rodriguez (Sin City, Um Drink no Inferno) e Jon Landau (vencedor do Oscar por Titanic) vieram ao Brasil para promover esse novo projeto na Comic Con Experience. Na verdade, a adaptação de Alita estava sendo desenvolvida desde 1999 por James Cameron, que abandonou a ideia por causa de Avatar. Surgiu então o convite para Rodriguez assumir tal projeto (que estava meio esquecido no churrasco, coitado). Porém, superar tais expectativas não é o único desafio do cineasta.

    Essa será a primeira vez que Robert comanda uma produção com a classificação mais branda PG-13 (autorizado aos maiores de 13 anos). Para ele, o foco trata-se da jornada emocional de uma personagem, não apenas produzir cenas frenéticas: "Queríamos ter uma base bem realista. Ou seja, filmamos cada cena de forma literal, com quase nenhum tipo de tela verde. Tudo isso para construir um mundo realmente diferente e fazê-lo crível para o público. Dá para ter ação, mas usar a ficção científica a fim de contar uma história para vários públicos."

    A dupla aproveitou a visita para apresentar o primeiro trailer de Alita, com destaque para a grande influência do mangá - principalmente nos chamativos olhos da protagonista. Pensando nisso, escalar a atriz ideal era fundamental. "Quando vi o teste de Rosa Salazar, fiquei com a voz embargada. Sabia que era a garota certa, pois precisava ser alguém capaz de atuar além do CGI. Já Christopher Waltz foi minha primeira escolha para o papel. E é incrível ver que conseguimos ter 3 vencedores do Oscar no elenco", completou Robert - se referindo às participações de Jennifer ConnellyMahershala Ali no filme.

    Por fim, Landau resumiu qual é a possível receita do sucesso do filme: "Vamos trazer o melhor do mangá com o melhor do cinema. E o melhor de Robert Rodriguez com o melhor de James Cameron!" Alita: Anjo de Combate tem lançamento marcado para 19 de julho de 2018. 

     

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Sano
      Se não me engano, Sharkboy e Lavagirl e Pequenos Espiões são classificação livre (pra toda família), enquanto Sin City e Um Drink no Inferno são Rated R (conteúdo maduro)
    Mostrar comentários
    Back to Top