Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Gabeira: Carlos Vereza comenta a participação dos jovens militantes em sequestro de embaixador durante a ditadura (Exclusivo)
    Por Rodrigo Torres — 7 de nov. de 2017 às 14:09
    facebook Tweet

    Episódio deu origem ao filme O que É Isso, Companheiro? e está no documentário sobre o provocador jornalista e político que estreia esse mês.

    Durante 40 anos, foi mantida em sigilo a participação de Carlos Vereza no célebre sequestro do embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Charles Elbrick, durante a ditadura militar. Às vésperas do lançamento do documentário Gabeira, sobre o provocador jornalista e político que também atuou na ação de guerrilha, o ator global comenta seu envolvimento no rapto. Mais precisamente, fala sobre os seus camaradas, em trecho divulgado com exclusividade pelo AdoroCinema.

    "Eram jovenzinhos como eu. Trêmulos, alguns", diz Vereza, eliminando por completo a chance dos jovens militantes do Partido Comunista matarem o embaixador. Fernando Gabeira, por sua vez, admite que, a partir de certo momento, o ato simbólico do sequestro de um homem importante do governo norte-americano dá lugar à vida humana ali presente e as coisas se tornam perigosas. Para ele, somente a troca do representante americano pelos presos políticos reivindicados resolveria a questão de maneira pacífica.

    Carlos Vereza atuou nesse evento histórico após a troca de presos. Sem saber de quem se tratavam, ele cortou e pintou os cabelos dos guerrilheiros envolvidos no sequestro de Charles Elbrick, que, para fugir em segurança, não podiam ser reconhecidos.

    Gabeira exibe essa e mais histórias sobre o biografado e a história recente brasileira a partir de 23 de novembro, nos cinemas. Veeja o trailer completo:

     

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top