Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Gary Oldman será homenageado por sindicato de maquiadores e cabeleireiros de Hollywood
    Por Rodrigo Torres — 28 de nov. de 2017 às 20:20
    facebook Tweet

    Ator britânico é reconhecido como um "camaleão" que transforma seu corpo, sua voz, tudo para fazer um personagem.

    Gary Oldman é um grande ator um tanto subestimado na indústria, tendo sido indicado a apenas um Oscar (O Espião Que Sabia Demais) por nem sempre receber papéis à altura de seu talento. Então, justamente no ano em que se transformou para viver o Primeiro-ministro mais célebre da história do Reino Unido, o ator britânico será homenageado por sua carreira pelo Sindicato dos Maquiadores e Cabeleireiros de Hollywood.

    Gary Oldman como Churchill no filme O Destino de uma Nação.

    "Ele é conhecido como um camaleão, um ator que muda sua aparência, sua voz, tudo em si de filme a filme", declarou a presidente da IATSE Local 706 (algunha da associação), Susan Cabral-Ebert. "Ele trabalhou com os maiores artesãos do mundo, colaborou com a equipe e, provavelmente, sabe mais de maquiagem e penteado que qualquer outro ator", ela declarou, citando sua permissão para que profissionais do ramo passassem centenas de horas transformando-o como motivo para sua premiação.

    Transformado como o Drácula de Bram Stoker.

    De personagens psicóticos em JFKO Profissional ao virtuoso Comissário Gordon na Trilogia do Cavaleiro das Trevas, da suja biografia independente Sid e Nancy à lúdica franquia Harry Potter, Gary Oldman não cansou mesmo de se reinventar. Em seu trabalho de transformação e maquiagem mais profundo, ele se caracterizou de maneira impressionante no abjeto protagonista de Drácula de Bram Stoker, do diretor Francis Ford Coppola.

    A propósito, O Destino de uma Nação é o filme em que Gary Oldman se transmuta para viver Winston Churchill nos cinemas, e sua próxima grande estreia em território brasileiro, no dia 11 de janeiro.

     

     

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top