Meu AdoroCinema
Amigos do AdoroCinema exaltam a ambição e as metáforas de Darren Aronofsky em mãe!
Por Rodrigo Torres — 25/09/2017 às 21:21
facebook Tweet G+Google

Horror psicológico com alegorias religiosas dividiu a crítica e o público mundo afora, mas é unanimidade entre os blogueiros.

O filme mais divisivo do ano é unanimidade entre os Amigos do AdoroCinema. Todas as referências bíblicas e alegorias sobre criador e criatura articuladas em Mãe! conquistaram os blogueiros, que fizeram interpretações próprias das metáforas formuladas por Darren Aronofsky em seu novo trabalho. Com isso, o horror psicológico obteve junto aos nossos parceiros a ótima nota média de 4,3/5, um tanto acima do 3/5 da crítica do AdoroCinema.

Dentre os bons textos enviados, a crítica escrita por Tiago Lira para o blog Um Tigre no Cinema ganha destaque por sua análise elaborada dos signos de Mãe! — avaliado com nota máxima. Confira:

O ato de criar e de onde vem a inspiração são perguntas que rondam o nosso imaginário por eras, mas a intenção de Mãe! não é responder essas perguntas de maneira fácil. O que Aronofsky fez é transformar em símbolos o que existe nesse mundo etéreo e nada fácil de ser explicado por palavras; uma jornada de acertos e alegria, mas também por erros, medos e que podem levar facilmente à soberba. Nesse caminho dolorido, como uma via crucis, fica a pergunta de quantas vezes deve-se recomeçar e o que se pode aprender com toda a experiência. A resposta é como estar num bom filme de terror: nunca se sabe exatamente o que pode vir à frente.

Se você já viu Mãe! em seu lugar de direito, o cinema, publique seu texto na seção de crítica dos usuários na página do filme. Abaixo, leia os outros textos dos Amigos do AdoroCinema, em ordem de nota: 

Ah! E por falar nisso...: "A cada novo olhar que dou à obra percebo mais detalhes que o tornam melhor, seja nas discussões que levanta, seja na forma como constrói a trama para "disfarçar" a mensagem a ser entregue. Quando finalmente compreendemos do que se trata o filme, a percepção cai como um tapa na cara do espectador." Leia a crítica completa, escrita por Fabiane Bastos. Nota: 5/5

PO.CI.L.GA.: "Entender todo o simbolismo não é o principal, mas sim sentir e experienciar o filme. Dessa forma a parte técnica ganha uma importância interessante na narrativa. A começar pelo desenho de som, que eventualmente apresenta um ruído que incomoda a protagonista e parece que apenas ela está ouvindo. A câmera está na maior parte do tempo seguindo Lawrence de perto, acompanhando os seus passos e o movimento dentro da casa. Além disso, os planos fechados ajudam a retratar o isolamento dela dentro do lugar." Leia a crítica completa, escrita por Ramon Prates. Nota: 5/5

Cinemidade: "As feridas que Aronofsky escancara nada mais são que um reflexo feio e machucado da humanidade, revelam o egoísmo, as tentações que batem à nossa porta e tentam nos descontrolar, o amor incondicional e cego capaz de destruir, a adoração desmedida a ditos-cujos, a vulnerabilidade que torna os homens imperfeitos e suscetíveis ao abismo. Ademais, é a obra fílmica mais corajosa e alucinada que você verá em anos." Leia a crítica completa, escrita por Eliakim Júnior. Nota: 5/5

Cinesia Geek: "Tecnicamente o longa é impecável. Visto totalmente pela perspectiva da personagem de Lawrence, a câmera de ombro à persegue incessantemente pelas costas, só mudando o seu ponto de vista quando quer mostrar, bem de perto, as reações dela ao que está presenciando. A casa em si, que representa todo o mundo dos personagens, é um protagonista vivo efetivamente. Tem personalidade, acolhe e repele com o mesmo encanto, transformando-se durante a grande jornada." Leia a crítica completa, escrita por Danilo de Oliveira. Nota: 4,5/5

VELLOCINE: "O tom minimalista do longa-metragem, com uma atmosfera que deixa tudo mais angustiante e misterioso, uma trilha sonora que pontua os momentos certos sem nunca parecer desnecessária ou forçada, e uma fotografia que descreve os personagens são pontos altos do filme." Leia a crítica completa, escrita por Fael Velloso. Nota: 4/5

Música e Cinema: "“Mãe!” não é apenas mais um filme com referências bíblicas. É uma imersão no universo de criador x criatura, com muitas críticas a situação ambiental. O ciclo da vida e da morte está presente a todo momento. A mensagem é clara: o homem está no centro do caos." Leia a crítica completa, escrita por Leonardo Caprara. Nota: 4/5

Fontecinema: "Não é a toa que Darren Aronofsky já tem sua legião de fãs e ao mesmo tempo pessoas que o odeiam. Tornou-se um diretor que trabalha com excelência os pontos de vista subjetivos e consegue trazer o público para mergulhar de cabeça." Leia a crítica completa, escrita por Daniel Fontebasso. Nota: 4/5

Cine Resenhas: "É a obra mais divisiva da carreira de Darren Aronofsky e surpreende que um grande estúdio tenha bancado um projeto underground em proposta. A mim, não me agradou nem um pouco. Isso até surgir um ponto de virada a partir de sua metade final que definitivamente ressignifica muitas coisas." Leia a crítica completa, escrita por Alex Gonçalves. Nota: 3/5

Mãe! Entrevista Exclusiva Jennifer Lawrence
Mãe! Entrevista Exclusiva Darren Aronofsky
Mãe! Trailer Legendado

 

facebook Tweet G+Google
Links relacionados
Pela web
Comentários
Mostrar comentários
Siga o AdoroCinema
Trailers
Os Incríveis 2 Trailer (2) Dublado
Sexy Por Acidente Trailer Legendado
Sicario: Dia do Soldado Trailer (2) Legendado
Berenice Procura Trailer Oficial
50 São os Novos 30 Trailer Legendado
Creed II Trailer Legendado
Todos os últimos trailers
Últimas notícias de cinema
Apesar de ter vencido o Oscar, Kobe Bryant não será convidado para entrar na Academia
NOTÍCIAS - Pré-Produção
quinta-feira, 21 de junho de 2018
James Ivory quer tirar Daniel Day-Lewis da aposentadoria
NOTÍCIAS - Personalidades
quinta-feira, 21 de junho de 2018
It - Parte 2 escala Xavier Dolan
NOTÍCIAS - Pré-Produção
quinta-feira, 21 de junho de 2018
Comic-Con 2018: Mulher-Maravilha 1984 pode ser a grande surpresa do evento
NOTÍCIAS - Festivais e premiações
quinta-feira, 21 de junho de 2018
Últimas notícias de cinema
Melhores filmes em cartaz
Vingadores: Guerra Infinita
4,7
Diretor: Joe Russo, Anthony Russo
Elenco: Robert Downey Jr., Chris Hemsworth, Mark Ruffalo
Trailer
Deadpool 2
4,5
Diretor: David Leitch
Elenco: Ryan Reynolds, Josh Brolin, Morena Baccarin
Trailer
Jurassic World: Reino Ameaçado
4,4
Diretor: Juan Antonio Bayona
Elenco: Chris Pratt, Bryce Dallas Howard, Rafe Spall
Trailer
Oito Mulheres e um Segredo
Oito Mulheres e um Segredo
3,9
Diretor: Gary Ross
Elenco: Sandra Bullock, Cate Blanchett, Anne Hathaway
Trailer
Sol da Meia-noite
Sol da Meia-noite
3,7
Diretor: Scott Speer
Elenco: Bella Thorne, Patrick Schwarzenegger, Rob Riggle
Trailer
Hereditário
Hereditário
3,4
Diretor: Ari Aster
Elenco: Toni Collette, Gabriel Byrne, Alex Wolff
Trailer
Todos os melhores filmes em cartaz
Back to Top