Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Amigos do AdoroCinema: Blogueiros se divertem com os exageros de Feito na América
    Por Taiani Mendes — 18 de set. de 2017 às 18:09
    facebook Tweet

    Longa estrelado por Tom Cruise, no entanto, não escapou de comparações com a série Narcos.

    Uma das principais estreias da semana passada, Feito na América tem o astro Tom Cruise como Barry Seal, piloto de avião que deixa uma carreira entediante no transporte de passageiros para servir à CIA e ao Cartel de Medellín transportando drogas, armas e informação. Baseado em fatos reais, o longa dirigido por Doug Liman recebeu nota 3,5 na crítica do AdoroCinema e na média da avaliação dos blogueiros, que gostaram de ver Cruise ligeiramente fora de forma, mas sem abandonar as peripécias, transbordando carisma na divertida e pouco crível produção.

    O destaque da semana entre os Amigos do AdoroCinema é o Plano Extra:

    "Didático sem exigir demais da atenção do espectador tal como um A Grande Aposta, ou megalomaníaco feito O Lobo de Wall Street, Feito na América é claro o suficiente para que seu público, esperando mais um filme de ação do astro do que uma pauta de questionamentos sociopolíticos, tire suas próprias conclusões com a soma dos acontecimentos derradeiros [...]. Com os galanteios de Tom Cruise e a agradável fotografia tropical, adquirimos a cumplicidade por Barry Seal, acatamos a desculpa romântica de que era para o sustento da família e embarcamos nessa viagem entretida, todavia com uma abordagem distante tal como uma vista aérea".

    Leia o texto completo, de Thiago Cardoso.

    Vamos Falar Sobre...: "O roteiro é um apanhado de "esquemas" de idas e vindas do piloto, não tem muito compromisso em fechar arcos e nem se aprofundar em nada, é um recorte de acontecimentos em sequência que funciona com a ajuda da eficiente edição..." Leia a crítica completa, escrita por Dany Costa. Nota 3,5/5

    Tem Um Coelho No Cinema: "[...] cada ato histórico foi bem trabalhado e montado para que tudo parecesse o mais verossímil possível, e assim sendo o resultado funciona tanto de forma dramática como cômica, o que é bacana e gostoso de ver. Claro que poderia ser bem mais fantasioso/ficcional e menos narrado, mas aí sairia da proposta dos vídeos gravados pelo personagem original contando sua história." Leia a crítica completa, escrita por Fernando Coelho. Nota 3,5/5

    PO.CI.L.GA: "A dinâmica do personagem principal com a câmera é muito parecida com um vlog. Não duvido do carisma de Barry, que é um dos principais pontos para chegar onde chegou e que também mantém atento o olhar do espectador, porém fiquei curioso para assistir alguma dessas fitas. A forma como ele explica os acontecimentos têm muito entusiasmo, não parece que está em perigo. Talvez tenha sido feito dessa forma para dar um tom mais leve ao filme." Leia a crítica completa, escrita por Junio Queiroz. Nota 4/5

    Has Tela Vista: "A edição ágil aumenta a adrenalina e o toque moderno do filme, o espectador consegue acompanhar sem ficar perdido ou entediado, o longa simplesmente acontece e você vai com ele. Feito na América, é muito competente em fazer um paralelo com acontecimentos histórico e deixar tudo contextualizado. Todo o personagem é devidamente apresentado de acordo com sua importância e função, sem enrolações." Leia a crítica completa, escrita por Cleber Gio. Nota 3/5

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top